Compartilhar

por Selma Godoy

Transformando nosso astral

Como fazer limpeza energética

Nos artigos anteriores, falamos de práticas poderosas para serem utilizadas diariamente. Podemos aprimorá-las com a “limpeza energética” que deve ser usada antes de qualquer uma delas.

Embora, a influência energética que sofremos no contato com as pessoas não seja novidade, sua abrangência é mais devastadora do que se imagina. Além do que, suas verdadeiras causas são pouco conhecidas.

A bioenergética ou “energia magnética de vida”, existe em todos os seres viventes e em seu ambiente. No ser humano ela é gerada por seus pensamentos, emoções e sentimentos e, afeta tudo o que lhe diz respeito. Somos seres individualizados e, portanto, cada um tem sua energia própria. E seu intercâmbio é danoso.

Nossa cultura valoriza o “sentimentalismo” e o cuidado excessivo com a vida das pessoas. É considerado desumano não se preocupar com o outro! As pessoas desconhecem os seus limites, “se imiscuem” ou para não dizer, “se metem” nas responsabilidades do outro, e assim, ao invés de ajudar, atrapalham o seu processo de aprendizado. Como resultado disto, pegam “carga energética” do outro.

“Doenças” físicas e psicológicas desaparecem como por encanto se não as assumirmos reconhecendo motivos para que elas se instalassem, e prontamente fazermos a “limpeza energética”. Com esta prática diária promove-se o restabelecimento da própria frequência, o que contribui para a conexão com o próprio espírito, e consequentemente com forças cósmicas e espirituais.

Proceda da seguinte forma:

Sente-se em um cantinho silencioso e confortável. Procure relaxar inspirando devagar pelo nariz e expirando pela boca como se fosse assobiar. Observe o que se passa na sua cabeça.

E repita:

- Neste instante me sinto absolutamente calma e em paz!
- Eu confio plenamente no poder da perfeição que há em mim!
- Nada nem ninguém têm poder sobre mim!

Dê uma boa espiada em qualquer incômodo e mande embora dizendo:

- Neste momento eu não quero pensar em nada disso. Agora eu me dou um pouco de sossego. Nada disso agora me importa. Depois eu penso nisso!

Pergunte para o seu corpo físico:

- Eu estou ligada energeticamente a alguém?

E à medida que aparecerem imagens de pessoas (queridas ou não), ou sensações de tensão, você diz:

- Eu não quero energia nenhuma desta pessoa em mim!

Você poderá em um outro momento refletir como foram as sensações e os acontecimentos após ter feito a “limpeza”. Certamente verá que no estado que criou, você é mais produtiva.

Compartilhar

Selma Godoy

+ artigos

Terapeuta de Aconselhamento. 20 anos pesquisando Espiritualidade, Comportamento e Psicologia.