Fundo do céu em Peixes: sensibilidade e hospitalidade reinam na sua casa

Na Astrologia, o Fundo do Céu é um setor no Mapa Astral que tem enorme importância na estruturação da nossa personalidade.

As informações que ele traz acerca de nosso jeito de ser estão associadas ao nosso passado, trazendo elementos cruciais para o nosso comportamento na vida adulta.

Quem tem Fundo do Céu em Peixes, por exemplo, pode ter tido uma infância carregada de muita sentimentalidade.

E esse ângulo tem muito mais influência em nossa vida, já que ele é uma ponte entre nosso passado e nosso presente, explicando grande parte de nossas atitudes, que podem até mesmo se dar de forma inconsciente.

Assim como acontece com Peixes, o Fundo do Céu pode se associar a outro signo, trazendo características próprias dessa soma de energias.

É por isso que você precisa fazer seu Mapa Astral, pois só assim irá descobrir todos os detalhes sobre sua personalidade de uma só vez, já que é o conjunto dessas informações que formam quem você é.

Agora, para adiantar esse entendimento e te ajudar a compreender melhor o seu Mapa, elaboramos este artigo com algumas explicações sobre o que é o Fundo do Céu, já que ele é um dos principais aspectos de seu caráter. Leia tudo e se surpreenda!

O que significa o Fundo do Céu no Mapa Astral?

Para entender melhor o que é o Fundo do Céu, precisamos “situar” esse ângulo no Mapa Astral. Para isso, é preciso informar como o Mapa é constituído.

Basicamente, ele é composto de astros, signos e casas. As casas são subdivisões que dizem respeito a áreas específicas de nossa vida – aparência, finanças, comunicação, amor, sexo, entre outras. Elas refletem o modo como agimos e nos apresentamos.

Cada casa contém um signo e pode conter um planeta, e o Fundo do Céu é justamente uma dessas casas – mais exatamente, de número 4.

A área específica que ele rege é a família. Nesse aspecto, ele se refere ao lar (na concepção do seu estado físico), aos pais e à educação e criação que tivemos por parte deles.

Confira os detalhes sobre o signo de Peixes

Saber interpretar esse ângulo permite que entendamos nossa relação com nossos pais, em especial aquele que mais nos influenciou em nossa infância, e como nosso caráter foi construído desde então.

Sabendo disso, estaremos aptos a compreender melhor alguns padrões comportamentais e lidar com eles de forma mais adequada.

Significado do Fundo do Céu em Peixes

Imagem de uma mulher encostada em uma parede com fone no pescoço e pensando na vida

Quem tem o Fundo do Céu em Peixes é alguém cujo lar transmitia uma sensação de instabilidade. Pais extremamente sensíveis e espiritualizados davam a tônica da criação.

As lembranças são de um lar receptivo e hospitaleiro. Para além de um lar povoado de emoções, muitas dessas memórias podem ter sido idealizadas, muito embora o ambiente familiar possa ter sido, de fato, acolhedor e repleto de amor – mas aí a mente fértil da energia pisciana pode fechar os olhos para as falhas.

Explore os significados da 1ª infância pelo signo lunar

Na vida adulta, pode ser alguém que carrega um certo saudosismo quanto à infância, pois acredita que era um tempo melhor – com mais alegria e menos complexidades. Sendo assim, é um tempo que molda muito a personalidade desse indivíduo, que é bastante movida pelas memórias afetivas, que trazem à tona esse passado. O lar tem grande influência sobre ele, então é preciso estar atento às energias – em especial, as nocivas.

Peixes na Casa 4 retrata uma pessoa ultrassensível, que absorve as energias tanto do ambiente como das pessoas.

Isso pode implicar dificuldades de enfrentar as adversidades da vida. Além disso, é uma pessoa que precisa trabalhar sua individualidade, dissociando-se do condicionamento à segurança da sua estrutura familiar.

Mais sobre a energia de Peixes

O signo de Peixes é regido pelo elemento Água e pelo planeta Netuno. A Água relaciona-se com as profundezas, as emoções exacerbadas. No Fundo do Céu, ela dá o tom da sensibilidade aflorada.

Já Netuno é um planeta que simboliza o que é abstrato e misterioso, estando relacionado com a intuição e a sensibilidade.

No Fundo do Céu, ele traz uma certa idealização do lar e da ideia de perfeição familiar. Representa pessoas muito apegadas às experiências da infância, tendo essas memórias ainda muito nítidas na mente. Juntos, a Água e Netuno potencializam as emoções e a memória afetiva.

Só é preciso ter mais os pés no chão e estar preparado para encarar a realidade como ela é, sem escapismos, para que a decepção não seja um fator de desestabilização emocional.

Compreenda a importância do passado para o presente e o futuro

O Fundo do Céu fundamenta toda a nossa estrutura emocional. É ele o grande responsável pelas energias e influências que recebemos na infância e que carregamos para a vida adulta. Esse aspecto pode tanto ser uma base para o nosso autoconhecimento, como uma ponte que nos comunica com nossos traumas pregressos.

O Fundo do Céu é também chamado Imum Coeli, e esse nome não poderia ter mais sentido, já que “imum”, no latim, quer dizer “imo” – ou seja, nosso âmago, nosso eu interior. Esse setor do nosso Mapa Astral fala de nossas raízes, do nosso íntimo, das sementes plantadas na nossa tenra idade.

Aprender a lidar com esse aspecto nos conduz num caminho de maturidade e evolução, em que o nosso passado é uma prolífica fonte de autoconhecimento e aprendizado.

Confira também: