Compartilhar

por Vanessa Mazza Furquim

Série Hábitos Nocivos: Reclamação

Eu acredito que todo ser humano reclame, mais ou menos, só consigo mesmo ou em alto e bom som. De algum modo, reclamar faz nos sentirmos parte do grupo e também aliviados pelo fato de que, na maioria das vezes, o que nos incomoda também atinge outras pessoas. Porém, reclamar é diferente de criticar construtivamente. Além disso, geralmente quem reclama não costuma tomar a iniciativa em direção à resolução do que aponta. Afinal, temos a tendência a ver os reclamadores jogando palavras ao vento, enquanto observam (e esperam) outros indivíduos solucionarem o problema.

Por isso, reclamar tem algumas desvantagens:

Atrai para perto de você outros reclamões; Torna você uma pessoa de difícil convivência; Não ajuda você a resolver o que lhe incomoda; Afasta de si pessoas legais e produtivas; Cria uma imagem negativa ao seu respeito; Faz você perder o entusiasmo, a alegria e a vontade de fazer as coisas

Assim, da próxima vez que for reclamar, se lance o desafio de encontrar saídas para a questão o mais rápido possível. Se não puder ser imediato, comece a pensar de maneira otimista, dizendo a si próprio que pessoas e situações irão surgir para lhe ajudar. Agora, se for algo sobre o qual você não tem nenhum poder, então é melhor simplesmente aceitar. Até porque reclamar não o tornará mais esperto, nem mais eficiente.

Compartilhar

Vanessa Mazza Furquim

+ artigos

Taróloga há 19 anos, atua profissionalmente desde 2007, com uma abordagem holística e terapêutica, agregando outros conhecimentos como Numerologia, Astrologia, Feng Shui, Linguagem do Corpo e Psicologia para compreender o cliente em sua totalidade.