Compartilhar

por Elisabeth Cavalcante

Os quatro elementos e a psicologia do ser humano - parte 4

O Elemento Água Aqueles que têm o elemento água fortemente ativado em seus mapas, percebem, desde o seu nascimento, que vários fatores intangíveis desempenham um papel em sua vida, muito maior do que aquele que geralmente se acredita.

Os signos de água estão em contato com os próprios sentimentos, em sintonia com nuances e sutilezas que muitos outros sequer percebem.

O elemento água representa o reino da emoção profunda e das reações de sentimento, indo desde paixões compulsivas e temores irresistíveis, até uma aceitação e um amor que abrange toda a criação. Uma vez que os signos de água, por sua própria natureza são parcialmente inconscientes, os signos de água, simultaneamente, têm percepção do poder da mente inconsciente mas não têm consciência, eles próprios, do muito daquilo que os motiva realmente. Os signos de água, como a natureza da própria água, não têm solidez ou forma própria. Portanto, sentem-se mais felizes quando sua fluidez é canalizada e modelada por outros, particularmente pelos signos de terra, que possuem a solidez na qual a água pode confiar e pode-se apoiar. Os signos de água tendem a sentir aversão por aqueles que são turbulentos ou têm personalidades fortes, tais como as pessoas dos signos de ar e de fogo. Sentem-se mais confortáveis com outros, mais discretos e reservados, o que lhes dá sensação de proteção e segurança.

A sensibilidade dos signos de água é tão grande e sua vulnerabilidade à mágoa é tão acentuada que, se as reações emocionais não são controladas e adequadamente canalizadas, podem levá-los a um estado de instabilidade emocional e a uma predisposição para serem influenciados com demasiada facilidade. Entretanto, essa sensibilidade não deve ser considerada uma fraqueza, pois a água tem grande força e tem um longo e penetrante poder especialmente quando é canalizada de uma forma concentrada. Os signos de água sabem, instintivamente, que devem se proteger das influências exteriores, a fim de garantir, para si mesmos, a paz interior necessária à reflexão profunda e à sutileza de percepção. A compreensão da verdadeira natureza das suas emoções e anseios é um processo lento e muitas vezes doloroso, mas assim que se dispõem a encarar seus verdadeiros motivos, eles podem ter certeza de que, com a passagem dos anos, terão um contentamento interior cada vez maior.

O Elemento Terra Uma afinação com este elemento indica que a pessoa está em contato com os sentidos físicos e com a realidade do aqui-e-agora do mundo material. Os signos de terra tendem a confiar mais nos seus sentidos e no raciocínio prático do que nas inspirações, nas considerações teóricas ou nas intuições dos outros signos. Estão sintonizados com o mundo das formas, que os sentidos e a mente prática encaram como real, e a compreensão inata de como o mundo material funciona, dá aos signos de terra mais paciência e autodisciplina do que têm os outros signos.

Raramente é preciso dizer a eles de que modo devem se adaptar ao mundo para ganhar a vida, como suprir as necessidades básicas, ou como devem persistir até que um objetivo seja alcançado. Todas estas qualidades vêm naturalmente para os do elemento terra. Embora o elemento terra seja um dos elementos passivos ou receptivos, este elemento, como a água, tem uma força de resistência e de persistência que faz com que as pessoas dos signos de terra sempre sejam capazes de cuidar de si mesmas. O elemento terra tende a ser cauteloso, premeditado, e bastante convencional. As pessoas desse elemento geralmente suspeitam ou duvidam das pessoas mais espertas, de mente ágil, e reagem ao signos de ar com um certo grau de reserva, embora possam ficar um pouco fascinados por eles.

Os signos de água, por outro lado, partilham das suas qualidades de retentividade e autoproteção. Portanto, a terra acha que a água a refrescará e a tornará capaz de ser ainda mais produtiva. A própria afinação que dá aos signos da terra a sua força e as suas habilidades especiais, também pode ser a fonte de seus maiores defeitos. O envolvimento com o mundo prático pode, com frequência, limitar sua imaginação, caso eles confiem demasiadamente nas coisas como elas são ou conforme parecem ser. Isto pode levar a um apego à rotina e à ordem e a uma falta de habilidade para lidar com as áreas de atividades abstratas e teóricas. Mais do que qualquer outra coisa, os signos de terra precisam se abrir para a realidade do mundo invisível e devem se comprometer com ideais específicos que servirão de guia para suas atividades.

Confira também:

Compartilhar

Elisabeth Cavalcante

+ artigos

Astróloga, taróloga e terapeuta floral.