Fundo do céu em Sagitário: uma vida agitada e repleta de filosofia

Se você gosta de Astrologia e está sempre procurando se aprofundar nos temas dessa área, certamente já ouviu falar em Fundo do Céu.

Esse setor do nosso Mapa Astral é importantíssimo para identificar a forma como estruturamos nossas emoções, tendo nossa infância como base.

É ele que revela como lidamos com nossa família, em especial, nossos pais. Por exemplo, se você tem o Fundo do Céu em Sagitário, teve pais éticos, que te transmitiram esse posicionamento, além dos interesses filosóficos.

Porém, essa questão é bem mais complexa, uma vez que o Fundo do Céu traz um aspecto muito importante para a nossa formação.

A depender do signo associado a esse ângulo, surgem características de nossa personalidade que vão além das que estão associadas ao nosso signo solar.

Então é muito importante fazer o Mapa Astral completo, para compreender todo o conjunto de traços da nossa personalidade, o que nos permite uma definição mais abrangente sobre quem somos.

Mas é possível ter uma base sobre esse ponto do Mapa, com as explicações que trazemos neste artigo. Se você tem o Fundo do Céu nesse signo de Fogo, leia até o fim e inicie sua jornada de autoconhecimento!

O que significa o Fundo do Céu no Mapa Astral?

Antes de explicar sobre o que é o Fundo do Céu, é preciso que você saiba como se estrutura o Mapa Astral, justamente para entender a posição dele.

O Mapa é formado por astros, signos e casas. As casas são subdivisões que simbolizam áreas específicas de nossa vida. Elas estão associadas ao nosso modo de ser ou atuar nessas áreas.

Cada casa contém um signo e pode conter um planeta. Até aqui você já sabe que as casas tratam de diversos segmentos da vida (trabalho, relacionamentos, dinheiro, carreira, religião etc.), e o Fundo do Céu é justamente uma dessas casas, a de número 4 – um dos principais ângulos do Mapa Astral. A área regida por ele é a família, nossas origens e vida privada.

Decifre o perfil completo do signo de Sagitário

É esse setor que revela quem somos hoje graças às experiências que tivemos na infância, a educação e os exemplos que recebemos de nossos pais.

Interpretar esse ângulo nos permite compreender melhor a relação que estabelecemos com nossos genitores, já que a família é a primeira instituição social com a qual temos contato.

Algo essencial para o estabelecimento de nosso caráter e personalidade. Conhecer essa questão nos auxilia a resolver hábitos arraigados, revelar talentos e lidar com traumas.

Significado do Fundo do Céu em Sagitário

Imagem de uma mulher sorrindo ao ar livre

Quem tem o Fundo do Céu em Sagitário muito provavelmente teve pais otimistas e ligados a alguma religião, o que influenciou a forma como eles transmitiram conceitos e valores, sempre pautados pela ética e pelo pensamento filosófico.

No aspecto positivo, foi uma infância confortável e que traz boas lembranças. Já no negativo, pode ter tido pais superprotetores ou muito desapegados.

Da relação com os pais, veio o prazer de ter uma casa cheia, com almoços e conversas, o que promove a sensação de um lar próspero. É, portanto, alguém que precisa de uma casa ampla, com espaço para todos.

Compreenda o significado do Fundo do Céu no Mapa Astral

Ao mesmo tempo que ama estar em família e com todos reunidos, é também uma pessoa do mundo, que gosta e se aventurar mundo afora. Só é preciso tomar um pouco de cuidado com a questão da religião, dos extremismos e do juízo de valor, já que a ética é a linha que estrutura a forma de agir.

No entanto, a fé pende para o lado otimista e pela busca de expansão da mente, então, se houver equilíbrio, pode tirar o melhor desse senso moral e passá-lo adiante aos seus filhos (se os tiver), de forma leve e inspiradora.

Mais sobre a energia de Sagitário

Sagitário é um signo regido pelo elemento Fogo e pelo planeta Júpiter. O Fogo é a energia que traz movimento, é pulsante, é o gatilho para as ações.

No Fundo do Céu, o Fogo comanda o ímpeto, além de certa tendência a questionar as coisas de forma mais enérgica, apresentando problemas para lidar com limites.

Já Júpiter traz uma relação muito profunda com suas raízes, sua infância. Isso pode revelar nela uma personalidade mais nostálgica, que quase sempre exalta os bons tempos de outrora. Define alguém que valoriza tudo que seus pais lhe ensinaram.

Deu para perceber que o planeta e o elemento regentes são as bases que estruturam essa pessoa, desde suas raízes familiares. Nessa configuração, por trazer tamanha profundidade, rege alguém que pode se ver num turbilhão de emoções e sentimentos.

Atente-se aos signos que vivem presos ao passado 

Se não usar isso com maturidade, pode se tornar muito saudosista e emotivo, sofrendo mais do que o normal. O Fundo do Céu é a nossa base – tanto do lar físico como do lar interno, nosso psicológico. Ele está relacionado com nossos pais e suas influências sobre nós.

É a soma de todas as nossas experiências vividas na infância, que revela o resultado do que somos hoje. Ele é o nosso eu profundo. Não à toa, também é conhecido como Imum Coeli (“imum”, em latim, significa “imo”, ou seja, nosso íntimo). O Fundo do Céu também conversa com nossos traumas e dores de infância.

Compreender essa relação e aprender a administrar essas energias certamente nos ajudará a seguir em frente, fazendo do passado nosso aliado em busca da prosperidade e de uma vida plena.

Confira também: