Grafologia

A Grafologia é a ciência que estuda a personalidade, o caráter e possíveis distúrbios de uma pessoa através da observação dos maneirismos de sua escrita.

Começar teste

Professor João Bosco

Grafologista

Dica Escreva uma frase em um papel antes de iniciar!

Exemplo: Conheça os principais avanços da computação em direção aos cinco sentidos humanos.

Poucas pessoas sabem, mas é possível analisar a personalidade de um indivíduo com base em sua escrita, e é isso que constitui o trabalho realizado pela grafologia.

Esse estudo, que apesar de não ter nenhum tipo de comprovação científica, é levado muito a sério por várias pessoas, e foi criado na China quase dez séculos atrás. Apesar disso, foram os japoneses que se tornaram conhecidos por utilizarem a escrita de uma pessoa para, assim, criar o seu perfil psicológico.

A base principal da grafologia leva em consideração que, mesmo de forma inconsciente, tudo o que fazemos demonstra um pouco de nossa personalidade. Sendo assim, nosso cérebro, ao enviar comandos de movimento para as nossas mãos no momento de escrita, também transmite um pouco desses traços psicológicos que podem ser estudados pela análise de nossa caligrafia.

O que é grafologia?

Já sabemos que a grafologia é um estudo que procura analisar a escrita de uma pessoa para, assim, traçar o seu perfil psicológico. Apesar de esse ser o seu objetivo principal, essa técnica é utilizada em várias áreas com funções diferentes.

Na análise forense, por exemplo, em vez de procurarem por traços da personalidade de uma pessoa, os profissionais saem em busca de indícios de que um documento foi – ou não – falsificado. Por isso, é muito utilizada pela polícia e em investigações criminais.

Embora a base dessas duas atividades seja um pouco diferente, a sua essência ainda continua a mesma, e por isso é possível fazer essa conexão

O teste grafológico

Muitas pessoas, curiosas sobre esse estudo, se submetem ao chamado teste grafológico. Nele, a sua escrita é analisada por uma série de fatores. Existem quatro principais, que possuem certa significância dentro desse estudo. São eles:

  • A inclinação: conforme vamos escrevendo, as palavras podem ser inclinadas para quatro ângulos principais (esquerda, direita, reta e variável). Cada um deles pode possuir ligação com alguma característica de nossa personalidade;
  • O tamanho: você provavelmente já percebeu que, enquanto existem pessoas que possuem letras muito grandes, também existem aquelas que possuem letras bastante pequeninas. Ao mesmo tempo, certos indivíduos apresentam maior equilíbrio nesse momento, e tudo isso pode ter conexão com nosso psicológico;
  • A ligação: até mesmo a forma com que ligamos as letras e as palavras ao escrevermos é analisada por meio da grafologia. Aqui, as categorias são divididas em letras ligadas, desligadas e agrupadas;
  • As zonas gráficas: sabe aquele espaço que fica entre as linhas quando uma pessoa escreve em folhas sem pautas? Pois então, ele é analisado por esse estudo, apresentando três categorias (zona superior, inferior e média);
  • A largura: aqui, é analisada a distância de uma palavra para a outra (larga, comprimida ou longa). Nesse caso, pode haver indicação sobre a forma com que você se relaciona com as pessoas;
  • A direção: existem pessoas que possuem dificuldade em escrever em folhas sem linhas. Isso porque não conseguem fazer com que as palavras saiam retas, e sempre ficam indo em alguma direção, seja para cima ou para baixo, e isso pode indicar certos traços de sua personalidade;
  • A forma: esse é provavelmente um dos critérios mais importantes que é utilizado pela grafologia. Aqui, existe a divisão entre artificial, retocada e caligráfica, e isso pode indicar muito sobre o nosso perfil psicológico.

Saiba mais sobre o teste de grafologia

Além dos critérios citados acima, existem outras análises que são realizadas por meio do teste de grafologia. Algumas letras, por exemplo, recebem atenção especial nesse processo. Esse é o caso do T e do M. Confira:

  • A letra T: existem dois tipos de pessoas. Aquelas que colocam uma haste vertical muito alta, e aquelas que colocam a haste muito para baixo. No primeiro caso, o indivíduo provavelmente é muito vaidoso; no segundo, a baixa autoestima é um problema;
  • A letra M: você provavelmente já percebeu que existem muitas formas de escrever a letra M. As duas principais, contudo, dizem respeito à primeira perna dele: quando a primeira é maior do que a outra, pode-se dizer que o indivíduo em questão é corajoso e orgulhoso; quando a letra é escrita com semelhança a uma mola, contudo, a pessoa tende a ser mentirosa e infiel.

É possível fazer esse tipo de teste – seja ele supercompleto ou não – com profissionais da área ou até mesmo pela internet. Aqueles que são feitos de forma online exigem muita atenção da sua parte, pois os resultados podem ser modificados, caso você não faça tudo com muita dedicação.

Aqui no Horóscopo Virtual, disponibilizamos um teste que pode te ajudar nessa busca por autoconhecimento por meio da sua própria caligrafia. Experimente!

continue lendo