Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Conheça melhor as superstições de Ano-Novo

Em um ano que bem podemos dizer não ter sido, algo assim, “tão incrível”, as festas de fim de ano vêm para dar aquela animada geral e trazer aquele alivio em dizer: “Tchau, 2020!!!”.

Ano novo, vida nova, e que comece mais um ciclo cheio de novidades boas e conquistas. Essa é a esperança gerada pela grande maioria sempre que chega 31 de dezembro.

O Réveillon é uma data mais do que propícia para praticar tudo aquilo que acreditamos que trará as melhores fases e acontecimentos para o ciclo que se inicia. É uma data que traz à tona aquelas superstições que, lá no fundo, todos temos enraizados em nós.

Superstições nada mais são do que crenças populares que surgiram de diversas partes do mundo, às quais é atribuído um significado mágico ou sustentado pela sorte. Embora estejam presentes no nosso dia a dia, seja quando batemos três vezes na madeira, fugimos de um gato preto ou evitamos passar por baixo de uma escada, muitas pessoas acreditam que no Ano-Novo é o momento ideal para, digamos, exercer essa crença, pois é o momento em que se encerra um ciclo, sendo uma excelente época para deixar o velho para trás e buscar novos projetos, mudanças positivas, enfim, começar uma vida nova.

De onde surgiram as superstições de Ano-Novo

Mão branca segurando vela acesa.

Pular 7 ondas na praia, usar roupa de determinada cor, comer uvas verdes... seja o que for, essas tradições populares famosas são realizadas com fervor no fim do ano. Não é possível saber exatamente de onde vieram, mas esses hábitos se espalharam pelo mundo todo e fazem sucesso na noite da virada.

Conheça a seguir algumas das superstições mais praticadas no Ano-Novo.

Vestir roupa branca

Mulher branca usando roupas brancas no meio de folhas.

Talvez a mais conhecida e realizada por todos, o uso da tradicional roupa branca na noite de Ano-Novo tem origem africana.

Acredita-se que a veste clara vem para iluminar os caminhos do novo ano, trazer paz e facilitar os aprendizados que virão. Também simboliza a pureza e representa o que é divino.

Pular sete ondas

Pés masculinos brancos no mar.

Ligada ao candomblé e à umbanda, o ritual de pular sete ondas tem o objetivo de conexão com Iemanjá, provocando os poderes desse orixá e trazendo, assim, proteção, força para superar desafios e obter paz espiritual.

Guardar folha de louro

Folhas de louro saindo de um pote de vidro.

De origem da lenda greco-romana, acredita-se que guardar folhas de louro pode trazer sucesso e vitória.

Você também pode gostar:

No Brasil, muitas pessoas costumam guardar uma ou algumas folhinhas dentro da carteira para atrair dinheiro e conquistas bens materiais.

Não comer aves na ceia

Mesa com ceia posta.

Um costume bem popular é substituir aves na ceia de Ano-Novo por peixes, principalmente o bacalhau, por simbolizar prosperidade e fartura. Algumas culturas também servem carne bovina ou suína. Mas o importante mesmo, para os mais supersticiosos, é vetar o consumo de aves no seu cardápio de Réveillon pois o fato de ciscarem para trás pode significar atraso de vida.

Comer lentilha

Lentilhas.

A tradição de comer lentilha nasceu de uma lenda italiana. A superstição chegou aqui no Brasil junto com os imigrantes italianos. Eles acreditavam que uma colher de sopa da leguminosa na noite de Ano-Novo era mais do que o suficiente para ter fartura o ano todo.

Supersticiosos “fervorosos” ou nem tanto, é fato que todo mundo tem uma tradição ou crença que pode ter vindo lá dos tempos da avó. Seja como for, a noite de Ano-Novo deve ser repleta de boas energias e vibrações positivas. Quanto às crendices e superstições, se é para trazer coisas boas, não custa nada tentar, não é mesmo?

 
 

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.