Compartilhar

por Lilian Evangelista

Dia do homem: nossos meninos grandes

Filhos de Adão, está próximo o dia do homem! É legal saber o por quê desse dia ter sido criado, para comemorar a vida de nossos queridos “meninos grandes”!  Embora, esta data seja comemorada em outros países no dia 19 de novembro, ambas tem a finalidade de chamar a atenção de toda a sociedade, para problemas que possam atingir o sexo masculino, em especial sua saúde. No Brasil, a Ordem Nacional dos Escritores propôs a data de 15 de julho em 1992, e deste ano em diante, a importância foi crescendo por parte de autoridades políticas e especialistas na saúde do homem. Um exemplo dessa conscientização diz respeito ao câncer de próstata, que no Brasil é o segundo mais comum entre os homens. Porém, graças a ações de métodos preventivos, a taxa de incidência vem aumentando no decorrer dos anos, garantido também por campanhas informativas, e pelo aumento na expectativa de vida.

Junto a isso, o dia também é lembrado pela reflexão de igualdade entre homens e mulheres, propondo sempre a mudança de comportamento em relação a posturas machistas e feministas, que se empenham na discussão de direitos iguais para todos.

Não esquecendo a importância da saúde e prevenção de doenças, e colocando de lado formas de pensamento que em nada acrescentam – sobre machismo e feminismo – muito melhor é pensar contemporaneamente, com atitudes que nos ajudem a evoluir, afinal o mundo caminha para frente. Sendo assim, analisando de forma aberta, quanto charme existe naquele que ainda nos abre a porta do carro, que nos envia flores, e o quanto de nós mulheres, somos corajosas em assumir que estamos apaixonadas por aquele cara todo bagunçado que não sabe onde enfiou a chave do carro, ou a carteira, ou sei lá, o presente que tinha comprado para nós.

Esses grandes meninos, que corajosamente, chegam junto e dizem para o quê vieram, afinal, não é nada fácil para um homem “enfrentar” a situação de ter conquistar nós mulheres, tão resolvidas do mundo atual.

Não é novidade para ninguém, que as meninas se desenvolvem muito mais rápido que os meninos, enquanto estão indo com a farinha, nós já voltamos com o bolo pronto. Então, vamos dar um desconto para esses guerreiros. E em se falando de guerreiros, qual mulher não quer ser tomada pelos braços, e se sentir segura dentro daquele vigoroso abraço?

Colocando todo e qualquer resquício de “guerra dos sexos” de lado, temos que concordar que precisamos da segurança que eles nos dão.  E eles precisam igualmente de nós. É claro que às vezes, eles nos irritam profundamente, e penso que muitas dessas vezes, estão fazendo isso propositalmente, como quando crianças, irritavam e pentelhavam as meninas da classe.

Sim, eles fazem curso para isso. E ainda dizem que somos complicadas de entender. Porém o universo masculino é um grande mistério, assim como o feminino. Fazer perguntas “difíceis” para eles é a morte, como: “você acha que estou  gorda?”, “você notou meu corte de cabelo?”, ficar aborrecida com qualquer coisa e fechar a cara, minha cara, não é a solução. Como são objetivos, se perguntam “o que você tem?” e se você disser que não tem nada, pode ter certeza, não vão insistir para saber. E acho que não fazem por mal. Eles pensam em outro planeta, só pode ser. São escorregadios por profissão.

Fazer compras com eles, é o mesmo que dizer “ok, vá preparada para enfrentar grunhidos e bicos”, lembram dos meninos? Acho que no mundo simples que eles vivem, em que um par de sapatos serve para todas as ocasiões, um pretinho básico já é ostentação.

Mas, que maravilhoso é o beijo, o abraço, o carinho! Quantas sensações estar perto destes filhos da primeira criação! Acho que desde sempre, eles vem nos emprestando uma costela, para assumirmos que deles precisamos para que as nossas noites tenham mais estrelas, sejam mais iluminadas, e bem mais quentes! Não há como resistir a estes homens admiráveis que fazem parte de nossas vidas!

Então, agradeçamos pela vida deles, aqueles que estão sempre por perto e aqueles que gostaríamos que estivessem mais perto. Pode ser que neste dia, você esteja sozinha. Mas, mulheres, o mundo mudou, o que antes era caça agora é caçador! Neste dia dos homens, mostre o quanto de mulher você é, e conquiste aquele ser que abala seu coração.

Compartilhar

Lilian Evangelista

+ artigos

Escritora de coração. Casada, mãe de dois filhos. Um livro publicado no ano de 2014 "Entre anjos e flores" pela Editora Virtual Ânema. Atualmente escrevo em meu blog pessoal. "Descobri que as palavras são a minha revelação,e permitem que eu seja essa pessoa que se constrói e se desfaz, pois a cada nova palavra, um novo pensamento."