por Regine Luise

Técnica americana transforma crenças negativas em positivismo

Líder e criadora do ThetaHealing, Vianna Stibal vem ao Brasil pela primeira vez para realizar palestras e cursos

Medos, ressentimentos, perdas, pensamentos e crenças negativas são os maiores vilões da nossa mente. É muito comum ouvir de um psicólogo ou terapeuta a seguinte frase: “Você é aquilo que você transmite”. Pode parecer uma tolice, um clichê, mas acreditem, é a mais pura verdade.

A melhor forma de conseguir obter os resultados que queremos é com determinação e pensamento positivo. Uma técnica americana conhecida como ThetaHealing pode ajudar gerando curas físicas, emocionais, energéticas e mentais. O ThetaHealing  retira todas as crenças que impedem uma realização, ensinando a reprogramar a sua realidade. Ou seja, através da onda Theta é feita uma reprogramação mental, trazendo informações do subconsciente para o consciente.

Para a representante do Instituto de ThetaHealing no Brasil, Giti Bond, essa técnica altera a realidade atual da pessoa. Testes são realizados para detectar pontos negativos no subconsciente. “Se existem crenças negativas que estejam bloqueando sua vida em algum aspecto, podemos retirá-las do seu sistema”, afirma Giti.

A atriz e bailarina, Marcelle Sampaio, 40 anos, era uma pessoa triste, com reações agressivas e pensamentos negativos devido a traumas do seu passado. “Fatores como esses bloqueavam a realização da minha satisfação pessoal, minha conexão com a espiritualidade, minha paciência nas relações mais íntimas e meu estado de paz”, comentou  Marcelle que ainda confirmou como sua vida mudou desde o primeiro contato com o ThetaHealing. “Assim que tive contato com essa técnica, já percebi uma mudança em uma situação que perdurava há anos. Me inscrevi no Curso DNA Básico e passei a viver sob uma nova perspectiva. Me dedico ao ThetaHealing como praticante e me sinto livre daquele peso”.

Pela primeira vez, a líder e criadora do ThetaHealing, Vianna Stibal, vem ao Brasil para ministrar cursos e palestras. O evento que vai oferecer cursos de formação e debates, terá uma programação de atividades que vai do dia 1 a 8 de novembro.

Os praticantes dos cursos aprendem a fazer uma autoaplicação como uma ferramenta de autoconhecimento, crescimento pessoal e espiritual. O trabalho é focado no presente e não necessita de repetições.
Para Giti Bond, o interesse por trabalhos de cura, terapias alternativas e assuntos ligados à saúde existem desde sempre. “Comecei meus estudos em Londres, passei pela Índia, conheci o ThetaHealing em 2010 e fui para os Estados Unidos fazer uma formação com Vianna Stibal, a fundadora da técnica”.  A cura energética pode proporcionar resultados incríveis, mas antes de mais nada é necessário acreditar naquilo que você está proposto a fazer. “O desejo de ajudar o próximo nos leva a caminhos incríveis, e nos coloca como canal de manifestação de cura para pessoas que cruzam nossa vida. Isso é de um valor imensurável e gera transformações milagrosas”, finaliza Giti Bond, representante da técnica no Brasil.

Regine Luise

+ artigos

Jornalista, poeta e romântica nas horas vagas. Regine Luise ama, doa, sonha, dramatiza, sorri, chora e escreve. Não necessariamente nessa ordem.