Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Virginianas que fizeram história

Virgem é o signo das mulheres que buscam a perfeição. Elas são racionais, práticas, gostam de rotina e adoram quando se sentem úteis. Costumam colocar o raciocínio acima da emoção, mas sempre estão dispostas a lutar pelo que amam e acreditam. É por isso que se tornam artistas, pintoras, cantoras, missionárias e até revolucionárias. Estas mulheres de virgem conquistaram seu lugar na história sendo elas mesmas. A dedicação de uma virginiana é realmente capaz de mudar o mundo!

Anita Garibaldi

Conhecida como a “Heroína dos Dois Mundos”, Anita foi a companheira de Giuseppe Garibaldi e uma excelente guerreira, assim como ele. Nascida em Santa Catarina, Anita conheceu o revolucionário italiano quando ele lutava na Revolução Farroupilha. Admirada por sua coragem e persistência, ela enfrentou exércitos no Brasil, lutando pela República Sul-Grandense, e na Itália, defendendo a República de Roma. Mesmo grávida de seu quinto filho, Anita seguiu lutando ao lado de Garibaldi. Porém, a precariedade de sua situação a levou a adoecer e falecer, aos 27 anos. Até hoje, Anita Garibaldi é reconhecida como um exemplo de coragem, sendo homenageada no Brasil e na Itália.

Tarsila do Amaral

A pintora e desenhista brasileira foi uma das principais artistas a estabelecer a primeira fase do movimento modernista no Brasil. Junto aos amigos Anita Malfatti, Menotti del Picchia, Mário de Andrade e Oswald de Andrade, Tarsila formava o Grupo dos Cinco - artistas que valorizavam a Semana de Arte Moderna e tomaram a frente do movimento. Sua fase artística de maior sucesso, Pau Brasil, dava destaque a temas e cores tropicais. Seu quadro mais famoso, o Abaporu, tornou-se um ícone modernista brasileiro. Na Europa e na União Soviética, Tarsila se aproximou dos problemas da classe operária e sua próxima fase artística tinha forte cunho social. Ainda hoje, seu legado artístico é reconhecido como um dos mais importantes da pintura brasileira.

Madre Teresa de Calcutá

A religiosa, nascida onde é hoje a Macedônia, é considerada a maior missionária do século XX. Seu trabalho de auxílio aos pobres, crianças abandonadas, mulheres carentes e pessoas rejeitadas por suas doenças foi reconhecido mundialmente. Madre Teresa fundou a Congregação Missionárias da Caridade, cujo trabalho se estabeleceu pelas mais diversas partes do mundo, e dedicou toda a sua vida a essa missão e à religiosidade. Seu pensamento era de que apenas o amor e a compaixão poderiam salvar o mundo. Em 1979, foi agraciada com o Nobel da Paz. Madre Teresa faleceu em 1997, e, em 2003, foi beatificada pela Igreja Católica, sendo depois canonizada. Em setembro de 2016, o Papa Francisco irá proclamá-la como santa.

Zilda Arns

A médica, sanitarista e missionária brasileira foi um ícone da luta contra a mortalidade infantil. Em 1983, ela fundou a Pastoral da Criança, um programa de ações sociais onde voluntários difundem conhecimentos de saúde, nutrição e educação para comunidades carentes. Propostas simples, como o uso do soro caseiro foram capazes de diminuir mortes causadas por diarreia e desidratação. As obras da Pastoral da Criança se difundiram por todo o Brasil, assim como outros países na América Latina, Ásia e África. Zilda Arns faleceu durante um terremoto no Haiti, quando apresentava seu trabalho na Pastoral. Em 2011, Zilda recebeu uma indicação póstuma ao Prêmio Nobel da Paz.

Beyoncé

Beyoncé, ou Queen B, como também é conhecida, está conquistando o mundo por meio da música. A cantora, compositora e produtora musical estadunidense começou sua carreira no trio de cantoras Destiny’s Child, onde já ocupava uma posição de destaque. Com a sua carreira solo, tornou-se um dos maiores fenômenos musicais do mundo. A voz, os movimentos e a dança, as letras e a melodia das músicas de Beyoncé vão além do R&B, seu principal estilo musical, e conquistam os mais diferentes públicos. Beyoncé também tem se tornado uma importante ativista do feminismo e dos direitos da população negra, por meio de suas músicas. Paralelo a isso, a cantora também contribui para diversas organizações filantrópicas.

Amy Winehouse

A carreira meteórica de Amy Winehouse foi capaz de revigorar o soul, o jazz e a música britânica, mesmo sendo tão curta. A cantora inglesa começou a demonstrar seu talento musical desde a infância e logo foi descoberta por sua voz poderosa, que conquistaria o mundo. Amy tornou-se recordista de vendas no Reino Unido e em outros países, inclusive o Brasil. Teve diversos singles nas listas dos mais ouvidos e foi aclamada como Nova Rainha do Soul e Diva do Jazz. Seu visual icônico tornou-se inesquecível e diz-se que seu talento foi capaz de abrir o caminho para outras cantoras britânicas, como Adele e FlorenceThe Machine. Amy faleceu em 2011 devido a problemas de saúde agravados por abuso de álcool, drogas e distúrbios alimentares.


Artigo escrito por Ana Beatriz Monteiro da Equipe Horóscopo Virtual.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.