por Equipe Horóscopo Virtual

Mitologia japonesa: O Deus da Morte

Em qualquer parte do mundo a morte sempre foi um assunto de polêmica e, por muitas vezes, temor. Por muito tempo, antes da medicina evoluir e os estudos científicos ficarem mais populares, diziam que as mortes inesperadas eram causadas por demônios, criaturas do outro mundo e principalmente a Morte.

Essa figura normalmente retratada como um esqueleto que usa uma capa preta e leva uma foice, surgiu na idade média na Europa, por volta do ano 1.000 até 1.300. Muitas lendas surgiram dizendo que quando essa criatura surgia era porque alguém próximo ia morrer. A morte retratada nesse ser ficou tão popular que sua lenda viajou para outros continentes até chegar ao extremo da Ásia, no Japão.

Apesar do Budismo e do Xintoísmo, as religiões oficiais do Japão, terem seus ensinamentos e contos sobre a morte, a figura do ceifador chegou pelas lendas europeias e, ao se misturar com as lendas e culturas locais, foi associada ao termo “shinigami”. Quanto às crenças com influência do Budismo, muitos japoneses não acreditam em um ser que conduz as pessoas ao mundo da morte. E, quanto ao xintoísmo, por ter histórias de Deuses, como Izanami, que concedeu muitas mortes aos homens, os deuses que concediam a morte aos humanos não eram vistos da mesma forma como os ocidentais viam o ceifador.

Na cultura japonesa, os seres sobrenaturais podem ser denominados como “kamis” que são os seres superiores, divindades, ou como “yokais”, que seriam os seres inferiores, os demônios e diversos seres mitológicos. Ao contrário do que muitos acham, os shinigamis não são considerados yokais, mas sim, kamis.

A figura do shinigami começou a ser mais difundida no Japão por volta de 1.700 com os teatros de fantoche. No começo a morte era retratada mais com aspectos humanos do que como um ser sobrenatural. Somente aos poucos ela foi tomando forma parecida com o ceifador da cultura europeia. Desde então, a cultura popular usou essa personificação da morte por diversos meios. Seja no teatro, nos livros e até, mais atualmente, nos mangás e animes.

Independentemente da crença, o que podemos dizer é que os shinigamis rendem boas histórias. Enquanto as lendas e contos inspirarem (e amedrontarem) as pessoas, sempre existirá espaço para as criaturas sobrenaturais tomarem sua parte nas diversas culturas. Seja aqui, no Japão, ou em qualquer lugar do mundo. 


Artigo escrito por Ricardo Sturk da Equipe Horóscopo Virtual.

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.