Compartilhar

por Hinaide Mikalkenas

Qual é a sua prioridade?

Nesta semana muito falou-se da explosão de gás em um prédio no Rio de Janeiro, em São Conrado, muito próximo da favela da Rocinha. O que aconteceu, realmente, se foi um latrocínio, um suicídio ou um acidente ainda não se sabe e, muito provavelmente as verdadeiras causas nunca virão à tona na sua totalidade.

Acontecimento muito triste, mas muito próximo da realidade dos moradores dos grandes centros urbanos, que cada vez mais estão se avizinhando forçadamente em grandes conglomerados humanos chamados condomínios.

Como advogada este tem sido objeto de profundos estudos de minha parte nos últimos anos de advocacia. Mas, o que mais me chamou a atenção foi a notícia que os moradores do dito prédio, tendo saído, em plena segunda- feira, ainda de pijamas, nos dias posteriores podiam entrar em seus apartamentos por apenas 10 minutos para pegar o que achassem necessário.

E as imagens foram tristes com toques de tragicomédia: mulheres carregando mochilas infantis; alguns carregando computadores e pastas de documentos, outros algumas caixas e sacolas mal arrumadas e outros, carrinhos com bebidas alcoólicas, sim, bebidas alcoólicas: cervejas, whiskys e vinhos!

Fiquei então pensando em como a vida está sempre nos impondo  escolhas.

E aí vem a pergunta que tenho me feito desde que vi a reportagem: quais são nossas prioridades? Quantas vezes tivemos apenas 10 minutos para escolher ficar ou seguir, mudar ou aquietar, falar ou calar?

Escolher a certidão de casamento ou a de nascimento de nossa liberdade? Pegar a mochila ou a escova de dentes?

Olhei pras minhas coisas e fiquei pensando, o que eu recolheria em minutos tão exíguos o que  são absolutamente insubstituíveis?

O que da minha vida seria tão importante que pudessem ser resumidos na minha ação de 10 míseros minutos?

Acho que vou precisar de muitos anos pra descobrir.

Ou talvez eu chegue à conclusão, quem sabe à mesma que aqueles moradores assustados e atarantados também tenham chegado: me bastou 10 minutos para sair vivo daquele buraco e caos que virou a minha casa, tudo que tenho me basta por hoje, me basta para sempre! Tudo que eu pegar agora será excesso!
 
Aproveite bem seus 10 minutos!

Compartilhar

Hinaide Mikalkenas

+ artigos

Advogada formada pela Universidade de São Paulo, administradora de empresas com MBA em Gestão de Negócios pela FMU e especialista em Direito Imobiliário.
Apesar de não ser o meu ramo, escrevi textos para periódicos e sou uma observadora incansável do ser humano, a matéria prima do meu trabalho.