Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Como surgiram os 7 pecados capitais?

Todos nós já ouvimos falar e provavelmente já cometemos muitos dos considerados "7 pecados capitais", mas talvez você ainda não saiba qual a real origem destes defeitos ou vícios de conduta. Muito se diz que a origem veio no cristianismo quando, no século IV, São João Cassiano e o papa Gregório Magno reuniram os pecados que dariam início a todos os outros para a Igreja Católica: os sete pecados capitais.

São eles: avareza, gula, inveja, ira, preguiça, luxúria e soberba. Sendo este último o precursor de todos, a causa do pecado original, cometido por Adão e Eva ao terem provado do fruto proibido com o objetivo de se igualarem a Deus. Este ensinamento faz parte do ensino moral cristão e mostra que todos os males de nosso mundo atual podem ter o início encontrado nestas sete premissas básicas. Para eles, também foram criadas as sete virtudes, que seriam uma espécie de antídoto para estes males: humildade, disciplina, caridade, castidade, paciência, generosidade e temperança.

Os pecados capitais têm origem na alquimia e em tradições de rituais egípcios e babilônicos muito antigos, muito antes do cristianismo tê-los tornado premissas bíblicas. Chamados neste caso de defeitos, todos os sete têm uma ligação direta com os planetas, levando em conta o avanço espiritual de cada um. Confira abaixo cada um deles:

Orgulho

Pecado, ou defeito capital, relacionado diretamente ao Sol. É um dos mais traiçoeiros, pois, dependendo da forma como é abordado, pode ser visto pelas pessoas como uma virtude. Geralmente, se temos orgulho de algo que produzimos, se bem dosado, acreditamos que seja uma coisa benéfica de se sentir. Apenas quando é em demasia, e muitas vezes transformado em soberba e ostentação, que o enxergamos como algo realmente negativo. Por este motivo, é o mais difícil de ser combatido.

Preguiça

Originalmente chamada de Acídia e ligada à Lua, a Preguiça está aqui definida como a preguiça de busca espiritual, tendo a preguiça de esforços físicos apenas uma de suas características. Covardia, falta de ânimo, falta de coragem, torpor e rancor são outros defeitos originários deste pecado capital.

Ira

O mal uso da energia agressiva de Marte. Sem saber como usar esta energia cheia de impulsividade para o bem, a pessoa, ao ser invadida de ira, acaba usando-a para a destruição. As características inerentes da ira são: insulto, perturbação, indignação, clamor, rixa e blasfêmia.

Inveja

Ligada ao planeta Mercúrio, a inveja tem a paciência como seu principal antídoto. A sabedoria de esperar e lutar por suas próprias conquistas sem se ater e se incomodar com as glórias alheias. Aqui há de se tomar cuidado com a evolução da inveja que pode levar ao ódio e à detração.

Gula

A gula advém do Planeta Júpiter e pode se manifestar em todos os quatro planos (espiritual, emocional, racional e material). Temos uma ideia de gula apenas no sentido de comida, mas, na verdade, é um pecado que pode ser percebido em qualquer tipo de excesso cometido. É o ato de absorver o que não é necessário.

Luxúria

Obviamente ligado a Vênus, significa originalmente “deixar-se dominar pelas paixões”. Assim como na gula, tendemos a relacionar o pecado da luxúria apenas a um campo, neste caso o sexual, mas também pode ser excesso de ganância. A melhor forma de explicar este defeito seria usar a palavra "obsessão"; a pessoa passa a ser guiada por suas paixões e deixa sua racionalidade em segundo plano.

Avareza

Relacionada ao planeta Saturno, é explicada pelo excesso de apego ao que se possui. É a origem de toda falsidade e enganações e vai muito além do plano material. Suas características básicas, entre outras, são inquietude, dureza de coração, mentira, traição e fraude.


Artigo escrito por Roberta Lopes.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.