Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Dia do Fotógrafo

A primeira fotografia da história foi capturada em 1826, pelo fotógrafo francês Joseph Nicéphore Niépce. Desde então, essa arte tomou conta de todo o mundo, sendo incorporada até mesmo em obras de arte, com o objetivo de fixar e construir memórias sobre a vida, sobre a sociedade e sobre as mais variadas paisagens.

Como as fotos influenciam a energia dos ambientes?

Fotografar uma cena, um lugar ou uma pessoa é uma habilidade que exige técnica, inspiração e sensibilidade. O Dia do Fotógrafo, celebrado em 8 de janeiro, tem como objetivo reconhecer esses profissionais, que podem atuar na publicidade, tirando fotos atrativas e chamativas, no jornalismo, com cliques informativos e históricos, no cinema, criando uma realidade alternativa, ou em eventos, eternizando os melhores momentos da vida de alguém.

A data 8 de janeiro foi escolhida para o Dia do Fotógrafo porque foi em 8 de janeiro de 1840 que a primeira câmera fotográfica analógica chegou ao Brasil. Esse momento histórico possibilitou que, inicialmente, as pessoas mais abastadas fizessem retratos de quem eram, do que viam e da vida que levavam.

Atualmente, uma pessoa pode se considerar fotógrafa ainda que seu único instrumento para fotografar seja seu celular. Se esse é o seu caso, você pode se inspirar nos trabalhos mundialmente reconhecidos de grandes fotógrafos nacionais e internacionais. Como será que o signo de cada um deles afeta a forma de enxergar o mundo? Confira!

1) Sebastião Salgado

Sebastião Salgado é um dos maiores nomes da fotografia brasileira, sobretudo no fotojornalismo. Ele nasceu em 1944, em Minas Gerais, e conquistou o mundo com fotos em preto e branco que abordam contrastes da sociedade e da natureza.

O signo de Sebastião é Aquário. Essa configuração do céu quando ele nasceu reforça o potencial de inovação na fotografia e de denúncia das dificuldades que o Brasil enfrenta. É um profissional que não tem medo de ousar e de construir o próprio estilo, diferente de tudo que já se viu.

2) Dorothea Lange

Dorothea Lange é uma fotógrafa de renome internacional. Nascida nos Estados Unidos

da América, em 1895, Dorothea mostrou ao mundo os impactos da Grande Depressão estadunidense na vida das famílias menos afortunadas. Os retratos que ela fez evidenciam as dificuldades que as pessoas enfrentavam naquele período da história.

Sendo uma nativa do signo de Gêmeos, Dorothea estava destinada a se cercar de pessoas. A interação com outras pessoas, até mesmo com grandes massas, nunca é um desafio para uma pessoa geminiana. E Dorothea soube aproveitar isso para a história.

3) Wellington Fugisse

Nascido em Natal, no ano de 1988, Wellington Fugisse é um grande nome nacional na fotografia de casamentos. Ao eternizar as memórias de um momento especial e cheio de amor, ele produz fotos cheias de técnica e de sentimento.

Wellington é um leonino do primeiro decanato. Isto é, embora ele seja leonino, há muita interferência do signo de Câncer sobre a sua personalidade. Talvez por isso ele tenha escolhido registrar sentimentos e formações de família, mas sempre dando um toque de elegância e glamour, comum a todos os leoninos.

4) Annie Leibovitz

Confira dicas para fotografar astros

Annie Leibovitz nasceu nos Estados Unidos da América, em 1949. A fotógrafa tornou-se mundialmente reconhecida ao capturar imagens de celebridades para revistas, em ensaios cheios de personalidade e de realidade sobre a vida de pessoas que lidam com a fama.

Annie é uma nativa do signo de Libra, o que denota que ela tem facilidade para se comunicar com as pessoas e compreender quem elas realmente são. Por isso, fotografar tantas celebridades, retratando a personalidade de cada uma, é uma tarefa muito prazerosa para essa libriana.

5) Cássio Vasconcellos

 

Nascido em São Paulo, no ano de 1965, Cássio Vasconcellos é um importante fotógrafo nacional. O trabalho dele é reconhecido pela simetria, pelas fotografias aéreas e por uma vertigem que as imagens causam no olhar.

Sendo um nativo do signo de Libra, é possível identificar o trabalho de Cássio como uma forma de demonstrar as inúmeras perspectivas que podemos ter sobre a mesma cena ou sobre a mesma questão. Sem buscar a unidade, Cássio é um libriano com trabalho sempre variado.

6) Henri Cartier-Bresson

Um dos nomes mais reconhecidos da fotografia internacional é Henri Cartier-Bresson.

Ele nasceu na França, em 1908, e conseguiu fotos que levaram ao surgimento do fotojornalismo. Henri foi o primeiro a usar a fotografia como um meio de informar.

Pertencendo ao signo de Leão, o fotógrafo demonstrou, a partir do seu trabalho, que é importante concentrar as atenções em si quando se produz algo inovador. Até hoje, o nome do fotógrafo é reconhecido por seu objetivo de divulgar imagens da realidade.

7) Araquém de Alcântara

Aprenda a registrar os bons momentos da vida

Nascido em Santa Catarina, no ano de 1951, Araquém de Alcântara mostrou ao mundo que a natureza pode ser fotografada de forma pouco óbvia. Ele inovou nos ângulos, nas técnicas e na forma de retratar fenômenos naturais.

Sendo do signo de Capricórnio, é compreensível que o fotógrafo, mesmo diante de acontecimentos únicos da natureza, tenha priorizado executar o seu trabalho. Capricornianos levam as obrigações muito a sério!

8) Robert Capa

Robert Capa, nascido com o nome de Endre Ern? Friedmann, na Hungria, em 1913, é um dos fotógrafos mais importantes da história. O trabalho de Robert foi direcionado para a fotografia de guerra, que permitiu uma compreensão, pela população que não fazia parte do conflito, de como era esse evento.

Mais um fotógrafo libriano de muito reconhecimento! Robert é nativo de Libra e isso se evidencia em seus cliques, a partir do momento em que ele tem o desejo de trazer perspectivas sobre conflitos mundiais. Sem julgar a situação, ele apenas registra o momento e o divulga.

9) Walter Firmo

Nascido no ano de 1937, Walter Firmo é um carioca que mostrou ao mundo o valor do brasileiro. As fotografias que ele produziu carregam tanta arte que se assemelham a pinturas. Walter retratou, também, artistas que faziam parte da velha guarda do samba.

Sendo um geminiano, Walter demonstra toda a sua capacidade de variar seu trabalho entre dois mundos: o da pintura e o da música. Ao retratar artistas de samba com imagens que parecem pinturas, ele constrói um universo novo e comunicativo, como um bom geminiano.

10) Diane Arbus

Como usar fotos na decoração?

Diane Arbus nasceu em 1923, nos Estados Unidos da América. O trabalho dela como fotógrafa tornou-se reconhecido porque ela fazia retratos de pessoas comuns ou que eram marginalizadas pela sociedade. Para ela, não existia feiura.

Nativa do signo de Peixes, Diane mostrou, por meio da fotografia, que existem múltiplos universos dentro da sociedade em que vivemos. O olhar que ela trouxe para pessoas que são renegadas pode ser compreendido como uma sensibilidade única e respeitosa, comum a piscianas.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.