Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Benefícios da pimenta para a saúde

A pimenta é um condimento cheio de propriedades culinárias e medicinais. Especiaria tipicamente americana, originária do México Central, a pimenta-vermelha nasceu por volta de 7 mil anos a.C. e se espalhou pelo resto da América Latina com o passar do tempo.

Graças às grandes navegações, a pimenta foi exportada ao redor do mundo, e hoje temos mais de 30 espécies diferentes, usadas como tempero, aromatizador, molhos, geleias e muito mais. E, antes que se pergunte onde está o Brasil nessa história toda, saiba que éramos os maiores exportadores de pimenta até a década de 1990. E, mesmo que tenhamos sido ultrapassados por mexicanos e outros países do continente asiático, continuamos sendo grandes apaixonados pelo seu sabor e ardência.

Agora, já que você está por dentro sobre o que a pimenta é e qual a sua origem, que tal descobrir seus maiores benefícios e quais são mais consumidas em território brasileiro? Confira agora com o Horóscopo Virtual!

Benefícios da pimenta

Imagem de uma pimenta

  • Auxilia o sistema digestivo

A capsaicina tem propriedades anti-irritantes ao trato digestivo, e os antioxidantes e outros componentes desse alimento ajudam a curar o estômago, diminuir os gases intestinais, reduzir a diarreia e produzir saliva, bem como ácido intestinal, colaborando com a digestão do que foi consumido. Contudo, lembre-se: tudo em excesso é maléfico, e os efeitos podem ser prejudiciais, se esse condimento for consumido em excesso.

  • Cuida do coração

A pimenta auxilia na diminuição do colesterol ruim e dos coágulos do sangue, reduzindo os ricos de hipertensão, infarto e outras doenças ligadas ao coração.

  • Cuida da dentição

Ao neutralizar os ácidos da saliva, a pimenta protege os dentes e a gengiva. Além disso, sua riqueza em vitamina C garante resistência tanto aos ossos quanto aos dentes.

  • Combate o câncer

Segundo o The Journal of Cancer Research e o National Academy of Sciences of the United States of America, as propriedades da pimenta ajudam a combater o crescimento de tumores nas mamas e ovários e a gerar a morte programada nas células do câncer de próstata, evitando a proliferação da doença.

  • Contribui para o emagrecimento

Por ser um alimento termogênico, a pimenta dá um up no nosso metabolismo e aumenta o gasto calórico do nosso corpo durante a digestão.

  • Efeito analgésico

A capsaicina, substância presente na pimenta, consegue se ligar aos receptores da dor do nosso corpo, reduzindo nossa sensibilidade à dor, principalmente para quem tem problemas nas juntas, e gerando maior relaxamento muscular.

  • Contribui para com a saúde da pele

A vitamina C presente na pimenta auxilia a produção do colágeno do corpo humano, aumentando a elasticidade da pele e diminuindo o aparecimento de rugas. Além disso, alguns cremes para psoríase contêm pimenta, auxiliando a regeneração da pele.

  • Combate gripe, resfriado e infeções geradas por fungos

Sprays nasais que contêm capsaicina, componente da pimenta, combatem o congestionamento nasal, e as demais propriedades desse condimento são excelentes para prevenir resfriados e alavancar a imunidade do corpo contra 16 fungos diferentes.

  • Previne alergias

A capsaicina tem efeitos anti-inflamatórios, o que ajuda na prevenção da alergia e seus sintomas.

Tipos mais consumidos no Brasil

Prateleira de mercado com vários tipos de pimentas

Pimenta-rosa

Encontrada em território nacional, também conhecida como pimenta-brasileira, ela é rica em antioxidantes, vitaminas, cálcio, ferro, fibras e, como se não bastasse, ela tem propriedades anti-inflamatórias, auxilia na circulação sanguínea, cuida do sistema digestivo e previne a doença de Alzheimer – segundo estudo da USP. Por ter um sabor leve e adocicado, ela é usada no preparo de geleias, caldos, carnes e saladas.

Pimenta-do-reino

Também conhecida como pimenta-preta, ela é originária da Índia, mas também é muito usada pelos brasileiros. Ela é ótima para a circulação, contém propriedades anti-inflamatórias, aumenta a produção de serotonina (hormônio que ajuda a manter o bom humor) e auxilia na absorção dos nutrientes. Na culinária, seu uso se encaixa em quase qualquer prato, sendo muito usada no preparo de risotos, saladas, verduras, legumes, cozidos, assados e omeletes.

Jalapeño

Como o próprio nome sugere, essa é uma pimenta mexicana, que faz muito sucesso por aqui, principalmente em pratos típicos do México. Ela é rica em nutrientes como potássio, vitaminas, proteínas, fósforo, zinco e magnésio. E trabalha o sistema imunológico, bem como a saúde da pele, olhos, além de diminuir dores de cabeça oriundas de enxaqueca.

Pimenta-malagueta

Encontrada em quase toda a América e em parte da Europa, essa pimenta é bastante famosa por sua conserva. Rica em vitaminas, carboidratos, fibras, ferro e potássio, além de ser usada como tempero e no preparo de molhos, ela também é usada para medicamentos direcionados ao cuidado de problemas da pele e musculares, tais como coceiras, dores nas costas, artrite e tensão muscular.

Você também pode gostar:

Pimenta-caiena

Oriunda das Américas, ela é conhecida pela sua cor vermelha e ardência. Ela auxilia no combate às dores de cabeça, aumenta a libido, contribui com o sistema digestivo e melhora o metabolismo e a circulação. Rica em vitaminas, manganês, proteínas e potássio, ela é bastante usada no preparo de chás, tempero de saladas, carnes vermelhas e brancas, sopas e omeletes.

Pimenta-dedo-de-moça

Como o nome sugere, a ardência dessa pimenta é mais suave, e é uma das mais usadas no Brasil, sendo natural da América tropical e oeste das Índias. Completa em vitaminas e propriedades antioxidantes, bem como anti-inflamatórias, ela é ótima para o metabolismo, digestão e controle do colesterol. Além disso, é muito usada no preparo de frutos do mar, carnes, aves, saladas e molhos.

Pimenta-tabasco

Pimenta de origem mexicana bastante aromática, ela é popularmente usada no preparo de molhos. Além disso, possui excelente propriedade anti-inflamatória, auxilia na digestão e no metabolismo.

Pimenta-biquinho

Pimenta brasileira, usada em compressas para aliviar luxações, torcicolos e dores em geral. Ela auxilia no combate a infeções, possui propriedades anti-inflamatórias e estimula o sistema imunológico. Na culinária é bastante usada em molhos, cozidos, assados, conservas e patês.

Agora que você é um perito em pimentas, que tal testar essas espécies mencionadas em diferentes pratos? Ou melhor, que tal uma volta ao mundo, provando os diferentes tipos de pimenta que podemos encontrar nos mais diversos países? Ainda que pareça um sonho distante, você pode se surpreender com o sabor de pimentas usadas mesmo nos restaurantes locais próximos a você.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.