Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Provas para você acreditar em Astrologia

A cada frase de horóscopo em jornal, revista ou TV menos dá vontade de acreditar em astrologia. Isso é bem normal. Infelizmente a astrologia caiu em descrença e muita gente acha que é coisa de gente esotérica e que não faz diferença nenhuma saber. Na verdade, astrologia é algo sério e que vale a pena estudar. Separamos algumas provas que ajudam você a entender melhor o que é a astrologia e por que vale a pena acreditar nesse estudo.

Estudo milenar 

A astrologia existe há mais de 6 mil anos. Se um estudo durou por tanto tempo assim, com certeza algo de verídico deve existir nisso. Se a astrologia fosse só invenção para programas de TV passarem de tarde, ela não teria durado por tanto tempo assim.

Reis, rainhas e imperadores 

Há séculos, reis, rainhas e imperadores se consultavam com astrólogos antes de tomar decisões importantes e até mesmo para decidir se iam ou não para uma guerra. Se decisões que colocavam em risco a vida de toda uma população eram feitas com a ajuda de um astrólogo, algo de importante deve ter nesse estudo, não é mesmo?

Mais matemática, menos intuição 

Ao contrário do que muitos acreditam, a astrologia não é baseada em intuição e previsão do futuro com base em algum tipo de mediunidade. A astrologia é baseada em cálculos matemáticos do posicionamento dos planetas sob o ponto de vista de quem está na Terra e fazendo uma correlação com símbolos que são chamados de signos.

O “signo” é só o começo 

Muitas pessoas não se identificam com os seus signos e por isso não acreditam em astrologia. O estudo sério da astrologia consiste em elaborar um mapa astral com a posição de todos os planetas do sistema solar e angulação entre eles, além de calcular o posicionamento deles em relação ao planeta Terra e aos símbolos da astrologia. Ou seja, o signo que dizem por aí não consegue explicar a personalidade de ninguém na verdade, ele é apenas uma pequena parte de um estudo muito mais complexo e aprofundado. O mapa astral é individual e não existem dois iguais. Cada pessoa tem o seu próprio, pois cada pessoa tem uma personalidade única.

Fontes confiáveis 

Infelizmente a astrologia ganhou uma má fama por causa da quantidade de astrólogos enganadores que existem por aí. Como toda profissão, existem os bons e os maus profissionais. Normalmente esses horóscopos e previsões furadas são feitos pelos astrólogos não muito confiáveis e, por isso, muita gente acaba achando que todos são assim. Mas não são. Existem muitos astrólogos profissionais e confiáveis. Procure boas referências e você encontrará algum com quem possa ter uma conversa honesta para ele te mostrar como a astrologia pode te ajudar.

Religião 

Muitas pessoas não acreditam na astrologia por não acreditarem em nenhuma religião, e pensam que astrologia é algo relacionado, mas não é. A astrologia existe independentemente de qualquer religião. Seus estudos são feitos por pessoas das mais diversas crenças, inclusive ateus. A astrologia é um estudo que se aproxima mais de uma ciência exata do que de um estudo filosófico ou espiritual, por isso pessoas céticas e que não seguem religiões podem se dar bem estudando-a.

Autoconhecimento 

A astrologia não é algo fútil que serve “apenas” para prever o futuro. A astrologia é uma ferramenta de autoconhecimento. Todos que buscam evoluir e melhorar como pessoas podem utilizar a astrologia para se conhecer melhor e usar isso a seu favor. A astrologia é uma ferramenta que pode e deve ser usada para esse propósito. Pois, você se conhecendo bem, saberá como servir melhor ao mundo e também como ser mais feliz. Então, se você ainda não acredita em astrologia, faça um teste e procure mais sobre ela, não para os outros, mas para o seu próprio bem.


Artigo escrito por Roberta Lopes da Equipe Horóscopo Virtual.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.