Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Traição tem perdão? Como superá-la de uma vez por todas?

Muitas pessoas sonham em encontrar a sua alma gêmea e finalmente iniciar um relacionamento com ela, compartilhando não somente os seus sonhos e ambições, mas também as suas tristezas e angústias. Assim, sempre terão um ser especial ao seu lado para lhes fornecer apoio, amor incondicional e, quando necessário, aquele puxada de orelha.

Entretanto a visão de namoros e de casamentos é bastante romantizada, o que pode gerar diversos problemas, porque os seres humanos são complicados, então qualquer tipo de relacionamento não é fácil, em especial aqueles que são amorosos.

Para que uma união dê certo, é preciso não somente ter isso em mente, mas também se preparar para lidar com os mais variados tipos de adversidades. Superar todo e qualquer problema é a chave para que um relacionamento seja bem-sucedido, pois evitá-los completamente é algo impossível de ser realizado.

Algumas situações, contudo, são bastante dolorosas e impossíveis de serem previstas. Mais do que isso: a reação de cada pessoa diante delas varia bastante, o que pode influenciar ainda mais a recuperação do casal. A traição é um exemplo bastante claro de algo que pode destruir um relacionamento, por mais forte que ele seja.

Por ser algo muito difícil de lidar, o Horóscopo Virtual decidiu criar um artigo especialmente para esse tipo de problema conjugal. Assim, identificar e entender como superar uma traição se torna algo um pouco menos complicado. Confira!

Entenda as diferenças entre as traições femininas e masculinas

O que é traição?

Antigamente era muito simples e fácil definir o que era a traição. Quando um parceiro se envolvia sexualmente com outra pessoa que não fosse o seu cônjuge, esse ato de infidelidade era estabelecido. Hoje em dia, contudo, as coisas mudaram um pouco.

O sexo fora do relacionamento – quando ele é monogâmico – ainda continua sendo considerado um adultério, é claro. Mas traição, atualmente, abrange diversas outras atitudes que podem parecer pequenas, mas que afetam diretamente na vida de um casal. Isso se dá, inclusive, por certa influência da tecnologia.

Atualmente, a lista do que é considerado traição é bastante extensa. Manter um perfil de paquera, por exemplo, mesmo depois que uma relação séria foi firmada, é considerado um tipo de deslealdade. Ao mesmo tempo, flertar – mesmo que inocentemente – também é mal-visto.

Não só isso: mandar mensagens com teor sexual (o famoso sexting) ou até mesmo nudes para alguém que não seja o seu cônjuge é considerado traição. Para alguns, até mesmo tirar a aliança para ir em algum tipo de reunião é um tipo de infidelidade.

Tudo o que foi citado acima não diz respeito ao ato do sexo em si, entretanto isso não diminui a sua gravidade, pois continua sendo um tipo de desrespeito em relação ao parceiro e em relação a toda a relação que foi criada entre os dois.

Assim, é completamente normal que a pessoa traída se sinta triste, chateada e até mesmo brava. A validação desses sentimentos perante esses acontecimentos sempre deve acontecer!

5 dicas para recomeçar no amor depois de uma traição

Flagra de traição

Descobrir uma traição é algo muito doloroso, e isso pode acontecer de diversas formas. Entretanto o flagra é ainda pior, pois muitas vezes o parceiro é pego desprevenido.

É importante lembrar, contudo, que o flagra de uma traição não precisa ocorrer, necessariamente, da forma mais tradicional, que diz respeito ao cônjuge vendo, de fato, o seu amado tendo relações sexuais com outra pessoa. Perceber que ele deixou a aliança em casa de propósito, por exemplo, é um tipo de flagra.

Além disso, descobrir mensagens secretas ou um perfil de paquera ao mexer inocentemente no celular do outro é tão chocante e doloroso quanto tudo aquilo que já foi citado. O flagra, independentemente de como e quando ocorre, é chocante e pode provocar diversos tipos de reações!

Traição não tem perdão

A traição é algo muito triste para qualquer relacionamento. Quando esse tipo de episódio ocorre, a pergunta sobre a qual as pessoas mais ponderam é: traição tem ou não tem perdão? Embora seria ótimo se existisse uma resposta clara e pronta, essa questão é extremamente pessoal.

Isso quer dizer que a resposta pode mudar de indivíduo para indivíduo. Por esse motivo é importante pensar muito sobre esse acontecimento e sobre o que ele significou para você antes de dar um veredito definitivo para o seu parceiro. Assim, arrependimentos serão evitados no futuro.

Em momentos assim, é normal que a gente peça conselhos para aqueles que são próximos de nós. Entretanto, ao tomarmos a nossa decisão, não podemos levar em consideração o que eles irão pensar de você. É necessário ponderar sobre todas as opiniões que lhe foram dadas para, assim, escolher o melhor para você e para o seu parceiro – no caso do perdão –, ignorando tudo aquilo que possam falar no futuro.

O preço da traição

Quando uma pessoa trai, ela deve estar preparada para lidar com todas as consequências que esse ato pode trazer, seja a separação ou a reconciliação. Todos os sentimentos do cônjuge são extremamente válidos, e é necessário engoli-los.

O preço da traição pode ser muito alto não somente para aquele que foi infiel, mas também para o que foi traído. Por isso é preciso assumir a responsabilidade por seus atos, para que, qualquer que seja a resolução do problema, ela seja feita sem causar ainda mais estragos.

Teste: como você reage a uma traição?

Como superar uma traição?

A superação de uma traição pode ser feita de duas formas, e ela depende de um fator muito importante: o casal vai continuar junto ou vai se separar? A resposta é que irá ditar a melhor forma de proceder.

Se o casal decidir se reconciliar, é preciso que ambas as partes entendam que muito trabalho se encontra em seus caminhos. Os dois vão ter que aprender a lidar com os seus sentimentos e também com os de seus parceiros. Nesses casos, a terapia pode ser a melhor opção. Não só isso: o perdão é necessário nesse caso, e ele tem que ser genuíno.

Será necessário conversar bastante, além de ter em mente que as coisas não voltarão ao normal de um dia para o outro – talvez elas nunca voltem. É preciso se adaptar a uma nova realidade e ver isso como um tipo de recomeço. Além disso, é preciso que os dois realmente queiram que essa reconciliação dê certo, caso contrário tudo será uma perda de tempo.

Caso o casal decida se separar, a superação deverá ser feita de forma individual. Os dois deverão procurar a melhor forma de deixar o que ocorreu para trás, seja por meio da terapia ou outros tipos de atividades que os façam se sentir melhor.

Seja qual for a decisão tomada, é importante se lembrar de que não existe certo ou errado nesse momento. Cada casal lida com esse acontecimento de uma forma e cada um tem um método de superação diferente. O importante é que, no final, ambas as partes deixem esse episódio para trás – juntos ou não.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.