Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Realmente existe encontro de almas?

Você já olhou para alguém e sentiu o coração bater mais forte, as borboletas no estômago resolvendo alçar voo e as pernas bambeando tudo junto? Se sim, você já se apaixonou. Mas, diferente do que muitos imaginam, você não encontrou necessariamente a sua alma gêmea

Segundo Platão, somos seres "incompletos", apesar de termos dois braços, dois ouvidos, duas pernas etc., temos apenas uma alma e por isso vivemos em busca de uma outra metade para nos completar. A mesma ideia aparece na Cabala: quando viemos ao mundo, outra alma é criada para nos polarizar, mantendo assim o equilíbrio cósmico natural. Essa outra metade seria a nossa grande conhecida: alma gêmea. E, aparentemente, não a encontramos necessariamente em todas as nossas encarnações. Só encontramos a nossa amada cara-metade quando ambos estamos preparados para esse reencontro. Mas é claro que essa é uma crença que vai de cada um. Se existe ou não, você pode descobrir por si só compreendendo sinais, sensações e sentimentos. 

Como saber se você já encontrou sua alma gêmea

Homem branco beijando testa de mulher branca na praia.

Em primeiro lugar: você simplesmente sabe. É preciso raciocinar já que, quando estamos apaixonados, tendemos a criar uma linda história romântica que literalmente não é de hoje. Veja a seguir alguns sinais de que você pode ter encontrado a sua alma gêmea. 

• Você sentirá uma ligação extraordinária logo na primeira vez que a ver, vai se sentir confortável, completo e seguro na presença daquela pessoa. Com ela, até o silêncio vai se revelar um momento gostoso e não um incômodo. 

• Ela não será tudo que você sempre sonhou. Muito pelo contrário. É capaz que ela seja diferente do que imaginou tanto na personalidade quanto fisicamente, mas ainda assim se sentirá profundamente atraído por ela. Isso acontece porque a alma gêmea é aquela que está destinada a te ensinar muitas coisas do "outro lado" e para isso ela precisa ser a metade do que te falta e não o seu "igual". 

• Ela pode aparecer de forma inesperada num momento inesperado, quase que por uma "coincidência". 

• As palavras nem sempre são necessárias. A empatia e a ligação entre os dois é grande demais. Um olhar é capaz de dizer tudo: necessidades, sentimentos, angústias. 

• Ela pode ter morado longe de você — pois precisa ter uma bagagem de vida diferente da sua —, porém é comum que haja algumas coincidências, como estar num shopping num mesmo dia, ter ido a uma mesma festa etc. 

• Quando estão separados, ambos sentem uma dor profunda. Diferente de uma obsessão amorosa em que só uma das partes se sente dessa forma. 

Você também pode gostar:

Esses são apenas alguns sinais. Um encontro de almas nem sempre acontece sem obstáculos. Por serem tão diferentes e ao mesmo tempo tão iguais, é comum que haja desentendimentos. Mas é importante lembrar que o amor sempre prevalece e nenhuma briga tende a durar muito. Essa diferença de personalidade e vivência acontece para nos ensinar o que é o amor puro, amar a imperfeição, amar a pessoa por ela ser quem é, tendo manias que nos agradem ou não. Ainda existem as almas companheiras que são pessoas próximas como nossos pais, familiares e amigos próximos com quem nos sentimos seguros e sabemos que podemos contar para tudo. Essas almas são, literalmente, perfeitas companheiras de vida — no sentido amoroso — para as encarnações em que não estamos destinados a encontrar a nossa alma gêmea. Quando não há atração sexual, costumamos dizer que são almas irmãs

Independente de qual seja a sua ligação com o outro, independente do relacionamento que suas almas tenham, aprenda a amar, compartilhar e entregar-se sem esperar nada em troca. O amor pode brotar onde menos esperamos e isso significa que você pode encontrar sua alma gêmea assim, num piscar de olhos!

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.