por Equipe Horóscopo Virtual

Mapa do amor: quais casas astrais falam sobre suas relações?

Quem nunca fez de tudo para descobrir o signo da pessoa pela qual se está interessada, que atire a primeira pedra. Para quem gosta de astrologia, é premissa básica saber o signo e poder, antes mesmo de acontecer qualquer coisa, pesquisar sobre o temperamento e sobre as preferências da pessoa. Os que vão mais além, também querem saber se os signos combinam e se prevenir ou se preparar para qualquer similaridade. Muitas vezes, os astros podem nos dar aquela esperança que faltava ou nos mostrar que o melhor é partir para outra. 

É óbvio que podemos nos dar bem com qualquer signo e achar no amor de nossas vidas uma pessoa cujo sol está em um signo que nunca sonhamos, mas é fato que sempre teremos um par considerado perfeito. Isso porque aquela máxima de que os opostos se atraem, também faz muito sentido se tivermos como base a astrologia. 

Nós sempre tendemos a buscar nos outros aquilo que nos falta, e na astrologia os signos complementares que têm grandes chances de serem pares muito bem-feitos, são os signos opostos. Um signo sempre terá seu parceiro ideal na casa 7 do seu mapa astral.  

Leia mais sobre as 12 casas do seu mapa astral e o que elas representam!

Cada uma das casas astrológicas representam um aspecto de nossas vidas, e neste caso o eixo astral da parte amorosa é explicitado através da casa 7, que por sua vez sempre estará completamente oposta à casa 1 de cada mapa astral. A casa 1 é sempre o nascimento, o início, a que fala diretamente de você e indica seu signo solar, já a casa 7 é a que mostra a forma como você se relaciona, as tendências de pares amorosos e de quais tipos de pessoas você se identifica ou relaciona da melhor maneira. Inclusive, é nesta percepção de casas opostas que conseguimos nos reconhecer e entender melhor quem somos. É o "eu" olhando no espelho e buscando ideais que, muitas vezes, parecem inatingíveis. 

Por exemplo, um capricorniano encontrará seu par amoroso considerado ideal no signo de Câncer. Isso porque os capricornianos, sempre tão sérios e rígidos, tendem a buscar no par ideal alguém que seja extremamente sentimental e afetuoso, para que desta forma os lembrem da importância superior da família perante o trabalho. Já os cancerianos, sempre tão sonhadores, precisam de uma parceria que os puxem de volta para a Terra e os façam ser um pouco mais racionais, precisam de um líder e de pulso rígido para conseguir levar a vida adiante. 

No entanto, vale dizer que o signo oposto não precisa estar necessariamente no sol da pessoa amada, uma pessoa que tenha muitas características deste signo por meio de uma reunião de outras indicações de seu mapa astral, também é forte candidata. 

É importante sempre ressaltar que a astrologia é uma ciência complexa, devemos levar em conta diversos detalhes e indicações de todo o mapa astral, para que ele seja avaliado em conjunto. A única forma de determinar tendências específicas é fazendo uma avaliação única e individual, pois todos nós somos seres complexos e repletos de particularidades.  

A indicação de sinergia entre signos ascendentes e descendentes, é a mais simples para se considerar possíveis importantes conexões entre duas pessoas, mas jamais deixe de levar em conta um todo e muito menos se espante se o seu parceiro de muitos anos não for o seu oposto, a vida é feita de surpresas e até mesmo de exceções.  


Artigo escrito por Roberta Lopes da Equipe Horóscopo Virtual.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.