Compartilhar

por Erickson Rosa

Por que precisamos perdoar?

Por mais que saibamos que perdoar é algo bom, normalmente, atrelamos esse ato à ideia de esquecer, deixar passar e beneficiar o outro que nos fez algum mal. Há um entendimento que se perdoamos alguém somos a pessoa que liberou o outro, que permitiu que a pessoa fosse perdoada. No entanto, perdoar é na verdade liberar a mágoa e rancor presentes em nosso coração, e com isso, melhorar nossa saúde emocional, física e mental. Você sabia disso?

O perdão, na verdade, é um ato de amor e compaixão para si mesmo. Ao perdoar você libera seu coração da mágoa e da necessidade de vingança, pois quem alimenta o rancor deseja em seu íntimo a punição daquele que lhe empregou algum tipo de malefício. E quando alimentamos o rancor e a necessidade da vendeta, aumentamos os níveis de hormônios nocivos em nosso organismo. Além disso, sempre teremos a sensação de algo não resolvido em nossa vida, como se uma pedra estivesse em nosso sapato. Podemos também pensar que quando uma situação parecida ocorrer nosso cérebro, que trabalha por associação, fará você lembrar-se do ocorrido, fazendo com que tenha uma reação de raiva ou de descontrole por ainda carregar essa dívida em seu coração.

Ressalto que perdoar não é esquecer, mas sim compreender que o fato de carregar a raiva e mágoa só prejudica a você. Você entende que o ato da pessoa foi uma falha, mas não carrega mais mágoa ou um sentimento de revolta. Não podemos esquecer, pois ao “esquecer” se mascara as emoções negativas que estão por trás desse não querer lembrar. Precisamos sim lembrar, mas superar essas emoções e compreender o erro que aquela pessoa cometeu.

Leia também "O mantra da gratidão"

Em uma expressão mais elevada, podemos ainda ter compaixão por aquele que acomete ações não virtuosas contra nós, pois essa pessoa está, na verdade, cega e não consegue entender que isso só trará problemas para ela. Por exemplo, pessoas que se julgam espertas e que “passam os outros para trás”. Essas pessoas se julgam muito sábias e inteligentes, mas de maneira geral só fazem bobagem. Isso porque elas vão prejudicando todos que estão a sua volta e com isso afastando as pessoas. Assim quando se vêem em apuros não conseguem contar com ninguém. Vão criando inimigos e gerando problemas. Se temos uma noção da causalidade, ou seja, que toda ação irá gerar uma reação, teremos compaixão com quem nos causa algum mal. Pois entendemos que essa pessoa não compreende que suas ações irão lhe trazer problemas. 

Ao perdoar, damos espaço em nosso coração para seguir em frente e possibilitamos que a compaixão e empatia se manifestem em nossa mente. Enquanto carregarmos rancor e mágoa em nossos corações não haverá espaço para que sentimentos virtuosos, que tragam mais bem estar e felicidade, surjam. Ficaremos sempre à mercê de sentimentos negativos.

Perdoe e libere em todas as direções hoje mesmo, não perca mais tempo. Quanto mais você liberar essas emoções negativas, mais conseguirá viver de maneira mais real, sem a necessidade de manter a mágoa e o rancor por alguém que cometeu algo contra você. Essa pessoa não percebeu que também fez algo contra si mesma.

Compartilhar

Erickson Rosa

+ artigos

Psicólogo clínico laureado pela PUCRS. Atende crianças, jovens e adultos. Palestrante sobre a temática do inconsciente.

site www.coachmatinal.com.br

email [email protected]

celular (51) 99543-3715