Compartilhar

por Alana Morgana

O beijo da anaconda

Todo o mundo está com medo da Anaconda, da sucuri gigante que ronda um bairro do Rio de Janeiro. Fiquei pensativa e fui pesquisar as notícias: Sucuri gigante atropelada em Mato Grosso do Sul; Cobras atropeladas na Transamazônica, na Baixada Fluminense, e como ela, lagartos, jacarés e milhares de espécies em extinção ou não. Nós é que temos medo delas ou elas têm de nós? Vi em um blog, uma sucuri gigante, morta e as crianças alegres, retirando os filhotes da barriga do animal. Atualmente o frenesi, é a anaconda na represa Billings, que todos vêm, mas ninguém pega e se pegarem, se deixarem, vão morrer a pauladas ou a tiros. Dói muito saber que a natureza está sendo devastada e os animais não tem mais seu habitat natural e precisam vir à cidade aos centros urbanos para se alimentarem. Muitas represas, devastações que não cessam as pessoas não tem onde morar e vão invadindo as terras para sobreviver.

Esse assunto, não se esgota. Estamos sempre, os que defendem a natureza, agindo de alguma forma, seja escrevendo, participando de palestras ou atividades em campo, lutando para defender os animais. Nos grandes centros urbanos, são os gatos, cachorros abandonados e que deveriam em minha opinião serem castrados, para que não se proliferem e serem depois jogados ao vento. 

"Dói muito saber que a natureza está sendo devastada e os animais não tem mais seu habitat natural.

Quando vi a reportagem, senti o beijo da Anaconda, tão temida, tão repudiada e a cobra morrendo de medo dos humanos. A dor me consome me deixa impotente, o que posso fazer (no meu caso), apenas falar, escrever, passar um pouco de conscientização para as pessoas. O beijo dela é mortal, assim como as mãos humanas, como o instinto do homem, que tem o mesmo da anaconda, o da sobrevivência. Será que um dia tudo isso, vai parar? Será que para que isso terminar deverá ter uma grande hecatombe? Um Caos? E o ser humano, retornando as origens, sem a tecnologia, que deveria ser para o crescimento humano, auxílio à Natureza e aos animais, se houver um Caos, ele terá mais conscientização ou acontecerá tudo novamente e com o passar dos séculos, mostrará que não é digno de estar neste planeta que tudo dá que ajuda?

Enquanto isso, o beijo da anaconda é fundamental e fatal, para ambos os lados...

Compartilhar

Alana Morgana

+ artigos

Alana Morgana, Matriarca e Suma Sacerdotisa da Tradição Athena Pronaia-Coven Corujas Lunares, Taróloga, Cartomante e Terapeuta Holística. Fundadora da Escola de Artes Mágikas Alana Morgana (desde 1984).