por Andrea Pavlovitsch

Tudo é um reflexo de dentro de nós

Sei que esse assunto é cabeludo e a maioria das pessoas ainda não entende. E isso não quer dizer que alguém é burro, não – como diria o Chaves, dá zero pra ele – mas que isso é tão forte e tão trabalhado nas nossas mentes, desde crianças, que é difícil até de compreender o que é exatamente.

Assim, suponhamos que você seja sempre criticado por algo específico, vamos dizer que sempre te chamam de acomodado. Talvez realmente você não se sinta assim e pode até dizer “poxa, eu trabalho, estudo, limpo a casa sempre”, mas incomoda aquele “acomodado” que vem de vez em quando. Isso não quer dizer que você seja acomodado em tudo, mas, com certeza, em algum aspecto do seu ser existe uma acomodação.

Atendi uma vez um rapaz que escutava demais isso da mãe. E isso o incomodava, ele reclamava justamente que fazia tudo, acordava cedo, não conseguia ver no que ele era acomodado. Ele namorava com uma moça bonita, que ele até gostava, mas não era um amor, uma coisa assim maravilhosa. A moça também reclamava da acomodação dele, e a coisa continuava.

Um dia, em terapia, chegamos a um ponto “porque, se ele gosta da moça, não se casar?”. Depois de analisar a fundo a questão ele percebeu que, no fundo, não queria se casar com ela. Gostava de uma moça do passado, mas não tinha coragem de ir atrás do grande amor. Sim, ele estava acomodado nisso, só nisso, mas a alma dele estava chamando para uma solução.

Quando ele percebeu isso, as críticas cessaram. Mesmo antes dele fazer alguma coisa, não reclamou mais de brigas com a mãe por conta disso. Ele demorou a mudar a situação – a moça percebeu que não era amada o suficiente e terminou o namoro – mas mesmo no período em que ele não fez nada, ele parou de reclamar. Na realidade, as críticas até continuaram, mas aquilo não o incomodava mais. Ele sabia que estava mesmo acomodado, sabia no que e só restava resolver – dentro dele ou fora.

Esse exemplo mostra que muitas das críticas que recebemos de fora são reflexo da nossa alma. As críticas existem, mas se elas incomodam muito e causam, muitas vezes, brigas feias, é que realmente refletem aspectos que precisam ser olhados e mudados. Nada é por acaso, se algo chega até você e dói é porque está errado e precisa de cura ou mudança. Simples assim.

Andrea Pavlovitsch

+ artigos

Terapeuta porque adora ajudar as pessoas a se entenderem. Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte. Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele.