Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

Freya: Tudo sobre a Deusa nórdica do amor

Freya, ou Freia, é uma das deusas nórdicas mais conhecidas devido ao seu encanto, beleza e também pela simbologia de ser uma mulher guerreira que alcança seus objetivos independente de ajuda masculinas.

Seu nome, Freya, significa 'senhora' e representa todas as mulheres e principalmente àquelas com independência feminina.

Conhecida como a deusa nórdica do amor, da felicidade, da beleza, da riqueza, da magia, da guerra e da morte, Freya é uma das deusas mais antigas da antiga religião germânica, cujos relatos que a envolvem ou a descrevem foram os mais preservados. Entretanto, ainda há a carência de informações, uma vez que os documentos sobre esse ícone religioso foram transmitidos ou alterados por historiadores cristãos medievais, voltando a ser escritos novamente somente muito tempo depois.

Origem

Freya é filha da giganta Skadir e do deus do mar Njord. Ela possui um irmão gêmeo chamado Freyr e ambos complementam as ações um do outro.

Freya é casada com o deus Óðr - cujo nome não é sabido ao certo como se escreve, em alguns lugares ele aparece como Odr e em outros Óðr, com a letra “d” escrita de forma diferente -, responsável por guiar a carruagem do dia, com quem tem dois filhos, Hnoss e Gersimi. No entanto, de alguma forma, Óðr desaparece, e por isso, segundo as lendas, a deusa está sempre procurando, tanto no céu quanto na terra, por seu marido perdido. Enquanto procura, derrama lágrimas que se transformam em ouro na terra e âmbar no mar, e por esse motivo tornou-se conhecida como a deusa da riqueza.

Conheça os 11 maiores deuses da mitologia nórdica!

Características de Freya

A deusa nórdica Freya é incrivelmente bela e possui muitos admiradores entre os deuses, deusas, anões e gigantes. De formas curvilíneas, Freya é amante de jóias e outros materiais finos, os quais muitas vezes foram conquistados fazendo uso da sua beleza encantadora. Ela também traz uma grande paixão por poemas e precisa ouvir música por muitas horas.

Além disso, a deusa Freya adora viajar e para isso usa sua carruagem puxada por dois gatos pretos ou cinzentos. Entretanto, ela também é capaz de voar com o seu manto de pena de falcão, que ela empresta muitas vezes aos outros deuses e deusas em Asgard quando precisam voar para outros mundos.

Freya também tem um javali chamado Hildisvini, que também é utilizado como meio de locomoção da deusa. No entanto, dizem as histórias que esse javali na verdade é seu amante humano disfarçado, Ottar, e por isso Loki a acusa constantemente de ser imoral, por montar em seu amante em público.

Lar de Freya

Na mitologia nórdica há um lugar chamado Asgard, conhecido como o lar dos deuses. É nesse lugar que fica localizada a morada da deusa Freya, chamada de Sessrumnir.

Segundo essa mesma mitologia, todos os homens que morrem bravamente em campo de batalha vão viver suas vidas pós-morte junto aos deuses. Metade das almas desses guerreiros ficam para Freya, enquanto a outra metade é enviado para a morada de Odin.

Essa divisão de almas acontece pois, quando chegar o dia do Ragnarok, todas essas almas terão que entrar novamente em batalha pela humanidade. Por causa dessa ligação, Freya é constantemente confundida com a esposa de Odin, Frigga, mas a convivência entre eles limita-se a organização das almas para a formação do novo exército.

Deusa Nórdica Frigga: A amada! Saiba mais sobre ela

Mitologia envolvendo Freya

Freya foi mencionada brevemente no poema de Volva, um dos principais poemas da Edda poética que traz muitas informações sobre os eventos passados e futuros ao deus Odin.

Ainda, Freya usava o colar Brisingamen, um colar que representava o sol e o ciclo do dia e da noite, supostamente feito de ouro. O colar estava entre os objetos dados aos deuses por Alberich e era considerado um objeto de grande valor e beleza. Em certo momento o deus da trapaça, Loki, roubou esse colar e quando Freya se deu conta do desaparecimento, pediu ajuda a Heimdall.

Heimdall venceu Loki após uma grande batalha, voltando ao lar e devolvendo o colar para a deusa. Porém, esse momento marcou um ódio mútuo que futuramente levaria a um outro combate final do Ragnarok.

Freya e a origem das Runas

As runas são letras características, usadas para escrever em letras antigas germânicas, gravadas em pedra ou madeira, que tornou-se uma forma de oráculo criado pelos deuses.

Sendo assim, Freya foi a responsável por descobrir como poderiam ser criadas as runas e usou da sua sabedoria para influenciar o destino de Odin, que se sacrificou por nove dias na Árvore da Vida e depois doou um de seus olhos para a criação desse oráculo.

Ainda, a lenda diz que no começo das runas somente as sacerdotisas de Freya eram capazes de ler esse oráculo.

Interpretação de nomes pelas Runas!

Curiosidades

Na mitologia nórdica, os nomes dados aos dias da semana são inspirados em deuses e deusas, Freya está associada à sexta-feira, embora haja contradições de que, na verdade, a deusa que dá nome às sextas é a Frigga.

Por ser a deusa da fertilidade, ao longo do tempo muitas mulheres buscaram por Freya quando encontravam dificuldades para engravidar e ainda hoje muitas que têm o desejo de ser mãe, mas não conseguem, oram ou invocam à deusa pedindo fertilidade. Confira abaixo a oração e invocação para se conectar com essa deusa.

Oração à Freya

“Senhora das Idisis, da fertilidade, do poder, do amor e da paixão, ajude-me a encontrar o meu caminho!

Senhora das mulheres, deusa suprema do feminino, mostre-me a chave da magia e da justiça!

Senhora dos gatos e da guerra, oriente-me nos momentos difíceis e me dê agilidade e coragem para superar meus obstáculos!

Senhora da riqueza, dai-me energia pura e restauradora do teu amor.

Minha alma e coração te pertencem e honrarei teu nome eternamente!

Em nome do fogo, do ar, da terra e da água, poderosa rainha dos Vanir, mais bela e querida entre todas as deusas, derrame suas bênçãos sobre mim!”.

Descubra a criatura mística de cada signo!

Invocação à Deusa Freya

“Senhora da beleza sem igual;

Ouve meu apelo e afasta todo o mal.

 

Venha senhora do amor e da sensualidade

E me banhe com a verdade.

 

Proteja-me com seu colar sagrado,

De todo sentimento de dor,

Com vosso manto de penas de falcão

Tomai-me em teus braços

E ensina-me a ter sede pelo poder

O orgulho de vencer.

 

Dai-me a conhecer os segredos

Das Runas sagradas de Odin

De olhar além do que se vê

De sentir o que vai além de mim!

 

Grande Freya,

Senhora do amor,

Da sensualidade,

Do poder,

Da fertilidade,

Da magia

E da adivinhação,

Ouça meu chamado,

Escute essa canção

Óh grande senhora,

Freya, Freya, Freya”.

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.