Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura

Compreenda como a medicina mais antiga do mundo pode ajudar a melhorar a energia vital do seu corpo e mente através de recursos alternativos. Conheça as técnicas e a história da medicina chinesa e se surpreenda.

Auriculoterapia

Há séculos a Acupuntura auricular já vinha sendo utilizada como estratégia terapêutica para inúmeros problemas de saúde, estimulando regiões específicas da orelha junto a observações de alterações cutâneas visuais locais do pavilhão auditivo, correspondentes a doenças do indivíduo. A identificação das alterações de órgãos e víceras (Zang Fu) é uma das principais bases da Auriculoterapia, na qual há a estimulação de pontos específicos na orelha (com sementes ou até mesmo agulhas específicas) para obtenção de melhor circulação de Qi nos Zang Fu, representados por toda a sua superfície.

Popularizada no Ocidente graças à escola francesa, a auriculoterapia hoje é uma prática muito adotada por vários terapeutas por ser menos dolorosa (no caso da estimulação com sementes) e muito utilizada em crianças e pacientes que não suportam o tratamento convencional com agulhas pelo corpo.

Alguns acupunturistas utilizam a auriculoterapia como uma terapêutica coadjuvante à acupuntura sistêmica, devido ao fato da estimulação do pavilhão auditivo lidar em grande parte somente com o conceito dos Zang Fu e não tanto com a alteração do Yin, Yang e os 5 elementos (que serão discutidos em artigos a parte, ok?), porém outros terapeutas a utilizam exclusivamente como terapia principal. Há controvérsias e essa escolha e definição depende muito do profissional capacitado, mas em geral é uma excelente técnica com grande utilidade.

Quando realizada com sementes, as mesmas são colocadas em locais pré-determinados nas orelhas, grudadas com adesivos e estimuladas diariamente pelos pacientes através de uma leve pressão sobre o local. Após a queda, normalmente espontânea, as sementes são recolocadas pelo acupunturista.

Compartilhar