Compartilhar

por Equipe Horóscopo Virtual

O astrônomo de cada signo

É muito provável que, desde o início da vida humana, a nossa espécie analisa o céu e admira a sua beleza. Por mais que aquilo que vemos a olho nu não tenha sofrido nenhum tipo de alteração ao longo do tempo, o que nós sabemos com certeza mudou: a Astronomia nos proporcionou e nos proporciona, cada dia que passa, muito conhecimento sobre o Universo! Ela nada mais é do que uma importante parte da ciência responsável pelo estudo dos corpos celestes e do Universo como um todo, além de ser essencial para que nós consigamos entender um pouco mais sobre a origem da vida e para ficarmos alertas a possíveis catástrofes que englobam astros e afins.

Registros apontam que o estudo da Astronomia, mesmo que informalmente, tenha surgido por volta do século VI a.C., até que se deu origem à Astronomia ocidental, juntamente com a invenção do telescópio em meados do século XVII. Naquela época, alguns astrônomos chineses já conseguiam prever cometas e eclipses por meio de suas observações astronômicas.

Entre as diversas personalidades que marcaram tal estudo, podemos entender um pouco mais sobre as descobertas dessas pessoas ao fazermos uma grande análise de seus signos. O que você acha? Vamos unir a Astronomia à Astrologia? Continue lendo este artigo e conheça o astrônomo de cada signo!

Áries – Christiaan Huygens

Pintura de Christiaan Huygens

Nascido no dia 14 de abril de 1629, o ariano Christiaan foi o físico e astrônomo que sugeriu a primeira teoria firmada sobre a verdadeira natureza da luz. Seus momentos com o telescópio e as melhorias que decidiu fazer no que possuía permitiram-lhe ver os anéis de Saturno e descobrir Titã. Ele também foi o criador da grande teoria do estudo das cores e da luz por descobrir que a ocorrência de certos fenômenos como reflexão e refração eram possíveis. Esse nativo de Áries não desistiu no primeiro erro, acreditou nas próprias percepções – como todo bom ariano impositivo faria – e acabou se tornando um dos grandes nomes da Astronomia! Com ele, os limites não prevaleceram, e sua vontade de mudar o mundo deu certo!

Touro – Arno Allan Penzias

Arno Allan Penzias usando óculos olhando para frente

O astrônomo e físico Arno Penzias nasceu em 26 de abril de 1933 e foi responsável por uma grande descoberta no ramo da física e da Astrologia! Juntamente ao astrônomo Robert Wlison, Arno descobriu a radiação cósmica de fundo em micro-ondas – o que basicamente foi o "Big Bang", o tremor que muitos acreditam ter sido a origem do Universo. Esse grande feito pode ser relacionado às características de todo bom taurino: teimosia, determinação e firmeza diante de qualquer objetivo – além de, claro, ter sido uma grande descoberta feita em dupla –, o que ressalta o apego dos nativos de Touro às pessoas. Não que os taurinos não saibam trabalhar sozinhos, mas, quando acompanhados, colocam suas melhores ideias em prática!

Gêmeos – Giovanni Domenico Cassini

Pintura de Giovanni Domenico Cassini ao lado de um quadro

Nascido no dia 8 de junho de 1625, o astrônomo Cassini foi o responsável por medir o tempo que Júpiter e Marte levam para girar, localizar quatro luas de Saturno e descobrir as diferenças existentes entre os anéis desse mesmo planeta. Por esse motivo, no ano de 1977, a NASA nomeou de "Cassini" um satélite lançado para orbitar Saturno e suas respectivas luas. É bem provável que, por ser geminiano, Cassini tenha sido um homem mais inquieto, inconstante e imprevisível: características que podem ser vistas como negativas, mas que, no ramo da Astronomia, podem render boas descobertas e surpreender toda uma nação! Com certeza esse geminiano contaria para todo mundo que um satélite recebeu o seu nome – como todo bom nativo de Gêmeos, extremamente comunicativo, faria!

Câncer – Charles Joseph Messier

Pintura de Charles Joseph Messier

Messier foi um grande astrônomo francês nascido em 26 de junho de 1730, responsável por compor uma base de dados e informações de objetos celestes intitulados de "nebulosas", que contava com 103 objetos quando concluída. O canceriano, que teve seu catálogo publicado, foi também o descobridor de 13 cometas. Embora muitas pessoas não levem alguns cancerianos a sério por causa do grande sentimentalismo, Messier foi um grande destaque na Astronomia, pois utilizou todos os seus sentimentos para criar um longo catálogo que faria parte da história de muitas pessoas! Mesmo que mal compreendido em alguns momentos, esse nativo de Câncer fez e faz até hoje parte da vida de muitos estudiosos e apreciadores deste mundo!

Leão – Maria Mitchell

Maria Mitchell olhando para frente usando um vestido

Nascida em 1º de agosto de 1818, Maria Mitchell foi a primeira astrônoma profissional dos EUA e descobriu, em 1847, o "Cometa da Senhorita Mitchell" por meio de um telescópio. Ela foi premiada pelo rei Frederico VI com uma medalha e ganhou fama no mundo inteiro com a sua descoberta – ainda por ter sido uma das poucas mulheres a descobrir um cometa. O rei havia instituído na época o prêmio com medalhas a quem descobrisse cometas. Como uma boa leonina, que adora vencer uma competição, Mitchell lutou pela sua conquista e saiu vitoriosa! Você já deve saber que os nativos de Leão adoram uma fama, não é mesmo? Pois, além de conquistar fama, Maria entrou para a história da Astronomia!

Virgem – Aristóteles Orsini

Aristóteles Orsini olhando para frente com seriedade

Orsini nasceu no dia 30 de agosto de 1910 e foi médico, professor universitário e físico, mas teve destaque como astrônomo amador.

Você também pode gostar:

O virginiano brasileiro sempre obteve muito sucesso em todas as suas profissões, mas, devido a todo o seu estudo, acabou se tornando um dos fundadores da AAA (Associação de Amadores da Astronomia de São Paulo), além de ter recebido o convite da Prefeitura de São Paulo para fazer parte da criação do Planetário do Ibirapuera – do qual se tornou diretor em 1962. Como um bom virginiano, Orsini se mostrou muito eficiente em tudo o que se propôs a fazer. Ele se dedicou às questões naturais do Universo e utilizou todo o seu apreço por organização para fazer parte de grandes lugares renomados da Astronomia no Brasil.

Libra – Geoffrey Ronald Burbidge

Geoffrey Ronald Burbidge sorrindo ao lado de uma lousa

Nascido em 24 de setembro de 1925, Geoffrey foi um astrônomo inglês muito premiado pelos seus feitos. Como um bom libriano, trabalhou ao lado de sua esposa, Margaret Burbidge, deixando evidente o seu carinho e o seu amor por ela e, ao mesmo tempo, a sua paixão pela Astronomia. Ambos ganharam, juntos, o Prêmio de Astronomia Helen B. Warner, em 1959, pela publicação do ensaio "Síntese dos Elementos nas Estrelas", que demonstrava que grande parte dos elementos químicos existentes no Universo foi sintetizada a partir de reações nucleares que ocorreram no interior de estrelas. A personalidade libriana tornou propícia a Geoffrey uma relação mais próxima à sua esposa, pois, assim, toda a análise que os nativos de Libra costumam fazer foi "aliviada" e dividida com alguém que desejava o mesmo que ele: o sucesso!

Escorpião – William Herschel

Pintura de William Herschel

Herschel, nascido em 15 de novembro de 1738, foi um astrônomo que superou dificuldades e rompeu barreiras em sua profissão. O escorpiano, que antes era músico, se tornou um grande nome da Astronomia ao construir do zero os seus telescópios refletores, que logo serviram para descobrir sistemas binários de determinadas estrelas. Ele recebeu os créditos pela descoberta de aproximadamente 800 desses sistemas – além de ter descoberto mais de 2.400 astros, intitulados de "nebulosas". Como todo bom nativo de Escorpião, por mais que a personalidade de Herschel fosse um pouco mais "misteriosa", o astrônomo usou toda a sua intensidade para estudar a fundo o Universo e colocar toda a sua força e o seu empenho no que realmente acreditava.

Sagitário – Thycho Brahe

Pintura de Thycho Brahe

Nascido em 14 de dezembro de 1546, Tycho foi um astrônomo que impressionou o mundo com suas observações extremamente precisas sobre o Universo. Ele foi o homem responsável por catalogar inúmeros objetos, além de demonstrar total precisão em cada estrela por ele catalogada. No ano de 1572, o sagitariano reconheceu uma estrela brilhante, enquanto muitas pessoas afirmavam que era apenas um fenômeno da atmosfera – argumento que bateu de frente com o daqueles que acreditavam que o céu estava fixado em uma abóbada celeste. Esse nativo de Sagitário, mesmo que disperso em alguns momentos, usou e abusou do seu espírito aventureiro para firmar suas raízes em seus feitos e provar para todos que ele realmente tinha certeza do que falava. A liberdade sagitariana de Thycho rendeu a ele descobertas de que muitos duvidaram!

Capricórnio – Johannes Kepler

Pintura do rosto do Johannes Kepler

Kepler nasceu no dia 27 de dezembro de 1571 e foi o primeiro astrônomo a detalhar inteiramente o movimento de todos os planetas do Sistema Solar. O capricorniano tradicional deu o seu máximo para conseguir descrever os movimentos planetários a partir de três leis, que publicou no ano de 1609. Sabe o que permitiu a Kepler tal feito? Enquanto muitos imaginavam os planetas com órbitas circulares, Kepler os imaginava com órbitas elípticas! Por mais que os nativos de Capricórnio geralmente cultivem um lado mais tradicional, Kepler usou todo o conhecimento adquirido sobre o que já era conhecido para surpreender e comprovar que as coisas poderiam ser – e eram – diferentes. Com seus estudos, o capricorniano teve grande influência na Astronomia e também na Matemática!

Aquário – Nicolau Copérnico

Pintura do rosto de Nicolau Copérnico

Nicolau, astrônomo e matemático nascido em 19 de fevereiro de 1473, criou a teoria do Heliocentrismo: estudo que coloca o Sol como o grande centro do Sistema Solar, indo contra a Teoria Geocêntrica, que tinha a Terra como centro de tudo. Todos os seus estudos deram origem a tal teoria, que é considerada um dos principais pontos de partida do estudo da Astronomia. Nicolau era um aquariano que não lidava bem com limites e gostava sempre de mudar – talvez por isso tenha contrariado a teoria já existente na época, não é mesmo?

Peixes – Albert Einstein

Albert Einstein olhando para o lado

Extremamente conhecido pelo seu trabalho e pelas suas descobertas no ramo da Física, Einstein nasceu em 14 de março de 1879 e se destacou também na Astronomia. Esse pisciano foi o criador da teoria astronômica da relatividade geral, que relativiza a lei da gravitação do Universo e fornece uma descrição firmada da gravidade como um domínio geométrico do espaço-tempo. Esse nativo de Peixes é tido com um gênio. Com certeza você já ouviu falar dele por aí! Mas o fato é que, como todo bom nativo de Peixes, Einstein era muito sonhador, e ele correu atrás dos seus objetivos com toda a garra e todo o amor que sentia pelo Universo, tornando-se essa personalidade histórica presente na vida de muitas pessoas que amam estudar, assim como esse pisciano amava!

O que você achou do astrônomo de cada signo? Que tal compartilhar o artigo com os seus amigos para que eles conheçam um pouco mais da influência da Astrologia na vida das personalidades que marcaram a história da humanidade?! Compartilhe conhecimento e diversão!

 
 

Compartilhar

Equipe Horóscopo Virtual

+ artigos

Site esotérico completo que reúne conteúdos como astrologia, numerologia, mapa astral, runas, tarot e diversos. Serviço de consulta rápida e prática ao horóscopo diário, semanal, mensal e anual.