Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Terceiro Princípio das Leis Herméticas: Vibração

Sempre tivemos grande curiosidade sobre os mecanismos por meio dos quais funciona o Universo – nessa acepção, queremos saber sobre o todo que se comunica com os nossos desejos, a força dos nossos pensamentos e o nosso papel como cocriadores desse mesmo Universo. Por meio da Filosofia Hermética podemos ter respostas a todas as nossas perguntas. O Hermetismo tem sete princípios que são a base de todas as coisas, e é graças a essa filosofia que temos a oportunidade de compreender todo o conhecimento espiritual. Neste artigo, vamos tratar do terceiro Princípio Hermético – a Vibração – e suas simbologias.

Você pode não perceber, mas tudo – rigorosamente tudo – no Universo está em movimento. Durante os 365 ou 366 dias do ciclo anual, a Terra faz a sua volta em torno do Sol. Todos os dias ela gira em torno de si mesma. A Lua faz sua volta no nosso céu. Nosso coração bate, nosso cérebro pulsa, nossa respiração continua, mesmo que estejamos dormindo. Tudo vibra, tudo emite energia.

E assim também somos nós: vibramos, emitimos energia. Boa e ruim. E isso nós conseguimos perceber em situações bem comuns no dia a adia. É o famoso “o santo não bateu” (tudo vibra, e os opostos se repelem). Ou aquela sensação “bad vibe”, energia pesada. Aquilo que faz a gente arrepiar, ficar um pouco tonto, sentir certa dor de cabeça. Ou o contato com as pessoas que “sugam” nossas energias, os famosos “vampiros emocionais”.

Assim como temos essa sensação vinda de alguém, também somos capazes de influenciar as pessoas com a nossa vibração. Por isso é tão importante que saibamos equilibrar nossas energias, tentando vibrar sempre numa frequência “positiva”. Quando vibramos o que é bom, isso retorna para nós. Mas não devemos fazer isso pensando só no retorno, mas em vibrar energias como o amor, para que possamos fazer do nosso ambiente um lugar melhor, com a bondade fluindo. Por onde o bom flui, o caminho é livre, tranquilo e pleno.

A Vibração e sua relação com a religião

Grupo de pessoas com as mãos para cima, orando

Todo culto é uma forma de canalizar e melhorar a vibração entre as pessoas. Por que dizemos que uma igreja transmite paz, mesmo estando vazia? As missas realizadas anteriormente naquele local trouxeram um momento de comunhão, de amor. Uma canção católica que é capaz de fazer com que as energias se elevem é a “Paz de Cristo”. É o momento em que as pessoas se cumprimentam e desejam paz às outras, e verdadeiramente as emoções estão alinhadas em direção ao bem, ao querer bem ao próximo. Direcionadas para querer, “nas voltas da vida”, apertar a mão do irmão e desejar a paz que vem do amor.

No espiritismo, nem a morte é capaz de cessar a vibração. Nosso corpo físico morre, mas o astral se mantém, reiterando a conexão entre os planos físico, mental e espiritual que vibram em nós. Cada um em seu estado de evolução.

Assim, também podemos perceber que a vibração do nosso corpo astral é mais elevada e evoluída. Quando buscamos o aprendizado a cada nova encarnação, nossas energias também buscam a elevação, vibrando de forma mais aperfeiçoada.

Enxergar a aura de outra pessoa é também um dom relacionado com o Princípio da Vibração. Essas pessoas, quase sempre mais sensíveis que a maioria de nós, também são mais elevadas em termos de energias.

Relação com a ciência

Aurora boreal vista acima de um lago, à noite.

Ao emitir suas partículas, o Sol propicia a sintetização da vitamina D, um hormônio que é de grande importância para a nossa saúde – é vital para os ossos e para a nossa imunidade; sua carência tem grande relação com problemas como depressão.

As atividades solares também podem interferir nos sistemas de eletricidade e em satélites, podendo até mesmo interromper sinais de telecomunicações. O astro-rei emite energia em forma de luz, partículas elétricas e campos magnéticos não só para a Terra, mas para todo o Sistema Solar.

Segundo a Nasa, o Sol tem ciclos de atividade que duram aproximadamente 11 anos, e em alguns períodos essa atividade é mais intensa. As tempestades solares são o fenômeno mais poderoso observado pelos cientistas, e são causadas pelas manchas solares – áreas nas quais a temperatura e a pressão das massas gasosas sofrem uma redução.

Você também pode gostar:

Mesmo que essas partículas liberadas pelo Sol não sejam capazes de atingir diretamente a nossa superfície (graças à magnetosfera – uma espécie de escudo magnético), as tempestades solares são capazes de interferir em satélites, internet e meios de telecomunicações, causando prejuízo nos sinais de rádio, telefone e TV. E não só isso: esse fenômeno também pode causar risco para os voos, por conta da falta de comunicação nas rotas mais próximas dos polos Norte e Sul – que é onde se concentra a maior parte das partículas solares. Esse é o poder da Vibração.

Mas as tempestades solares podem nos render também lindos espetáculos visuais. É o caso da aurora boreal, um fenômeno óptico que reflete a intensidade desse bombardeamento de partículas solares vindas do Sol. Esse fenômeno é possível justamente graças à ação da proteção da magnetosfera.

Teoria das Cordas

Ilustração das cordas vibratórias entre dois corpos redondos

Uma teoria que estaria relacionada com o Princípio da Vibração é a Teoria das Cordas. Sem nos aprofundarmos muito, podemos entender que ela foi desenvolvida com o intuito de unificar dois campos diferentes da Física: a Mecânica Quântica e a Relatividade Geral de Einstein. A teoria afirma que tudo que forma o Universo é constituído de uma única maneira, composto por fibras de energias (ou cordas). Com base nessa afirmação, o Universo operaria por meio de vibrações.

No “Caibalion”

Capa do livro

Em se tratando de Hermetismo, é no “Caibalion” que encontramos fundamentos avançados. Publicado em 1908, com autoria atribuída ao pseudônimo Os Três Iniciados, o “Caibalion” compila os Sete Princípios Herméticos.

Com sua filosofia profunda, que é base de um saber universal, a obra faz parte de um conjunto maior de ensinamentos místicos, nos quais residem os fundamentos e desdobramentos da filosofia criada por Hermes Trismegisto.

Assim o “Caibalion” define, na íntegra, o Princípio da Vibração:

"Nada está parado; tudo se move; tudo vibra.”

- O CAIBALION -

Esse princípio encerra a verdade de que tudo está em movimento: tudo vibra; nada está parado – fato que a ciência moderna observa, e que cada nova descoberta científica tende a confirmar. Contudo, esse princípio hermético foi enunciado há milhares de anos pelos mestres do Antigo Egito.

Esse princípio explica que as diferenças entre as diversas manifestações de matéria, energia, mente e espírito resultam das ordens variáveis de Vibração.

Desde O TODO, que é Puro Espírito, até a forma mais grosseira da matéria, tudo está em vibração; quanto mais elevada for a vibração, tanto mais elevada será sua posição na escala. A vibração do Espírito é de uma intensidade e rapidez tão infinitas, que ele praticamente está parado, como quando uma roda que se move muito rapidamente parece estar parada.

Na extremidade inferior da escala estão as grosseiras formas da matéria, cujas vibrações são tão vagarosas que parecem estar paradas. Entre esses polos existem milhões e milhões de graus diferentes de vibração. Desde o corpúsculo e o elétron, desde o átomo e a molécula até os mundos e universos, tudo está em movimento vibratório. Isso é verdade nos planos da energia e da força (que também variam em graus de vibração), nos planos mentais (cujos estados dependem das vibrações) e também nos planos espirituais.

O conhecimento desse princípio, com suas fórmulas apropriadas, permite ao estudante hermetista conhecer suas vibrações mentais, assim como a dos outros. Só os mestres podem aplicar esse princípio à conquista dos fenômenos naturais, por diversos meios. “Aquele que compreende o Princípio de Vibração alcançou o cetro do poder”, diz um escritor antigo.

Em palavras mais simples, tudo está vibrando, mesmo que tenhamos a impressão de que nada se move. A Terra gira, e não percebemos. Mas só estamos todos de pé porque ela se move. Tudo é capaz de vibrar em qualquer estado. Cada um em sua escala de evolução. Precisamos vibrar no sentido da elevação, a fim de emitirmos as boas energias. Só quem tem essa noção de conhecimento consegue enxergar esse caminho da elevação.

Confira também:

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.