por Equipe Horóscopo Virtual

Mitologia japonesa: a criação do mundo

Não! No Japão, a história sobre a criação do mundo não é a mesma que ouvimos por aqui, nem em todos os lugares se acredita em Adão e Eva. Cada cultura possui seu mito sobre a criação do mundo e o Japão também tem o dele.

Existem diversos livros japoneses antigos que falam sobre os seus deuses e suas lendas, entre eles, dois se destacam com a história da criação do mundo: o livro Kojiki, do ano 712 D.C., que significa “registro das coisas antigas”, e o livro Nihongi, de 720 D.C., que significa “crônicas do Japão”.

Vamos começar pela história do livro Nihongi:

Diz a lenda que, antes de existir o mundo, o céu e a terra eram uma coisa só. Não existia claro ou escuro, masculino ou feminino, luz ou sombra, tudo era uno. Essa unificação tinha forma de um ovo, que continha dentro dele um imenso caos, pois ainda não existia forma definida para o que tinha lá dentro. Até o dia que esse ovo se rompeu.

O surgimento de Izanagi e Izanami, os últimos deuses que de criaram as ilhas que hoje formam o Japão.

De dentro dele saiu uma parte clara, pura e leve que se transformou no céu. Depois, uma parte densa e escura se soltou para formar a terra. E depois dessa separação, surgiu, como um broto de uma planta, algo que ficava entre eles. Era o primeiro deus do mundo, chamado de “Kuni-toko-tachi”, que significa “Eterno suporte terreno das coisas majestosas”. E então outros deuses começaram a surgir para habitar esse mundo recém-criado.

Já no livro Kojiki, os deuses têm um papel mais ativo na criação:

Não existia mundo, nem céu e nem terra. Havia apena o caos, com uma forma indefinida e de tamanho indefinido. E do caos surgiu uma massa leve e clara, que virou o céu, chamado de “planície dos céus elevados” (Takamagahara). E desse céu surgiu um deus, chamado de “Ame-no-Minaka-Nushi-no-Mikoto” (Deidade do Augusto Centro do Céu).

Do primeiro deus, surgiu o segundo deus e depois o terceiro. Assim surgiu a primeira trindade de deuses do mundo. Foram conhecidos como “As três deidades criadoras”.

Mas como no caos não havia apenas o que era leve e de luz, surgiu então uma massa densa que se desprendeu do caos e virou a terra, demorando muito tempo para se solidificar como solo. Desse tempo onde céu e terra ainda eram novos, surgiram mais dois deuses dessa mistura. E então a trindade de deuses agora eram cinco, que foram considerados as “divindades celestiais especiais”.

E foram desses cinco deuses que surgiram mais e mais deuses para habitar esse novo mundo. Até o surgimento de Izanagi e Izanami, os últimos deuses que nasceram e que tiveram a tarefa de criar as ilhas que hoje formam o Japão. E assim surgiu a terra do sol nascente. 


Artigo escrito por Ricardo Sturk da Equipe Horóscopo Virtual.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.