Compartilhar

por Dr. Hoffnung

Em defesa de novas experiências

Muita gente gosta de reclamar da rotina do trabalho, de casa ou até mesmo nos relacionamentos. Em um mundo onde a produtividade e resultados são cada dia mais cobrados de nós. O preço que pagamos é viver de forma mecânica e repetitiva. 

Trabalhamos demais e gastamos horas demais no trânsito, nas filas e no tumulto das grandes cidades. Como não temos tempo, fazemos tudo com pressa, buscamos sempre o caminho mais eficiente, escolhemos o vagão do metrô já pensando no menor caminho para a escada rolante, entramos no ônibus já procurando a porta de saída, buzinamos para todo mundo no trânsito quando os outros carros não se alinham às nossas expectativas e nos fazem perder os preciosos minutos que já não temos. Não nos damos o direito de sermos ineficientes, de demorarmos um pouco mais e é por isso que caímos na rotina, porque ela é mais fácil, é mais cômoda, é mais rápida. Processos repetitivos, em geral, são produtivos e de certa forma anestesiam parte do nosso cérebro e nos fazem aguentar as demandas do serviço, as multidões no metrô, os automóveis nas avenidas, a vida urbanizada e enlatada. Contudo a apatia não é a única solução para navegar por entre os obstáculos impostos pela modernidade. É possível mudar e aproveitar mais a vida.

Dê uma boa olhada no seu dia, quantos por cento dele são uma cópia do dia anterior? Acordamos no mesmo horário, pegamos o mesmo caminho para o trabalho, sentamos na mesma mesa em frente ao mesmo computador, passamos a mesma quantidade de horas no mesmo lugar, fazendo as mesmas tarefas, esperando o mesmo horário para pegar o mesmo caminho de volta. E quando você finalmente chega em casa, o que você faz? Provavelmente executa os mesmos rituais de preparação para o dia seguinte.

E quando nos enfadamos dessa rotina, em uma tentativa fútil de mudarmos nosso dia a dia, recorremos ao consumismo. Compramos roupas novas, um celular novo, um carro, muitas vezes sem perceber que estamos apenas renovando os objetos de cena e figurino dessa peça sem mexer no roteiro. Para fugir da rotina é necessário mudar a dinâmica da sua vida.

E para isso, você não precisa fazer nenhuma viagem espiritual, entrar em um culto ou largar o emprego. Basta propor-se a fazer alguma coisa nova todos os dias. O mundo está repleto de possibilidades esperando para serem exploradas. Converse com um desconhecido, adquira um novo hobby, leia uma revista que você nunca viu, procure um blog novo na internet. Experimente fazer algo que você nunca fez antes. Não precisa ser algo complicado e elaborado, só precisa ser diferente. Pequenas variações podem fazer uma grande diferença no seu dia e tornar a sua vida melhor, menos previsível, menos automática.

Se você não sabe cozinhar, aprender a se virar no fogão pode fazer você mais feliz. E se você já cozinha, uma das maneiras mais simples de mudar sua rotina é preparar receitas novas. Hoje não é difícil encontrar blogs com dicas de cozinha. Experimente fazer um prato novo de vez em quando. No lugar de cozinhar o mesmo arroz e feijão de sempre, por que não tentar fazer uma torta de massa podre ou uma lasanha de cogumelos?  Um novo cardápio vai obrigar você a ir a um corredor diferente no supermercado, ou talvez, ir a outro supermercado, onde você vai ter a oportunidade de encontrar pessoas novas, ver novas ruas e, quem sabe, se renovar um pouco.

Porque não precisamos de muito para mudar nossas vidas, pequenas atitudes todos os dias já são o suficiente nos tirar dessa inércia imposta pela rotina. O que de novo você pretende fazer hoje?

Compartilhar

Dr. Hoffnung

+ artigos

Dr. Hoffnung é uma seção abrangente de boas ideias, dicas de comportamento, alimentação e viagens. Ou seja, tudo aquilo que faz muito bem para a saúde.