Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Meditação Vipassana: Conheça essa técnica budista

Não há nada melhor do que relaxar depois de um dia estressante e, assim, se esquecer de todos os seus problemas, apreciando um pouco a calmaria, não é mesmo? Entretanto, embora essa atividade pareça muito simples e prazerosa, pode ser mais difícil de ser realizada do que parece.

Isso acontece porque ficamos tão conectados em nossos próprios mundos recheados de responsabilidades, então muitas vezes “desligar” o cérebro e apreciar o momento é algo extremamente complicado. Além de ficarmos com a sensação de culpa todo o tempo em que tentamos relaxar, não conseguimos nos concentrar em nós mesmos, aí nossa mente fica vagando não só por entre aquilo que já passou, mas também por entre aquilo que virá.


Saiba como meditar durante o banho

Por esse motivo, algumas técnicas bastante antigas de relaxamento se tornaram bastantes populares na sociedade moderna. Nesse cenário, o budismo ficou muito famoso não só por ser muito eficiente, mas por oferecer diferentes tipos de exercícios que suprem necessidades e combinam com personalidades diferentes.

A meditação vipassana, por exemplo, também chamada de mindfulness, é conhecida por acalmar a nossa mente, o nosso corpo e a nossa alma. Sendo assim, o Horóscopo Virtual decidiu te explicar tudo sobre essa prática que pode mudar a sua vida. Confira!

Origem da vipassana

Antes de tudo, é importante entender que a vipassana não é somente um tipo de meditação, mas também uma arte de viver. Todos os especialistas em budismo utilizam exatamente essa definição para explicar mais sobre essa prática.

Embora não tenha sido, de fato, criada ou descoberta por Buda, a vipassana foi lembrada, redescoberta e popularizada graças a ele, há mais de 2500 anos. Por esse motivo, se acoplou ao budismo e, hoje, é uma das técnicas mais famosas dessa doutrina!

De acordo com a visão vipassana, nós devemos ver as coisas exatamente do jeito que elas são, evitando, assim, confusões, desapontamentos e diversos outros tipos de problemas.

Hoje em dia, essa prática também é conhecida como mindfulness. Isso ocorreu, principalmente, para que mesmo aqueles que não seguem os ensinamentos budistas possam se beneficiar dessa atividade. Entre as várias vantagens oferecidas por ela, podemos destacar o aumento da capacidade de concentração; a redução do estresse; a melhoria nas relações interpessoais e muito mais.

Meditação Vipassana


Como já falamos anteriormente, a vipassana é uma arte de viver que procura oferecer mais calma e pensamento lógico às pessoas. Dessa forma, é considerada até mesmo um tipo de cura universal para todos os problemas enfrentados pela nossa sociedade. É importante lembrar que, nesse contexto, não estamos falando apenas de doenças físicas ou psicológicas, mas também do sofrimento humano em geral.

Nesse cenário, a meditação vipassana foi criada e, é claro, leva tudo isso em consideração. Sendo assim, esse tipo de prática procura promover maior transformação pessoal por meio da autoobservação. Lembre-se de que embora nós estejamos falando de algo individual, é a partir dessas pequenas mudanças que toda a sociedade vai se renovando!

Para que essa transição possa ocorrer, portanto, é importante seguir alguns passos. A conexão entre o seu corpo e a sua mente, por exemplo, deve ser bastante profunda, porque, embora muitas pessoas tratem essas duas partes de nossa essência separadamente, uma depende da outra e, assim, devem agir em conjunto.

Além disso, a observação é algo que é muito colocado em pauta pela meditação vipassana, afinal de contas é por meio dela que podemos identificar o que fazemos de errado ou de certo, para, assim, consertar as nossas próprias ações. É assim também que deletamos todas as nossas impurezas mentais.

Dessa forma, a leveza, o equilíbrio, o amor e a compaixão de nossa mente ficarão intactas e em evidência. Ao mesmo tempo, ficaremos livres de todas as ilusões que muitas vezes nós mesmos plantamos em nossas cabeças, resultando, na maioria dos casos, em muitos problemas e decepções. Isso é algo que é benéfico não somente para nós mesmos, mas também para todos aqueles ao nosso redor.

Sociedade vipassana

Qual o poder da meditação?

Desenvolver todos os nossos sentidos para que possamos desfrutar de todos os benefícios da meditação vipassana é algo muito difícil, porque esse exercício é mais complexo do que parece e, assim, leva tempo para que possamos e consigamos aperfeiçoar a nossa mente e o nosso corpo a essa atividade.

Por esse motivo, diversos professores e especialistas dessa área, ao longo do tempo, se tornaram responsáveis por passar esse ensinamento a outras pessoas. Hoje em dia, felizmente, há vários indivíduos que sabem tudo sobre essa arte de viver e, assim, são capazes de transmitir os seus conhecimentos.

Nesse cenário, a Sociedade Vipassana surgiu. Com o principal objetivo de despertar a paz interior, essa instituição procura promover os ensinamentos dessa técnica de meditação para todos aqueles que tiverem interesse. Para isso, contam com profissionais atenciosos e muito dedicados a oferecer uma programação completa para todas as pessoas.

O melhor de tudo é que indivíduos de todas as idades, gêneros e crenças podem participar das atividades promovidas sem nenhum tipo de restrição. O importante é aproveitar tudo aquilo que a Vipassana tem para nos oferecer!

Como praticar?

5 técnicas de respiração para meditar

Caso você queira tentar praticar essa atividade por conta própria, criamos um guia bastante simples e rápido que você pode seguir. Confira:

  • Escolha um lugar calmo, para que ninguém te atrapalhe. Se esse ambiente proporcionar algum tipo de contato direto com a natureza, melhor ainda;

  • Sente-se no chão, com as pernas cruzadas, na posição de lótus. É importante ficar com a coluna bastante ereta. Caso, por algum motivo, você não possa sentar-se no chão, também é possível utilizar uma cadeira;

  • Com a mão na barriga, respire de maneira natural, ficando atenta ao movimento de sobe e desce do seu abdômen. A partir desse momento, você pode começar a tentar aguçar os seus sentidos, percebendo tudo aquilo ao seu redor, desde as cores, passando pelos cheiros e até mesmo o vento ou a sensação do calor ou do frio;

  • Evite dispersar. Fique sempre atento àquilo que penetra em sua mente e, sempre que perceber algum tipo de desvio, foque naquilo que você tem como objetivo;

  • Para finalizar, saia desse estado de maneira calma e lenta. Abra os olhos com cuidado, aprecie tudo ao seu redor e, enfim, termine a sua sessão.


Você pode fazer uma sessão diária de 20 a 30 minutos ou, se preferir, sessões pequenas – de 1 minuto – a cada hora.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.