por Silvia Ligabue

Mudar não é fácil, mas é inevitável

Após 25 anos de carreira ainda me pergunto por que é difícil mudar e gostaria de compartilhar esta minha reflexão com vocês. Mudar é um verbo transitivo, que designa uma ação. Agir significa realizar, comportar-se entre outros. Logo a ação nos traz a possibilidade de realização.

Dizia Heráclito (500 a.c) filósofo pré- socrático: “Nada é permanente, exceto a mudança”, parte do princípio que tudo é movimento nada pode permanecer estagnado. A ideia de que toda mudança é sempre uma alternância dos contrários, coisas secas, umedecem, coisas úmidas ficam secas, o quente esfria, o frio esquenta entre outras. O que nos faz pensar que todo desconforto, obstáculo vivido ou um problema, sempre terá um fim e, uma situação agradável também, por isso viver o momento de uma forma presente, com foco e dando a importância que ele tem.

Segundo Albert Einstein: “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. Fica claro com esta colocação, que se não houver uma nova atitude, não haverá a menor possibilidade do novo acontecer.

A dificuldade da mudança vem desde a infância, pois criamos nossas crenças de como vemos o mundo e elas são formadas por ideias equivocadas, vindas da grande influência da família sobre as crianças. Neurocientistas contemporâneos falam que as conexões neuronais se fundamentam por volta dos cinco anos e assim a base da formação da personalidade.

Desta forma são formadas as crenças positivas e as limitadoras que nos impedem de mudar, como por exemplo: “Só ganho dinheiro se trabalhar muito”, “Os homens não prestam”, “Não levo jeito para dançar, nunca vou conseguir”.  Por serem crenças que te impossibilitam a mudança, devem ser vistas através do autoconhecimento para que de fato ocorra a possibilidade de serem transformadas.

Vivemos hoje em um mundo que pede por mudança o tempo todo, visto a rapidez com que as coisas acontecem, devido ao avanço tecnológico que deixa marcas culturais e interfere no modo do ser humano pensar, agir e se comportar. E mesmo sabendo que tudo é impermanente, que nada dura para sempre, como falei a pouco, apresentamos muita dificuldade em mudar e mantermos as mudanças.

"Mudar é difícil, mas possível" Paulo Freire

Segundo Paulo Freire: “Mudar é difícil, mas possível”, o que confio ser verdade, já que somos seres que podemos ir e vir conforme nossos desejos e metas a serem alcançadas. Existem ainda duas perguntas que podemos fazer para que se efetive qualquer mudança “O que quero mudar?” e “Como Mudar?”. Vamos pensar mais um pouco, pois não temos nenhuma cartilha que nos ensine a fazer isso, mas ideias para contemplar. Olhe para você, se conheça para que possa entender o que quer mudar e defina quais as áreas de prioridades, não dá para mudar tudo de uma vez, pois assim se perde o foco, a frustração aumenta e nada acontece.

Quando descobrir o que você quer mudar, vai entender que o processo que te leva a esta nova condição, vai te conceber uma revisão dos seus valores e fazer com que você se conscientize de seu momento atual. E assim viverá seu crescimento pessoal que só te trará benefícios. Mas que de novo não será fácil, pois temos nosso lado “negativo”, porém humano, que muitas vezes não gostamos de olhar, mas que faz parte de nós e que deverá ser também analisado.

Outro ponto a se atentar, é o de que toda mudança traz uma perda dentro de si e com isso a necessidade de fazer escolhas. E agora é a hora de olhá-las de frente e se você acreditar que conseguirá viver com elas, siga adiante.

Seja verdadeiro com você mesmo e descubra se consegue sua mudança sozinho, caso isso não aconteça, existem profissionais que podem ajudá-lo, trabalhos pontuais para que isso aconteça. Comece suas mudanças se abrindo para a ideia que nem tudo se faz sozinho. Seu “ajudador” poderá enxergar coisas que você não está vendo, por isso quebre este paradigma desde já, acreditando que pedir ajuda não é para fracos e, boa mudança.

Silvia Ligabue

+ artigos

Psicóloga e Coaching em Bem-estar. Palestrante de temas motivacionais, comportamentais e escritora. Autora dos livros "Faça Escolhas, não terceirize sua vida” e "Foque em você, uma reflexão diária!" lançados pela editora Autografia.

site silvialigabue.com.br

facebook /SilviaLigabue

fone (11) 2865-4845

email [email protected]

instagram @silvia_ligabue

celular (11) 99129-6351

youtube SilviaLigabueTerapias