por Hellen Reis Mourao

Áries e os deuses

Áries representa a vida nova, os inícios e os renascimentos. É o primeiro signo zodiacal e o ano novo astrológico.

É regido pelo planeta Marte, deus romano da guerra. Esse deus está associado ao grego Ares, um deus impulsivo, sangrento e pouco considerado pelos outros deuses.

Esses dois deuses mostram o caráter guerreiro de Áries, bem como sua impulsividade e agressividade. Os arianos são conhecidos pela liderança, pois iniciam as coisas “de cabeça”, ou seja, eles mergulham antes para depois verem se tem água.

No entanto, na era Olímpica, Atena regeu o signo de Áries. 

Atena era a deusa da tecelagem e guerreira por excelência. Além disso, ela nasceu da cabeça de seu pai, Zeus. Bem sabemos que Áries rege a cabeça.

A cabeça demonstra o lado bastante mental e intelectual de Áries, e Atena era também considerada a deusa da sabedoria. O intelecto do ariano é resoluto, vivaz e rápido. Se ele equilibra sua impulsividade, consegue chegar a uma sabedoria incomum, como mostra a deusa Atena, sua antiga regente. 

Outro aspecto de Atena que mostra muito sobre o ariano é o de que ela nasceu da cabeça do pai e não conheceu sua mãe. Tanto homens, quanto mulheres desse signo possuem dificuldade de honrar o feminino. Tudo o que se refere ao feminino é tido como fraco e vulnerável. Eles respeitam o mundo do pai, dos homens e da competição. 

Confira também:

Hellen Reis Mourao

+ artigos

Analista junguiana. Formada em psicanálise e psicologia analítica. Especializada em Mitologia e Contos de Fadas. Atendimentos em psicoterapia.