Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

10 curiosidades sobre o Natal e seu bom velhinho

O Natal envolve um clima repleto de magia e felicidade. Muitas pessoas aproveitam a data para reunir a família, reencontrar amigos, trocar presentes...

Nesta época muitos são tocados pela compaixão, fraternidade e alegria e passam a viver e transmitir o verdadeiro espírito natalino. 

Repleto de tradição Natal envolve muito misticismo e curiosidades. Para deixar essa época com um clima ainda mais mágico, selecionamos 10 incríveis curiosidades sobre o Natal. Essas curiosidades vão deixar o seu Natal mais encantado.  

Tem crianças em casa? Então reúna todas elas e divirta-se com essas incríveis curiosidades sobre o natal e seu bom velhinho. 

10 incríveis curiosidades sobre o Papai Noel e o Natal

1. A origem do Natal

O Natal é uma das poucas datas comemorativas celebrada em diferentes culturas. A festa que marca o nascimento de Jesus Cristo é comemorada em diferentes datas, porém em todas as culturas com a mesma importância e intensidade. O dia 25 de dezembro foi estabelecido oficialmente o Dia de Natal no século IV. Em antigas comemorações a festa de Natal chegava a durar até 12 dias. Do ponto de vista histórico e cronológico, o Natal é uma data de grande importância para cultura ocidental, pois marca o ano 1 da história.

2. O bom velhinho

Mas e o Papai Noel ele realmente existiu? De onde veio esta tradição? Segundo pesquisas e estudos, o Papai Noel nasceu na Turquia. Inspirado no bispo Nicolau, a figura do papai noel surgiu em 280 d.C. A tradição conta que o Nicolau costumava ajudar pessoas mais necessitadas. Rotineiramente o bispo deixava saquinhos com moedas próximo as chaminés das casas. Instituído como santo pela igreja católica, São Nicolau passou a ser adorado e idolatrado por muitos. A associação a imagem de São Nicolau ao Natal aconteceu na Alemanha. Em pouco tempo a tradição alemã ganhou popularidade e se tornou comum em todo o mundo. 

3. O papai noel tem diferentes nomes ao redor do mundo

Seu nome original era Nicolau, mas a partir daí surgiram vários apelidos. Nos Estados Unidos o bom velhinho recebeu o nome de Santa Claus, uma evolução do nome São Nicolau. Outros nomes dados ao Papai Noel são: St. Nicklauss, St. Nick, St. Klaus, Weihnachtsmann, Vejito Pascuero, Père Noel, Babbo Natale, Father Chistmas, Jultomte, Papá Noel, Pai Noel, entre outros.

4. A invenção da árvore de natal

A tradicional árvore de natal teve origem na Alemanha em 1530 com Martinho Luthero. Segundo a história, seu criador, Lutero, em um passeio pela floresta, ficou encantado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. Inspirado também no brilho das estrelas do céu, Lutero reproduziu em sua casa esse belo cenário. A tradição chegou ao continente americano trazida por alemães. Hoje a árvore de natal está presente em quase todas as culturas e simboliza alegria, paz e esperança.

5. A arte de enfeitar a árvore

O costume de enfeitar a árvore de Natal com bolas coloridas se deu na tradição cristã. As bolas e adornos eram colocados na árvore para simbolizar frutos. No início da tradição cada enfeite levava consigo as virtudes, desejos e sonhos das pessoas e da casa onde a árvore de natal estava montada e decorada. 

6. Mas e quem inventou o presépio?

O primeiro presépio foi montado por São Francisco de Assis. Na noite de 25 de dezembro de 1223, em Greccio, na Itália, São Francisco quis reproduzir de maneira realista a imagem do nascimento de Jesus. Com a permissão do Papa, ele montou o presépio com a imagem do menino Jesus, da Virgem Maria, de José e de alguns animais como boi e jumentos vivos. 

7. A verdadeira roupa do Papai Noel

Até o final do século XIX, o Papai Noel usava roupas de inverno nas cores marrom e verde. Somente em 1886 que o bom velhinho ganhou novas roupas. Neste mesmo ano, o cartunista alemão Thomas Nast criou uma imagem mais moderna para o personagem. O traje que leva as cores vermelha e branca, com cinto preto foi apresentado por Nast na revista Harper’s Weeklys. Esta tradicional roupa do Papai Noel ficou anda mais conhecida graças a uma campanha publicitária da marca Coca-Cola. Associada as cores do refrigerante, a roupa do bom velhinho ganhou popularidade em todo o mundo. 

8. Luzes de Natal

O pisca pisca é hoje uma tradição. Presente na decoração da árvore dos lares do mundo inteiro as luzes de natal trazem ainda mais magia, energia e alegria para árvore.
Mas se você pensa que está é uma tradição antiga está muito enganado. O primeiro pisca pisca foi utilizado apenas em 1895. 

9. As tradicionais canções natalinas

O costume de cantar canções de natal veio de um antigo costume inglês. Chamado Wassailing, o hábito tratava-se de uma reunião de vizinhos para cantar belas músicas e brindar por uma vida longa e repleta de saúde. Dentre as mais famosas canções de Natal se destaca Jingle Bells. Conhecida no mundo todo, a canção foi escrita para celebrar o dia de Ação de Graças. Por sua melodia fácil, repetitiva e encantadora a canção se tornou uma das queridinhas do Natal americano. 

10. Enfim a troca de presentes

A tradição da troca de presentes foi associada a iniciativa dos presentes dados ao menino Jesus pelos três Reis Magos. Outras histórias contam que o bispo Nicolau tinha o hábito de levar presentes famílias carentes. Os saquinhos cheios de moeda eram colocados próximos a chaminé das casas. Segundo relatos a troca de presentes foi oficializada por Papa Libério em 354 d. C.

Artigo escrito por Tatiane de Paula.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.