por Cássia Marina Moreira

Como dá trabalho ser feliz!

É maravilhoso aprender e compartilhar das possibilidades que cada ser humano cria para estar no mundo e enfrentar a sua própria história e vida, cada qual com sua personalidade e maneira de construir seu mundinho, por vezes somente com ar suficiente para continuar respirando dentro da própria dificuldade que em certas ocasiões a vida traz, mas que em outras são criações espontâneas da mente que alimentamos ao longo dos anos.

Sem sombra de dúvida por parecer que aquela maneira é a melhor maneira de viver e deixar viver, mal se percebe que algo está destoando e que está muito difícil de carregar este "pequeno mostro".

Se pudermos complicar sempre um pouco mais, para que facilitar?

Penso ser esta a máxima que nós humanos temos sempre em mãos, mesmo que esteja lá no fundinho escondido, ela sempre aparece de forma tão simples e tão rapidamente, que nem sempre conseguimos entender como é que nós mesmos nos damos tanta corda para o nosso futuro enforcamento. É duro, mas é isso mesmo. O eu carrasco existe!

Calma, depois que aprendemos as regras do jogo, jogar fica mais fácil! 

Esta é uma tecla que venho ‘martelando’ inúmeras vezes, conhecer-se é a saída, talvez a melhor saída, diga-se de passagem. Somos quase que desconhecidos de nós mesmos, daí as intermináveis armadilhas que armamos e caímos se não todos os dias - quase que dia sim, dia não...

Aprender a pensar o que se está pensando, pensar o que exatamente está sentindo ou querendo, onde é que realmente pretendo chegar, nem sempre é fácil. 

Sair do automático é passar a tomar conta dos pensamentos, para que eles não nos preguem peças ou zombem de nós em nossas distrações, isso é aprender a pensar e não é nada fácil.

Estar de bem consigo mesmo é difícil e requer certa prática!

É aquele trabalhinho duro que nem sempre nos dispomos a fazer, sempre se pensa em burlar as regras e o que se quer é ser feliz sem ter trabalho, sem ter que dar duro, para isso. Esqueça porque isto simplesmente, não existe! Ser feliz dá muito mais trabalho do que se acomodar nas proximidades dos vários muros de lamentações que estão instalados por aí.

É mais fácil nos deixar levar pelo vale de lágrimas do que traçar um plano para a realização. Afinal, por vezes nem sabemos o que vai nos realizar, então ficamos sentados ali no meio do caminho, esperando que alguma coisa maravilhosa ou que uma seta luminosa possa finalmente indicar qual a direção a seguir.

Repito, dói, porém... Isso não existe! Ser feliz dá trabalho! Mas quem disse que todo trabalho é chato? Podemos reexaminar este conceito e descobrir uma ou duas coisinhas importantes. Primeira, talvez a mais importante, tudo na vida dá trabalho. E que trabalhar para construir uma vida com autorrealização não é necessariamente um sofrimento sem fim.

É possível já ser feliz enquanto trabalhamos em prol de nossa própria felicidade!

Se tivermos isto em mente, poderemos afastar aqueles fantasminhas com carinhas de camaradas, que criamos ao viver. Como disse, quando sabemos a regra fica mais fácil jogar! Então, fique de olho em seus pensamentos, em seus sentimentos, para ver se não está deixando de lado a coragem para encarar, se conhecer, pontos fracos, onde a corda pode arrebentar, onde a vontade é mais fraquinha... E então ir atrás de ajuda, de orientação para melhorar estes pontos que precisam de reforço, que podem ajudar a melhorar o autoconhecimento e com isso elaborar a autoestima. Claro que são etapas que levam tempo, mas é um “investimento”, como se fala para tudo hoje em dia. 

Mas, pense que é um aprendizado para todo o sempre, lidar consigo mesmo acaba sendo um ótimo negócio, não é mesmo!?

Cássia Marina Moreira

+ artigos

Psicóloga com especialização em Terapias Florais. Autora dos livros “Águas que transformam - conheça as essências vibracionais da natureza” e “Essências Vibracionais D'Água”.

site essenciasdagua.com

facebook Essências Vibracionais D'Água

email [email protected]

skype Cassia_Marina