Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Meditação para melhorar a ansiedade

Tensão constante. Irritabilidade. Dificuldade de concentração. Medo. Nervosismo. Estômago embrulhado. Problemas para dormir. Falta de ar. Esses são apenas alguns dos sintomas da ansiedade, doença que atinge cerca de 33% da população mundial segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), sendo que o Brasil fica em primeiro lugar no ranking realizado pela mesma instituição. 

Com base nesses dados, não é surpresa nenhuma que a ansiedade seja conhecida como o mal do século, certo? Seja em menor ou maior grau, essa condição afeta a vida de diversas pessoas ao redor do mundo, e elas acabam sendo obrigadas a aprenderem a conviver com essa situação ao mesmo tempo em que lidam com a falta de compreensão das pessoas ao seu redor. 

Além disso, é interessante lembrar que vivemos em uma sociedade que está sempre nos pressionando e nos fazendo pensar no futuro, o que intensifica esse problema. Por esse motivo, lidar com a ansiedade envolve muito mais do que apenas a força de vontade de cada um, e controlá-la não é uma tarefa fácil – muito pelo contrário. Essa tarefa pode ser extremamente difícil, especialmente porque no meio de tudo isso, ainda não podemos nos esquecer das nossas obrigações profissionais e pessoais.

No entanto, é importante lembrar que nem tudo são espinhos e existem alguns truques que surgiram com o intuito de diminuir a tensão da vida diária e, consequentemente, ajudar a diminuir a ansiedade. A meditação, por exemplo, é uma delas: ela é capaz de diminuir a sua inquietação e ajuda no relaxamento do corpo e da mente! Confira o passo a passo:

Foque no agora 

Um dos principais problemas da ansiedade é fazer a nossa mente se preocupar com o futuro e não viver o presente. Por isso, a meditação propõe que você foque no agora, ou seja, no momento que você está vivendo.

Leia também: Os 7 principais sintomas da ansiedade. Você possui?

Analise o ambiente 

Para se sentir no presente, é preciso que você saiba exatamente onde você está. Então, olhe ao seu redor; absorva todas as características do local em questão. Não apenas veja com um olhar mais leigo: aprofunde-se, analise tudo o que você pode ver. Conseguiu fazer isso? Então parta para a próxima etapa! 

Apure os seus ouvidos 

Muitas coisas criam um ambiente agradável. Os seus aspectos físicos são muito importantes, mas aqueles que apenas escutamos, mas não vemos, também atuam na nossa percepção do presente. Por isso, permita-se ouvir os sons a sua volta: o passarinho cantando, os passos das pessoas, até mesmo o relógio batendo. 

1 minuto 

Se você seguiu os passos anteriores corretamente, então você conseguiu focar no presente. Isso pode ser um pouco difícil no início, porém, conforme você for aprimorando esse dom e for praticando essa atividade, você perceberá que ficará cada vez mais fácil se atentar no agora. O ideal é que você se mantenha compenetrada por pelo menos 1 minuto!

Leia também: Ansiedade exacerbada. Você a possui?

Os passos citados acima podem parecer bobos, porém eles nos ajudam a aprender a se concentrar em uma atividade de cada vez. Dessa forma, o nosso cérebro não fica tão acelerado, o que diminui a intensidade da ansiedade. Isso também acontece porque a meditação deixa os nossos pensamentos mais organizados e, dessa forma, somos capazes de compreender com mais facilidade as tarefas do dia a dia. 

Ficar focado no presente proporciona sentimentos benéficos para a nossa mente e para a nossa alma, tais como segurança, paz interior e satisfação pessoal. Contudo, lembre-se que o ambiente em que você pratica a meditação também influencia nos seus resultados. Sendo assim, é importante que você encontre um lugar tranquilo, silencioso e limpo para exercitar essa atividade. 

Durante a meditação, procure sempre respirar sem pressa – afinal, esse é o intuito dessa terapia: desacelerar o seu corpo e o seu cérebro – e não lute contra os seus pensamentos. Quando você os abraça, fica mais fácil de lidar com eles. Ao se sentir completamente focado no presente, você será capaz de experimentar o que é simplesmente estar ali. 

É aconselhado que a meditação seja uma atividade contínua na sua vida. Isso quer dizer que apenas uma ou duas sessões não irão ajudar na sua ansiedade. Para que você adquira os benefícios em longo prazo, deve estar sempre exercendo essa técnica, até porque quanto mais você fizer isso, mais fácil será se manter no presente, até que isso se torne algo natural!


Artigo escrito por Patrícia Magarian da Equipe Horóscopo Virtual.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.