Compartilhar

por Hellen Reis Mourao

Sagitário e os deuses

Sagitário é atualmente regido por Júpiter (o Zeus grego) e possui como símbolo o centauro. Júpiter, rei dos deuses, mostra o lado jovial, abundante, otimista, entusiasta e expansivo dos nativos.

Na Mitologia Grega, Sagitário se associa a Quiron, rei dos centauros, filósofo, professor e curandeiro. Esse mito mostra as qualidades sagitarianas, como o gosto por conceitos filosóficos, que pode levar os nativos a negligenciar a realidade cotidiana. Quiron também mostra o aspecto de curandeiro ferido do sagitariano, que é simbolizado pelo fato de que eles se sentem um espírito livre preso a um corpo.

O centauro mostra as duas qualidades sagitarianas: uma filosófica e humana, e outra animal, que os prende aos instintos também.

Mas na regência antiga olímpica, Sagitário era regido por Artemis. Deusa da caça, das florestas, que se afastou de qualquer envolvimento romântico, preferindo a liberdade. As mulheres de sagitário, muitas vezes, mostram medo do compromisso, pois temem serem subjugadas pelos homens e perderem sua liberdade.

O arco e flecha sagitariano pertence a essa Deusa. O lado atlético, amante da liberdade, incansável e inclinado ao ar livre também. Bem como a agressividade desmedida (Artemis era impiedosa com quem lhe desrespeitasse).

Confira também:

Compartilhar

Hellen Reis Mourao

+ artigos

Analista junguiana. Formada em psicanálise e psicologia analítica. Especializada em Mitologia e Contos de Fadas. Atendimentos em psicoterapia.