Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

A reencarnação para cada religião

A religião é uma válvula de escape para muita gente, as entidades espirituais que acreditamos representam a esperança e a luz no fim do túnel de todos nós. E, acredite você ou não, existem mais de 10 mil religiões espalhadas pelo mundo, sendo possível encontrar diversas semelhanças entre elas, contudo, a maioria apresenta uma grande verdade em comum: a imortalidade da alma. Graças a esse fator, algumas crenças difundem a ideia da reencarnação. Descubra agora como cada religião aborda esse tema!  

Budismo

Assim como toda religião, existem várias correntes de pensamentos. Mas no budismo, temos a ideia de que a alma de uma pessoa falecida passa por um período de transição até a sua nova vida e a "forma" de seu renascimento será influenciada pelo seu carma, todos nossos pensamentos e atitudes feitos em vida, sejam eles positivos ou negativos. Assim, de acordo com o seu carma, a pessoa renasce em um dos seis mundos: reinos celestiais, reinos humanos, reinos animais, espíritos guerreiros, espíritos insaciáveis e reinos infernais. 

Candomblé

No Candomblé, quando alguém morre é feito um ritual a fim de que haja o desenlace da mente e do corpo físico. Para eles, a reencarnação é vista como um ciclo natural da vida e não existe morte, as almas apenas encarnam e desencarnam. O interessante é que, em certas linhas de pensamento, eles voltam para a vida terrena não com o pressuposto de evoluir, mas porque a terra é boa para se viver. 

Cristianismo

O cristianismo não acredita em reencarnação, mas em ressurreição, como no caso de Jesus. Acredita-se que após a morte, no dia do Juízo Final, as boas almas irão ressuscitar e viver no paraíso. E, claro, se você não for qualificado, acabará indo ao inferno ou ao purgatório, onde existirá uma oportunidade de ser purificado. 

 

Leia também "Sinais de que você está na úlitma encarnação"

Espiritismo

Segundo o espiritismo, a reencarnação é um processo de aprendizado e evolução. Quando uma pessoa morre, sua alma passa a denominar-se espírito e ela é encaminhada para um plano muito específico. Um espírito é capaz de se comunicar com os seres humanos encarnados e, eventualmente, ele também passa pela reencarnação, mas de forma consciente, isso é, ele escolhe sua família, país e cultura já tendo uma prévia "simpatia" com eles. 

Evangelismo

Para o evangelismo, a vida é uma só e não existe uma segunda tentativa (ou reencarnação). Segundo eles, quando Jesus voltar à Terra haverá a "Ressurreição dos Justos" e será dada uma nova chance aos condenados durante o Julgamento Final. Para poder alcançar o céu, você deve ter Jesus no coração, caso contrário, o seu destino será o inferno ao morrer sem Cristo. 

Hinduísmo

Após a morte, segundo o hinduísmo, o espírito é levado para uma das diversas dimensões dependendo do seu carma. Se o carma for bom, ele passa um tempo em uma dimensão muito boa, mas quando seu "crédito" acaba, é necessário retornar à Terra. Mais uma vez, dependendo do seu carma, o espírito reencarna ou em forma de animal, ou em forma de ser humano. E quando um espírito alcança a iluminação, ele retorna ao verdadeiro lar, um lugar onde não há nascimentos e mortes. 

Islamismo 

Não existe reencarnação no Islamismo! Após a morte, sua alma fica em um lugar específico aguardando o dia em que Allah julgará o que cada um realizou em sua vida terrena. Depois do julgamento, as almas são levadas para o céu ou para o inferno.  

Judaísmo

Segundo o Judaísmo, após a morte, a alma e o corpo se separam e vão para um plano espiritual até passar por uma série de purificações antes de entrar no Gan Éden (paraíso). Não existe muito a ideia de inferno, essas purificações não representam um processo de sofrimento, mas um refinamento que a alma precisa passar para se livrar de seus erros e se elevar espiritualmente.

Messiânica

Segundo o messianismo, quanto mais apego a alma tiver ao mundo terrestre, mais rápido ela reencarna. Entretanto isso não é algo tão bom, pois é necessário que o espírito passe por um período de purificação antes de retornar à Terra: quanto mais tempo passar nesse lugar, mais purificado e feliz será em sua vida terrestre. E caso aconteça a reencarnação prematura e a purificação seja interrompida, a pessoa passará por dificuldades e terá que se purificar em vida. 

Umbanda

Para alguns, existe a ideia do céu e inferno. Mas para outros, a ideia da umbanda é que existe tanto o carma (com diferenças das demais religiões) quanto a reencarnação. Os umbandistas acreditam que, após a morte, os bons espíritos possam se tornar protetores e os maus se tornam perturbadores. Segundo eles, o universo pode ser explicado através de 7 linhas regidas pelos Orixás e que ao morrer a pessoa passa por esses mundos espirituais auxiliadas por espíritos mais evoluídos. Em geral, eles vêm à reencarnação como um processo de evolução e aprendizado, sendo que o que nos espera do outro lado da vida é algo que depende de nós mesmos.

Wicca

O foco da Wicca é se concentrar na vida atual e as linhas de pensamento sobre reencarnação divergem muito. Mas em geral, eles acreditam que, após a morte, as almas vão para a Terra do Verão, uma espécie de paraíso segundo a visão de cada alma, e ficam ali por tempo indeterminado. Seu retorno à Terra depende da sua habilidade de se libertar e retomar o material que a sua alma carregava. A alma ainda pode escolher não reencarnar. Dessa forma, elas recebem responsabilidades no plano espiritual. Mas caso opte pelo contrário (dependendo da linha de pensamento), a alma pode reencarnar tanto na mesma espécie quanto em outras a fim de evoluir e aprender as mais diversas lições.


Artigo escrito por Amanda Magliaro da Equipe Horóscopo Virtual.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.