por Giovanna Sapienza

Autocontrole

Estamos cansados de saber a importância de desenvolvermos o autocontrole, mas pouquíssimas vezes, efetivamente, praticamos ele em nosso dia a dia. Se parássemos para analisar perceberíamos como perdemos qualidade de vida pela falta do autocontrole.

Às vezes uma simples conversa com um companheiro sobre algo que é extremamente benéfico e positivo para você, pode se tornar uma discussão acalorada, e te deixar completamente agitada e nervosa. Quantas vezes começamos a conversar com alguém em um clima positivo, e de repente por uma palavra virada ou mal colocada transformamos o diálogo em uma discussão.

Temos que ter consciência que o autocontrole é uma ferramenta para melhorarmos a nossa qualidade de vida. Temos que nos comprometer a desenvolvê-lo, não pelos outros, mas por nós mesmos. Quando perdemos o autocontrole, ficamos irritados, estressados ou agitados, bagunçamos toda nossa estrutura energética corporal e espiritual.

Perceba, quanto mais irritado e nervoso você fica mais difícil é retornar ao seu estado “normal”. Sempre quando brigamos ou nos indispomos com alguém, demoramos um tempo para retornar ao nosso centro, sem contar que muitas vezes esta discussão nos rende pensamentos negativos de julgamento durante dias.

Acredito que ainda não nos comprometemos com esta mudança interior, pois ignoramos o mal que estes excessos nos causam. Achamos que ficar irritado ou brigar com alguém é algo normal, que faz parte da rotina dos relacionamentos. Se você quer melhorar a sua vida, obter resultados diferentes nos seus relacionamentos (sejam eles afetivos, familiares ou amistosos), evite e elimine essas reações do seu cotidiano. Outra coisa nociva e prejudicial é perdermos o controle por problemas do dia a dia ou dificuldades em realizar aquilo que desejamos, isso nos prejudica ainda mais e não resolve absolutamente nada.

Eu compreendo que a tarefa do autocontrole é desafiadora, mas para que você realmente consiga desenvolvê-lo é preciso internalizar o quão prejudicial estas reações são, isso tudo sem contar a contra parte espiritual. Cada vez que brigamos ou nos indispomos com alguém criamos teias energéticas nocivas em nosso corpo; além de estabelecermos ligações negativas com estas pessoas, principalmente quando ficamos pensando ou falando mal delas ao longo do nosso dia. Cada grito que você dá, cada vez que você fica nervoso por algum motivo, você desprende de seu corpo uma quantidade absurda de energia, por isso que após essas reações você muitas vezes fica cansado ou deprimido.

O autocontrole é uma manifestação de responsabilidade com seu corpo e espírito. Faça o teste por uma semana, tente ponderar suas reações. Você verá como a qualidade dos seus dias aumentará e você se sentirá muito melhor. A chave principal para esta prática é não se entregar às reações nocivas. Cada vez que você se deparar com algo que te incomode ou te irrite, procure mudar seu foco, fazer algo diferente ou sair da situação. Não dê a primeira palavra inflamada ou grosseira, saia desta energia imediatamente. Caso não exista a possibilidade de sair da situação, por algum motivo, tente responder a ela de maneira diferente e controlada.

Faça o teste, tenho certeza que isso vai te ajudar muito.

Boa Sorte!

Giovanna Sapienza

+ artigos

Terapeuta Holística, Jornalista e espiritualista, fundadora do projeto Saber Pleno. Amante de arte, comunicação e natureza, já estuda espiritualidade e novos caminhos para saúde e bem estar há 5 anos. Acredita muito nas relações pessoais, nos processos energéticos e nos bons sentimentos como caminho para uma vida feliz.

Frase de cabeceira: “A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional.”