Compartilhar

por Equipe Instituto Biosegredo

Quanto vale a sua vida?

Por Vanessa Queiroz

Você já parou para pensar no valor da sua vida?

Se você fosse detentor de uma fortuna infinita o quanto você pagaria em espécie para viver? E para viver feliz?

Acredito que essa seria uma enquete e tanto, e nem faço ideia dos resultados encontrados.

É fascinante observar e refletir sobre a relação que nós, seres humanos, temos com a vida e a morte. Alguns até acreditam que para viver é preciso morrer primeiro. 

Bom, excluindo a parte filosófica desta relação, eu gostaria de chamar a atenção para um simples e ao mesmo tempo complexo sistema chamado corpo humano. 

"Quanto você pagaria para ser feliz?

Na grande maioria das vezes vivemos o nosso dia a dia sem lembrar muito do nosso corpo. Ainda assim quando lembramos é porque ele dá algum sinal: ”estou com fome”, “estou com sede”, “tenho frio”, ou ainda “nossa! como estou gordo”. O mais interessante é que ao entrarmos em contato com estas informações e necessidades nos sentimos incomodados, por ter que parar o que estamos fazendo, para atender ao nosso corpo.

E a controvérsia é que só estamos ativos e atuando porque o corpo está vivo! E assim como uma máquina incessante vamos ritmando todas as nossas estruturas e sistemas para que o funcionamento desse gigante conglomerado de carne possa ficar presente nesta dimensão e nos ajudar a concluir algo que o nosso espírito em algum momento se propôs. 

Eu vejo muitas pessoas dizerem que sua missão é ajudar no processo da evolução do planeta. Você já se perguntou como seria possível realizar este feito sem o seu corpo físico? Seriamos todos os mentores e amparadores de quem? Estaríamos todos tentando encontrar uma maneira de usar o magnetismo do planeta a favor dele mesmo. E o que quero chamar atenção aqui, é de que já conseguimos passar dessa fase. Já encontramos a resposta, de que o único veículo que nos dá essa condição é nosso corpo. Então lhe pergunto como você está cuidando do seu? Traçando um comparativo entre o carro, veículo automotivo e corpo veículo magnético... Que tipo de combustível você tem usado? Como você faz a manutenção? Você realmente cuida do seu veículo particular e intransferível chamado CORPO FÍSICO? 

"Qual combustível você tem usado na sua vida?"

São maravilhosos e necessários os cuidados do espírito, mas ultimamente nós resolvemos cuidar tanto do espírito que a responsabilidade de tudo que acontece no corpo físico, está no espiritual. Será mesmo? Será que você não está apenas negligenciando uma tarefa mais “chata” que é a manutenção desse estupendo veículo que você tem nas mãos?

Quero que você reflita comigo sobre como você olha e cuida do seu corpo. De maneira que nessa leitura você possa pensar em que tipo de alimentação você ingere diariamente, com que tipo de bebida você sacia sua sede, como você fortalece os músculos desta máquina? 

Em que saúde você está investindo nesse momento?    

Eu não pretendo lhes dar respostas, mas sim caminhos para refletir sobre suas escolhas.
Tive um momento obrigatório de reflexão ao perder alguém muito querido, após a falha de funcionamento dessas máquinas chamadas CORPO HUMANO, e as horas de convivência com o sofrimento e a dor que nos causa no espírito o desligamento dessa máquina mal cuidada é indiscutível.

Assim como hoje percebi que estou negligenciando a mesma máquina, e que posso agir diferente e isso será o maior presente e o maior respeito que possa ter por eu mesma, eu quero dividir com você esta experiência... Quem sabe assim nós poderemos ser novos instrumentos de propagação da saúde, seja ela física, mental, emocional ou espiritual.

 

Compartilhar

Equipe Instituto Biosegredo

+ artigos

Instituto Biosegredo
Rua pelotas, 271 – Vila Mariana
São Paulo - SP

site www.institutobiosegredo.com.br

fone (11) 3520-0500