Compartilhar

por Erickson Rosa

Como utilizar a mente para o controle emocional

Pode parecer estranho o título deste texto, pois ele dá a entender que não sabemos utilizar nossa mente. É exatamente isso que quero dizer. Realmente não sabemos usar nossa mente e isso gera muitos problemas, pois nossa mente pode ser a criadora de soluções ou problemas. Depende de que maneira estamos utilizando-a. 

De maneira geral, nossa mente aumenta os problemas e cria situações adversas. Isso ocorre porque temos impulsos que não percebemos. Por exemplo, na psicologia, em uma de suas muitas linhas teóricas, entende-se que temos pensamentos automáticos e que estes geram comportamentos sabotadores. Já na psicanálise, explicando de forma muito simplista, nossos impulsos inconscientes é que geram nossos comportamentos e somente entendendo esses impulsos poderemos compreender e mudar os comportamentos que temos. Já na psicologia oriental, a criação do sofrimento vem por meio da criação de nossa mente e por causa de nossa ignorância (de não saber como originamos esse sofrimento) e somente podemos cessá-lo se entendemos como é que nossa mente cria as coisas e o sofrimento. 

O poder dos pensamentos

Essas três visões, em minha opinião, se complementam e quero utilizá-las para passar para você uma forma para trabalhar sua mente nas mais diversas situações. Essa forma é em três etapas: pensar, contemplar e repousar. Você utilizará essas etapas nas situações que demandam de você decisões, escolhas e até mesmo que geram ansiedade e estresse. Vou falar de cada uma delas individualmente para poder ser o mais claro possível. 

PENSAR 

Nossa mente é como o olho. A função do olho é ver e não existe como parar de ver. Se fecharmos os olhos, estaremos apenas cessando por um tempo a visão, não deixando que a luz o toque. Mas ainda assim, se permanecermos de olhos fechados, visões aparecerão em nossa mente. 

Assim como a função do olho é ver, a mente é designada a pensar. Nossa mente trabalha o tempo todo. Ela é uma solucionadora de problemas. Então, sempre que se deparar com uma dificuldade, sua mente correrá para achar uma resolução para a questão. Dessa forma, é impossível parar de pensar 

Quando nos deparamos com problemas ou dificuldades, não podemos parar de pensar neles. Para te mostrar isso, irei te dar um exemplo. Tente não pensar em um elefante branco. Imediatamente você pensou no elefante e ignorou totalmente a solicitação de “não pensar”. Da mesma forma ocorre quando você não quer pensar em determinado assunto. Se você diz a si mesmo “não quero pensar em tal coisa”, está fortalecendo o pensamento em tal questão. Às vezes o pensamento te traz uma série de emoções desconfortáveis. Como fazer então? A forma de lidar com pensamentos indesejáveis é não se opor a eles. Deixe os pensamentos virem e pense nesse assunto, mesmo que te gere ansiedade ou tristeza. Pense no problema em questão e organize soluções para essa situação. Contudo, não é só isso. Precisamos de outros passos após o pensar. Vamos para os passos seguintes, que irão te ajudar a não ficar apenas no pensar. 

Os 5 principais pensamentos que sabotam sua vida

CONTEMPLAR 

Após pensarmos sobre uma situação, devemos contemplar esse pensamento. Sem julgamentos ou críticas, apenas observar como se originou determinado pensamento e como foi a construção das soluções para o problema. Essa etapa de contemplar é como pintar um quadro. Ao pintar o quadro, o artista olha para a obra e a observa durante alguns minutos, pensando na trajetória e em como fez para chegar a determinado resultado. 

Com a mente não é diferente. Olhamos e vemos os padrões que nos fizeram chegar a determinada resolução. A contemplação nessa etapa é uma visão ampla sobre como sua mente opera. Veja os passos que tomou e depois dessa análise contemplativa vamos ao repouso. 

3 formas de ampliar a capacidade da sua mente

REPOUSAR 

Já notou como muitas ideias parecem boas e depois de um tempo vemos o quanto eram inexequíveis ou fantasiosas. Isso porque nossa mente pode mudar de posição. Podemos estar com a mente em um determinado cenário quando temos as ideias, mas depois precisamos de um tempo de repouso para olhá-las novamente e avaliar se ainda podemos executá-las. 

Ao pensar e contemplar as ideias, podemos repousar nossa mente e somente depois de um tempo olhar para aquilo. Podemos fazer isso em escolhas difíceis, em tomadas de decisões etc. O repouso é o tempo que precisa para sua mente olhar as coisas de um outro ângulo e poder tomar a decisão mais assertiva. 

Gostou? Coloque seu comentário abaixo e deixe suas dúvidas, que respondo para você. No próximo texto iremos falar sobre as ações de fala. Até lá.

Leia mais: As 3 bases para cultivar o equilíbrio emocional

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Terapeuta holístico, Mestre Reikiano e formado em psicoterapia holística. Fundador do Coach Matinal e autor do e-book Ansiedade Sem Remédios. Ministra cursos e eventos com temas como a motivação, psicossomática, fisiognomonia e meditação.