Lilith na Casa 6: perfeccionismo, pressão e insatisfação

Para explorar aspectos desafiadores, obscuros – e até mesmo aqueles mais nocivos – da nossa personalidade, Lilith é o ponto de partida mais adequado a ser analisado no Mapa Astral. Quando interage com signos, planetas e casas, esse complexo e revelador elemento traz insights significativos sobre as áreas regidas por cada um deles.

Pensando nisso, criamos uma coletânea focada na interação dele com as casas. E, aqui, falaremos sobre Lilith na Casa 6.

Bem, já sabemos que as casas representam diversas áreas e aspectos de nossas vidas – como dinheiro, carreira, autoestima, família, sexualidade, lazer etc. A Casa 6 trata da nossa rotina, saúde, tarefas diárias e trato com nossos pets.

Continue a leitura para saber o resultado das energias lilithianas sobre a sexta casa, bem como os temas dessa divisão do Mapa e os desafios de quem tem Lilith posicionada aqui. Não perca nenhum detalhe!

O que você encontrrá neste artigo

Lilith no Mapa Astral

A Lilith é um ponto virtual – ou seja, não é algo palpável, visível, como os planetas – calculado com base na órbita lunar. É o lado obscuro da Lua; por essa razão, está associada a sentimentos que ocultamos e reprimimos, tudo aquilo que queremos deixar lá na nossa caixinha de Pandora.

Todos nós temos esse ponto no Mapa, até porque todo mundo tem sombras, medos e um lado tenebroso. E Lilith dita todos esses aspectos, simbolizando esse “exílio”, a nossa rebeldia, compulsões, comportamentos autodestrutivos e tendência a autossabotagem. Por isso, acaba sendo vista de forma negativa. Mas ela também expressa nosso poder de transmutação e de crescimento pessoal.

Compreenda o papel de Lilith no seu Mapa Astral

Por vezes, a Astrologia aponta a existência de duas posições para Lilith: a Lua Negra (ou Lilith Média), associada às repressões, tabus e áreas mal (ou não) resolvidas; e a Lilith Verdadeira (ou Lilith do Apogeu), que simboliza a sexualidade e o poder femininos e a quebra de paradigmas.

Alguns especialistas ainda cogitam uma terceira, a Lilith Escura, que consiste em uma “leitura” mais intensa de todos os seus temas. Mas vamos considerar os aspectos das duas (ou três) posições juntas, considerando somente uma Lilith, para um entendimento mais facilitado.

A Casa 6 na Astrologia

Agora que você já tem uma noção da importância da Lilith no Mapa, é hora de saber quais são os principais temas da Casa 6, para entender quais aspectos da sua vida são mexidos pela interação com Lilith.

Essa é uma das casas cadentes – aquelas que estruturam as energias geradas nas angulares e concentradas nas sucedentes. É o território onde se dá nosso relacionamento com saúde, rotina e trabalho.

Ela trata das nossas obrigações cotidianas e o papel que exercemos no ambiente de trabalho, estando ligada à ideia de servir e dedicar-se a tarefas que demandam atenção e cuidado – tanto no aspecto pessoal quanto no profissional. Além disso, trata também dos ajustes que fazemos na vida para nos adaptarmos aos desafios e percalços diários.

Essa casa reflete como anda nossa saúde e bem-estar. Como cuidamos do nosso corpo e mente? Como gerenciamos os estresses diários e equilibramos vida e trabalho? É aqui que temos as respostas.

Regida por Virgem, essa casa “herda” do signo a energia meticulosa, organizada e dedicada. Sendo assim, ela aborda seus temas não como obrigações, mas sim como uma oportunidade de aperfeiçoamento, desenvolvimento e colaboração para um bem maior. Por essa razão, trabalha a nossa humildade e disposição para servir.

Outro tema dessa casa é a conexão com a natureza e nossa vitalidade. Também está ligada aos animais de estimação, em especial os de pequeno porte.

Apesar de ser considerada a casa da saúde, essa área do Mapa se relaciona mais com as doenças em si, lembrando que devemos ter cuidados com excessos e esforços que podem nos levar a ficar doentes (maus hábitos alimentares ou de sono, excesso de crítica e de trabalho, ressentimentos, culpas, e por aí vai).

Em resumo, essa casa mostra, por exemplo, se tendemos a adotar uma dieta balanceada ou não, a qual processo de trabalho nos adaptamos melhor, como podemos tornar nossa rotina mais prática e eficiente, se estamos menos ou mais vulneráveis a doenças, estresses... e assim por diante.

O que significa Lilith na Casa 6?

Mulher de frente para um teclado de computador, mas com feição de tédio

Chegamos à espinha dorsal do artigo: as energias lilithianas na Casa da Rotina. Aqui podemos nos deparar com alguma rejeição à “escravidão” cotidiana e às eventuais dificuldades no âmbito de trabalho.

Essa pessoa geralmente detesta receber ordens sobre o que fazer, como e quando. Da mesma forma, não suporta viver sob imposição de horário, muito menos ser cerceada na tomada de decisões quanto à saúde ou trabalho e obrigações.

Além da resistência a figuras de autoridade, pode também se sentir mal incorporada ao ambiente corporativo, principalmente quando executa trabalhos repetitivos e mecânicos. Isso pode trazer frustração, falta de produtividade e até mesmo recusa em produzir sob condições degradantes e humilhantes.

Pode haver negligência com o próprio bem-estar físico e emocional, o que pode acarretar isolamento (pessoal e profissional), desorganização e risco para diversas doenças, sobretudo mentais.

Compare a influência de Lilith nas casas astrológicas

Por essa razão, precisa se desprender das tarefas cotidianas e se isolar para poder se curar e recuperar a saúde, o bem-estar e a dignidade, sobretudo profissional. Esse é o ponto de transformação promovido pelas energias lilithianas, permitindo que essa pessoa retome a disposição para cuidar de si e recobre a criatividade para produzir.

Sente-se atraída por quem se empenha em tudo aquilo a que se propõe. Além disso, o relacionamento tende a dar certo se ambos dividirem as tarefas e obrigações do dia a dia. Precisa de uma troca transparente e sem complicações, sobretudo no sexo.

Quais são os desafios desse posicionamento?

Lilith já se configura como um ponto de desafio e requer paciência e autoconhecimento. Mas sua natureza rebelde e obscura também tem um lado bom, porque ela nos força a sair da zona de conforto e encarar nossas sombras em busca de (r)evolução e aperfeiçoamento.

Em primeiro lugar, como em toda área que Lilith toca, é preciso aprender a lidar com os traumas – em especial os do passado –, buscando ajuda psicológica e cuidando de mente, corpo e espírito.

Essa pessoa deve buscar entender quais situações de rejeição e repressão foram (e são) marcantes em sua vida, principalmente aquelas que inibem sua intuição para lidar com problemas.

É essencial também ter atenção constante com a própria saúde – física e mental –, uma vez que corpo e mente saudáveis promovem bem-estar e uma vida com qualidade e eficiência. E essas são duas das principais premissas da Casa 6.

Precisa buscar um trabalho que faça com que ela se sinta valorizada e parta de algo maior, que tenha um propósito. Ela necessita buscar um chefe ou superior que reconheça suas responsabilidades e lhe dê liberdade para atuar, sem pressão ou cerceamento. Mas também tem que entender que existe uma hierarquia a ser respeitada.

A pessoa com a Lua Negra na Casa 6 precisa encontrar um parceiro que divida as tarefas e “chegue junto” no dia a dia – alguém que venha para somar e respeite as liberdades dela em todos os aspectos.

Decifre o lado do perfeccionismo que ninguém conhece

A Lilith muitas vezes é mal compreendida, porque traz à tona as nossas facetas mais obscuras, e a maioria de nós quer apenas deixar sob os holofotes o que é bonitinho e perfeito.

Porém quase nunca há aprendizado naquilo que já parece certo (e, muitas vezes, esse “certinho” nem sempre é real). Na Casa 6, ela vem pra mostrar que somos o que somos, com nossos defeitos e qualidades, e é nos defeitos que nos enxergamos de forma honesta e humilde, verdadeiramente interessados em evoluir como humanos.

Você se vê nas informações que trouxemos aqui? Pode ser que Lilith esteja posicionada na sua Casa 6. Para descobrir, faça aqui seu Mapa Astral.

Com ele, vai ser possível entender esse e todos os outros posicionamentos, pois eles trazem um verdadeiro raio-X da sua personalidade, permitindo que você se conheça cada vez melhor e seja capaz de tomar decisões mais assertivas.

Confira também: