por Lilian Evangelista

Qual o significado do Natal para você?

Não sei por quê esse tema me fez lembrar de um personagem da Escolinha do Professor Raimundo  - Seu Joselino Barbacena – quando ele dizia “Quando eu era criança pequena lá em Barbacena...” Acho que por ser parte da minha infância, assim como também o Natal ter entrado na minha vida também em minha infância, ou quem sabe,  por se tratar de um senhor que trazia em si a inocência de uma criança que nunca deixou de ser.

Natal tem isso! O “ser criança”!

A chegada do Papai Noel, a entrega de presentes, a reunião de amigos e familiares, a ceia, a confraternização. E os sentimentos que envolvem o universo infantil: o dar, o receber, a amizade, o amor, e principalmente o perdão.

Porque é assim: criança perdoa e nem sabe que perdoa. Ama, sem saber que está amando. Porque criança não sente! Criança é!

Criança é o Natal, no sentido mais puro que existe.

Estamos tão acostumados ao consumismo desta época de festa, para nós é tão normal o colorido e luminosidade destes dias. Perdemos a curiosidade da magia, e nos perdemos do seu verdadeiro sentido.

Longe de qualquer ideologia ou religião, um fato é certo: o Natal só existe porque uma criança nasceu. Veio ao mundo para falar coisas diferentes do que estamos acostumados a ouvir, nos questionando em nossos valores, e nos ensinando que para sermos felizes precisamos ser como as crianças. Que precisamos nascer de novo! Um cara chamado Jesus Cristo que revolucionou o mundo, e lá se vão séculos de suas ideias, mas estas continuam a nos questionar, e refletir com olhos novos para as situações cotidianas. Ver o mundo com olhos de compreensão, de paciência, de amizade, de amor, de perdão. Olhos de luz!

Até mesmo um olhar crítico, por que não? De uma maneira que possamos avaliar o que está errado, o que é injusto, o que faz sofrer. E fazer deste mundo um lugar melhor para se viver.

Sim, somos pequenos! Você vai pensar: “Eu não posso mudar o mundo!”. Perceba, o mundo pode ser a sua casa, o seu trabalho, os seus relacionamentos, o mundo pode ser você!

O Natal é aquela chama que o vento toca, mas que sempre se refaz, insistindo em nos chamar, é uma luz de esperança, o Natal é um lugar mais fraterno, onde os abraços são fortes, as lágrimas correm soltas, verdadeiras e únicas. O Natal é aquela saudade transformada em presença real. É o olhar sempre inocente! É o renovar-se! É o transformar!

Façamos diferente! Sejamos nós o Natal! Que possamos ser luz que brilha na escuridão do outro. Sejamos a ceia que sacia a fome do outro! Sejamos a justiça com misericórdia!  

E para você, o que é o Natal?

Lilian Evangelista

+ artigos

Escritora de coração. Casada, mãe de dois filhos. Um livro publicado no ano de 2014 "Entre anjos e flores" pela Editora Virtual Ânema. Atualmente escrevo em meu blog pessoal. "Descobri que as palavras são a minha revelação,e permitem que eu seja essa pessoa que se constrói e se desfaz, pois a cada nova palavra, um novo pensamento."