Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Sidarta Gautama: Conheça a história de Buda

O Universo é cheio de mistérios e, por isso, diferentes crenças surgiram para que as pessoas encontrem conforto em um ser superior e sábio. Nesse cenário, várias religiões se tornaram bastante populares, juntamente com suas figuras emblemáticas.

Esse é o caso, por exemplo, do budismo, que, além de ser considerado uma religião, também é conhecido por ser um estilo de vida. Dentro desse universo, o Buda se tornou extremamente conhecido e, basicamente, o símbolo dessa doutrina.

Poucas pessoas conhecem, contudo, a história e trajetória dessa figura tão importante, que também atende pelo nome de Sidarta Gautama. Sabendo disso, o Horóscopo Virtual criou um guia completo sobre esse assunto especialmente para você. Confira!

Quem foi Sidarta Gautama?

Nascido há mais de 2.500 anos, Sidarta Gautama era nada mais nada menos do que um príncipe! Por ser considerado o porta-voz de uma religião que preza tanto pela simplicidade, isso pode parecer um choque para as pessoas. Entretanto, é importante lembrar que, assim como todos os seres humanos, o Buda passou por vários desafios até encontrar o seu caminho e a sua vocação.

Mesmo assim, na época em que era príncipe, chamava a atenção das pessoas por demonstrar interesse em diversas questões mundanas, que, muitas vezes, são ignoradas pelos grandes líderes. Isso já fazia com que ele se diferenciasse e se destacasse dentre os indivíduos poderosos. É importante lembrar, contudo, que ele não era considerado nenhuma divindade ou profeta por causa disso.

Em outras religiões, é normal vermos suas figuras importantes sendo colocadas em um altar e sendo tratadas como verdadeiros santos. No budismo, contudo, isso não acontece. O Buda é, sim, considerado um ser iluminado, mas isso ocorre porque ele escolheu ver e viver pela verdade. Ou seja, ele era um homem comum que seguiu o caminho certo, e por isso ficou eternizado na sociedade.

10 amuletos da sorte para dar como presente

Qual é o país natal de Sidarta Gautama?

O budismo é uma religião muito popular hoje em dia que foi fundada na Índia, por Sidarta Gautama. Por esse motivo, muitas pessoas acreditam que Buda era indiano. Essa ideia, contudo, está errada.

O país natal de Sidarta Gautama é o Nepal, região inclusive em que ele era príncipe. É importante ressaltar isso porque conhecer as suas origens é necessário para entender tudo o que ele renunciou para sair em busca da verdade e de uma vida simples e longe de luxos que nos distanciam da realidade em que vivemos.

Na Índia ele fez um trabalho incrível, e por isso é reconhecido, lembrado e reverenciado até os dias de hoje. Entretanto, tenha sempre em mente que o país natal dele é o Nepal!

A história de Sidarta Gautama

A vida de Sidarta Gautama sempre foi marcada por grandes acontecimentos. Sua mãe, por exemplo, morreu logo após o seu nascimento. Por esse motivo, ele foi criado pela sua tia, que o tratava como se fosse seu filho. Além disso, com apenas dias de vida, um homem profetizou sobre o caminho que ele percorreria e previu que ele seria ou um grande líder espiritual ou um grande governante.

Hoje, nós sabemos qual opção estava correta. Entretanto, na época, o seu pai, rei do Nepal, preparou o seu filho para ocupar o seu lugar. Sendo assim, ele viveu com grande luxo e foi poupado, durante anos, da realidade da humanidade. Isso porque ele foi afastado de toda a dor, sofrimento e até mesmo das religiões.

Com 29 anos, Sidarta Gautama decidiu que iria passear pelos campos em um episódio que ficou conhecido como as Quatro Vistas Passadas. Mesmo com essa idade avançada, ele ainda não tinha presenciado a realidade fora dos muros de seu palácio, e era isso que ele buscava.

Essa expedição, que foi feita com o auxílio de um camponês, foi marcada por quatro pontos muito importantes para a vida de Sidarta. Primeiro, ele se deparou com um homem muito idoso. Essa foi a primeira vez que ele teve que lidar com a velhice. Em seguida, ele viu um homem muito doente e após esse momento um cadáver. Para ele, que nunca possuiu a necessidade de enfrentar doenças ou morte, isso foi um completo choque.

Por fim, ele viu um asceta errante. Ao entender que esse indivíduo havia renunciado ao mundo e, assim, saído em busca da libertação e salvamento da humanidade, Sidarta Gautama ficou inspirado pela sua coragem.

Abalado, pensativo e não conseguindo enxergar os benefícios de seus luxos depois desse episódio, ele renunciou ao seu posto, raspou a cabeça, vestiu roupas simples e saiu em busca da iluminação.

Conheça os 4 mandamentos do Budismo para o caminho da verdade!

O caminho percorrido por Sidarta Gautama

Em sua busca pela realidade do Universo e da humanidade, Sidarta Gautama teve o auxílio de professores renomados e extremamente inteligentes. Assim, ele estudou sobre filosofias, religiões e até mesmo sobre a meditação.

Após aprender tudo o que tinha para ser aprendido na época, contudo, ele ainda possuía diversos questionamentos que cercavam a sua mente e o deixavam inquieto. Por isso, saiu, novamente, em busca de maior iluminação junto com cinco outras pessoas.

Em momentos de dificuldade, ele percebeu que, para alcançar a iluminação real, deveria fortalecer a mente para tal, e isso só seria possível por meio da disciplina. Assim, mudou a a tática, e por isso foi abandonado pelos companheiros, que o deixaram sozinho.

Ao se sentar embaixo de uma figueira, que ficaria conhecida como a Árvore Bodhi, ele alcançou um nível de meditação muito profundo, o que lhe proporcionou a grande iluminação que tanto procurava.

Depois desse episódio, Sidarta Gautama passou a oferecer sermões e ensinamentos para todos aqueles que sentissem a necessidade de ouvi-lo, inclusive para os seus cinco ex-companheiros que o abandonaram. Assim, reuniu centenas de seguidores e viajou por inúmeras regiões do Nepal e da Índia, inspirando diversas pessoas até os dias de hoje e no mundo inteiro.


Leia também: O budismo e a não religiosidade

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.