Compartilhar

por Paulo Bregantin

Psicanálise e felicidade - conheça os significados

Psicanálise é a procura da felicidade através da busca das necessidades/desejos ativas e inativas precedentes do nosso inconsciente, invisível a vista humana, porém sensibilizada em nossas ações no dia a dia.

Quando descrevemos a Felicidade não podemos deixar de lado o quem vem a ser na prática, ou o significado de felicidade:

1- Felicidade é um caminho e não um objetivo.

2- Felicidade é um processo de acertos e erros durante nossa vida aqui na terra.

3- Felicidade tem a ver com o estado de espírito que estamos vivendo no presente e, nunca no passado ou no futuro.

4- Felicidade é relacionamento com seus iguais e com seus diferentes.

A Felicidade segundo Freud "Esse homem encontrou a felicidade ao descobrir o tesouro de Príamo, o que prova que a realização de um desejo infantil é o único capaz de proporcionar a felicidade".

Não existe felicidade sem o desejo (desejo infantil); O que vem a ser isso? O desejo não é necessariamente uma necessidade.

Necessidade é um conceito biológico, natural, implica uma tensão interna que impele o organismo em uma determinada direção no sentido de busca de redução dessa tensão ou satisfação, logo, a autoconservação (ex.: necessidade de fome, então buscamos comida), o desejo, sendo de ordem puramente psíquica, é desnaturado e como tal pertence à ordem simbólica. Enquanto a necessidade é biológica, instintiva e busca objetos específicos (comida, água, etc.) para reduzir a tensão interna do organismo, o desejo não implica uma relação com esses objetos concretos, mas sim, com o fantasma ou fantasia. Ou seja, “o fantasma é, ao mesmo tempo, efeito do desejo arcaico inconsciente e matriz dos desejos atuais, conscientes e inconscientes”. 

Não podemos fugir e fazer-nos de desentendidos quanto relativizamos Desejo e Necessidade, ou quando não desnudamos o que é biológico do que é psíquico – O não entendimento dessas diferenças causam em nossas vidas expectativas que nos frustram de sobre maneira, causando enfermidade como a Depressão e a Ansiedade.

É impossível buscar a felicidade sem o intraconhecimento (autoconhecimento fisiológico, biológico, espiritual) e interrelacionamento (relacionar com as pessoas que nossos rodeiam). Quando exercitamos esses dois princípios nos achegamos próximos da felicidade, pois como sabemos a felicidade não é chegar ao “topo” e sim com “quem” chegamos e o que nos sobrou depois da caminhada, ou mesmo como foi a caminhada, até chegarmos ao nosso destino.

Compartilhar

Paulo Bregantin

+ artigos

Mais de 25 anos dedicado ao cuidado de pessoas, sendo Psicanalista Clínico e escritor com várias obras publicadas. Atua nas redes sociais como dono, gerenciando a página Paulo Bregantin e o Grupo Psicanálise Integrativa.

facebook /Paulo-Bregantin