Compartilhar

por Equipe Conversion

O que podemos aprender com as boas energias dos surfistas

Nem todo aventureiro amante da natureza é surfista. Mas todo surfista é aventureiro, amante da natureza e possui uma energia indescritível. Para esse esportista, o mar é mais do que um lugar para contemplar e se divertir. O mar é um templo. Ali é que o surfista renova as energias e entra em contato com seu melhor amigo: Ele mesmo. Essa relação explica o por quê é raro ver um surfista nervoso, pois apenas quem se conhece, entende suas limitações e forças, resolve melhor os problemas. Sim, podemos (e precisamos) aprender muito com os surfistas!

Muito do que vivenciam no mar, os surfistas aplicam na vida pessoal e profissional, como por exemplo a paciência. Não são todas as praias que possuem ondas perfeitas todos os dias. Além disso, não basta subir na prancha de surfe para visualizar a série que surge no horizonte. Daí é preciso desenvolver outra virtude que a maioria dos surfistas possui: A persistência para alcançar os objetivos. Para a maioria das pessoas que não surfa ou pratica um esporte, pegar uma onda é uma atividade de lazer, ligada especialmente aos mais jovens. Porém, somente quem entra no mar para deslizar pela água sabe a importância que isso tem.

É um momento de relaxamento, ao mesmo tempo que é de superação. Quanto mais experiente for o surfista e concentrado estiver, maiores serão as ondas que ele conseguirá – assim como acontece na vida. Somente quem encara os desafios, independente de quais forem, consegue vencê-los.

O cuidado com o corpo também é algo que os surfistas têm a nos ensinar. Diferentemente da maioria de nós, esses esportistas sabem o quão valioso é se alimentar bem e nunca ficar parado para ter saúde e qualidade de vida. A máxima “corpo são, mente sã” se aplica muito bem a eles, que estão sempre em forma e com o pensamento leve.

Como o mar é o lar dos surfistas, eles sabem que é necessário olhar com carinho para a natureza, sem sujá-la, maltratá-la ou ainda ignorá-la. E por terem o mar como uma segunda residência, os surfistas sabem aproveitar a vida muito bem, visto que se importam menos com bens materiais supérfluos e mais com experiências - e paisagens - duradouras. Para eles vale mais a pena fazer uma viagem a um lugar desconhecido do que comprar uma jaqueta cara, por exemplo.

Por fim, mas não menos importante, precisamos aprender com eles a celebrar as nossas conquistas. Você já viu o brilho nos olhos de um surfista depois de enfrentar uma incrível onda? É assim que devemos ser com tudo o que conseguimos: Alegres e agradecidos a quem nos ajudou.

Enquanto os reis precisam de um trono, um castelo e vassalos para se sentirem em casa, os surfistas só precisam do mar para entrar em sintonia com eles mesmo. E nós precisamos só aprender com esses esportistas a ter um estilo de vida mais tranquilo, leve e feliz. O mar está aí para todos e o Brasil é privilegiado com quilômetros de costa marítima. Basta escolher um dos vários modelos de prancha de surfe e remar rumo ao horizonte para começar a interagir com o mar e iniciar uma nova vida com maior conexão com a natureza.

Compartilhar

Equipe Conversion

+ artigos

Conversion é uma empresa de SEO (search engine optimization) que produz conteúdo sobre diversos temas e conta com mais de 35 colaboradores.