por Joel Aleixo

O Despertar Alquímico

A Alquimia e as flores salvaram a minha vida. Até os 28 anos, eu era uma pessoa extremamente doente e infeliz. Era hipertenso, diabético, obeso. Bebia em excesso e vivia intoxicado por remédios e drogas. Cheguei a tamanho desequilíbrio que só um milagre para me tirar do fundo do poço. E foi exatamente o que aconteceu. 

Vivenciei fenômenos espirituais que provocaram em mim uma profunda transformação interior. Durante 28 dias, fiquei trancado dentro de um quarto, no escuro, sem comer absolutamente nada e bebendo apenas um copo de água por dia. 

Perdi 30 quilos, todos os dentes da boca, meu corpo se abriu em chagas e senti uma excruciante dor, física e emocional. Mas ganhei consciência e uma nova vida: morria o Joel sindicalista, comunista, materialista e ateu; nascia um novo Joel, ainda bebê, engatinhando em paragens nunca antes vistas ou exploradas, mas feliz ao vislumbrar o horizonte de infinitas possibilidades que se descortinava diante de mim.

Foi nesse quarto escuro, enquanto vivia um doloroso processo de desintoxicação física, emocional e mental, que pela primeira vez entrei em contato com o homem que me guia e me conduz desde então. Seu nome é Jonathas e ele é o alquimista mentor do meu trabalho. Um homem sábio e profundo conhecedor da natureza e da alma humana. 

Ele viveu no ano 600 em Alexandria, no Egito, mas permanece vivo e atuante, me inspirando seja nas panaceias alquímicas criadas no meu laboratório, nos ensinamentos da Escola de Alquimia ou ainda no meu cotidiano de buscador, sempre a me motivar com seu exemplo de perseverança e força espiritual, de humildade e abnegação. A extraordinária história desse homem excepcional eu narro no livro “Jonathas e a Árvore da Vida”. 

E serão muitas as vezes que falarei desse grande mestre aqui na nossa coluna. Espero transmitir a vocês um pouco da sabedoria desse alquimista, que é o guardião da Alquimia e responsável maior pela disseminação da “arte de curar todos os males” através dos tempos. Encerro com seu juramento, que faço meu, diariamente, com indescritível gratidão por ser um instrumento para que sua palavra seja levada a cada vez mais pessoas, em todos os cantos do planeta.  

Juramento Alquímico de Jonathas

Juro jamais trair a minha crença na arte da Alquimia;
Através das suas panaceias a cura se dará.
Juro jamais trair a esperança do moribundo;
Usarei a verdade como o bálsamo maior do despertar da consciência. 
Juro jamais manipular com a dor daquele que sofre na solidão da noite eterna;
Usarei a luz da inspiração alquímica para iluminar a sua busca.
Juro combater as forças humanas do ego traiçoeiro;
Usarei minha jornada para me autoconhecer e me aprimorar.
Juro jamais ser movido pela ganância do ouro que reluz na matéria;
Usarei meus ganhos para exaltar ainda mais a Alquimia.
Juro me libertar dos preconceitos para poder compreender profundamente o outro.
Juro me libertar dos dogmas para permitir que a verdade seja dinâmica e eterna.
Juro me libertar dos vícios que deformam o caráter humano.
Juro ser um alquimista livre de mim mesmo para que a graça divina, através do meu Eu, se manifeste como o dom da cura.

Joel Aleixo

+ artigos

Joel Aleixo é alquimista, escritor, professor, palestrante, empresário. Seu sofisticado Sistema Floral, criado em 1992, é único no mundo a usar os princípios da Alquimia para extrair a essência das flores. Fundador da Escola de Alquimia, também em 92, já formou milhares de terapeutas florais no Brasil e no Exterior.