por Valquiria Rita Geraldini

O papel da Terapia Floral como auxiliar no encontro da felicidade

Muitas pessoas não sabem, mas no próximo dia 20, comemora-se o Dia Internacional da Felicidade. Fazendo uma pesquisa rápida pela Internet, descobri que esta data tem como objetivo promover a felicidade e alegria entre os povos do mundo, evitando os conflitos e guerras sociais, étnicas ou qualquer outro tipo de comportamento que ponha em risco a paz e o bem-estar das sociedades. 

O Dia Mundial da Felicidade foi criado pela ONU e a decisão de criar um dia dedicado à felicidade surgiu durante uma reunião geral das Nações Unidas, sob o tema "Felicidade e Bem-Estar: Definindo um Novo Paradigma Econômico", em abril de 2012. 

Eu acredito que a felicidade existe e está ao alcance de todos. Mas como encontrá-la? Será que aquilo que te faz feliz é o mesmo que me faz feliz? A felicidade é relativa? Dinheiro traz felicidade? Sucesso e felicidade caminham lado a lado? Como definir a felicidade? Felicidade é um tema polêmico e que gera muitas reflexões. 

É importante também diferenciar a alegria e a felicidade. A alegria depende de acontecimentos externos, tal como a tristeza. É possível sermos felizes, mas estarmos tristes por algo que aconteceu. Já a felicidade vem de dentro, do nosso interior. O autoconhecimento, nesse caso, é fundamental para que possamos identificar as nossas qualidades e defeitos, acolhendo com carinho as nossas dificuldades e aprendendo a lidar com as possibilidades. 

Ter autoestima também é importante. Para ser feliz é necessário gostar de si mesmo e ter muito cuidado com as frustrações vindas de objetivos não alcançados, pois as frustrações drenam a nossa autoestima, que é tão necessária para sermos felizes. A concretização de metas não deve ser o alicerce da nossa autoestima. 

Dentro da Terapia Floral existem várias essências florais que podem auxiliar no processo de encontro à felicidade. A escolha de uma fórmula dependerá do lugar onde cada paciente está neste caminho. Além disso, a jornada percorrida pelo paciente durante o tratamento com a Terapia Floral é um grande caminho de autoconhecimento, que é imprescindível para sermos felizes além de muito contribuir para o fortalecimento da nossa autoestima. 

Os florais não possuem contraindicação, podendo ser utilizados por pessoas de qualquer idade, inclusive bebês, sendo possível usá-los conjuntamente com qualquer outro tratamento que seja necessário. São encontrados nas boas farmácias de homeopatia e manipulação de todo o país. Normalmente são utilizados tomando-se 4 gotas 4 vezes ao dia. 

Valquiria Rita Geraldini

+ artigos

Valquiria Rita Geraldini é Terapeuta Floral, instrutora em Visualização Criativa e escritora. Atende em consultório e online além de ministrar cursos e dar supervisão para profissionais da área.