Compartilhar

por Silvia Malamud

O que significa sonhar com baratas?

Você já se imaginou passar pela experiência de se ver dentro de seu próprio sonho, desesperadamente tentando se livrar de uma invasão de baratas enlouquecidas que a todo custo tentam entrar em seu carro?

A pessoa dessa experiência contou da sensação de ojeriza instantânea que passou ao se deparar com tais baratas e da surpresa que o inusitado do fato em si trouxe. Além de tudo isso, estava na urgência de ter que enfrentar a situação vendo-se obrigada a expulsá-las de imediato.
 
Se tirarmos o véu que envolve os simbolismos que todo sonho tem, facilmente poderemos analisar que algo de muito ruim e nojento estava dando a informação da ameaça de um perigo destruidor que poderia ou que já estaria invadindo o self do protagonista do sonho. O carro como um aspecto deste cenário está representando a sua casca, ou seja, a “pele psicológica” que aloja o interior das pessoas. O mesmo significado ocorre na maioria das vezes em que sonhamos com casas, vestimentas, fantasias, máscaras, etc.  
 
Neste caso específico, através de seu sonho, a pessoa pode entender que algo não estava nada bom em sua vida e o pior, que este algo estava invadindo a sua morada interior na ameaça de “bichar” o local a ponto de danificá-lo. No mínimo, o sonho aparece como um alerta sobre um perigo eminente.
 
A pergunta que fica neste caso específico, como também para toda e qualquer pessoa que sonhar com baratas é sobre o que poderia estar acontecendo de ruim na vida da mesma a ponto de precisar ser abruptamente expurgado?
 
Neste caso, o simbolismo onírico no formato de baratas faz o papel de oferecer dicas alertando ao sonhador de que na vida concreta existe dificuldade para se discernir o que verdade é lesivo para o seu espaço interior, para a sua integridade, para a sua alma.
 
Baratas têm como característica fortemente marcada, o fato de comerem detritos, portanto se a pessoa não cuidar com toda a sua presença dos seus espaços sagrados, da sua própria existência, muito provavelmente poderá ser  invadida por pessoas e situações que de algum modo irão  “comê-la”. Como consequência deste descuido, as doenças e todo mal-estar acabarão chegando. Isso ocorre com as pessoas quando que não leem os sinais e portanto não cuidam do que é seu.
 
Observe como que a nossa fantástica máquina biológica acaba por escolher imagens simbólicas inteligentes para que possamos nos ajudar a resolver nossos temas. Mesmo sendo de modo inconsciente, o nosso cérebro é incrivelmente sábio. Na maioria das vezes o sonhador nem sabe o que envolve tais símbolos como dado de realidade, mesmo  quando a mente capta para servir de orientação através das imagens oníricas. 

Leia uma parte de uma reportagem que a revista Superinteressante explana sobre este tema:

“...Poucos bichos são tão liberais quanto as baratas quando se trata de alimentação. Além de comerem praticamente tudo, facilmente incluem em seus cardápios "gente viva” (que está dormindo)...”.
 

Vejam que horror! Agora imaginem que o nosso cérebro quântico, nosso anjo da guarda está alertando neste sonho de que tem algo de muito sério na vida do sonhador e que este corre o risco, se é que já não está nessa situação, de estar sendo comido pelas beiradas e pior, sem perceber.

Esse pesadelo ocorreu com um paciente meu que estava tentando sair de um relacionamento tóxico e altamente nocivo para a sua vida. Quando foi acometido pelo sonho, acordou no meio da noite perplexo querendo entender melhor o significado do mesmo, bem como o grande mal-estar que estava sentindo. Na sequência dormiu novamente e se viu em uma espécie de continuação do sonho quando encontra um sobrinho e pergunta a ele: Você sabe o que significa sonhar com baratas? O menino, que estava com um celular na mão, procura a resposta pelo mesmo e aparece com uma escrita na tela em luz de neon dizendo: Baratas vão comer seus órgãos sem você perceber até que de uma hora para outra não terá mais nada dentro de si mesmo e você morrerá sem perceber como e o que de fato aconteceu.

Foi como se fosse um sonho dentro de outro, sendo que o segundo funcionou como uma espécie de vídeo autoexplicativo do primeiro. Mas o mais interessante é que ele checou como que as baratas atuam e de verdade, mesmo sem saber tais especificidades, o seu superconciente sabia e pôde lhe avisar por meio deste símbolo/imagem (Cena/referência).
 
Por isso mesmo que os sonhos devem ser reverenciados e que tudo o que pudermos fazer para entrar em contato com eles é da ordem do divino e facilitará nossos caminhos existenciais, portanto a nossa evolução.

Compartilhar

Silvia Malamud

+ artigos

Silvia Malamud é psicóloga clínica, terapeuta certificada em EMDR e Brainspotting, especialista em sonhos e autora do livro "Projeto Secreto Universos" e "Sequestradores de Almas" da Editora Gente.