por Regine Luise

Páscoa e Renascimento: aquilo que vem de dentro

Quando se pensa em festa, agito, diversão e lepo lepo, logo pensamos no feriado do Carnaval. Porém, ao pensar em reflexão, recolhimento, meditação, paz, amor, prosperidade e, é claro, os ovos de Páscoa, o que você lembra? Disse Páscoa? Acertou na mosca.

Todo mundo gosta de ver o supermercado colorido, com ovos de tamanhos e gostos diferentes. Aguça o paladar, faz brilhar os olhos. Para os pais, avós e padrinhos a preocupação em escolher o melhor ovo com o menor preço. Para as crianças e todos que querem ganhar, a preocupação com o melhor gosto e quem sabe uma surpresa?

Já ouvimos centenas de especialistas dizerem os benefícios do chocolate. Que faz bem para a saúde (não em excesso, é claro), todos nós sabemos, concordamos e usufruímos dessa informação. Só que é importante também nessa época do ano, além de saborear os ovos, sujar os dedos e os lábios -, pensar no real significado da Páscoa. Qual é esse significado mesmo? Vejamos. Páscoa significa passagem. Daqui para algum lugar. Então, em termos religiosos cristãos, a Páscoa é o período de celebrar (relembrar) a ressurreição de Jesus Cristo, filho de Deus Pai.

"Páscoa é propagação de amor. Um exercício de paz, prosperidade e fé.

Na sexta-feira celebra-se a crucificação de Jesus e no domingo de Páscoa, por assim dizer, a sua primeira aparição pública (em carne e osso) para os discípulos. É claro que em cada país, até por ter uma cultura diferente, a comemoração da Páscoa também é feita de outras formas.

Independente da forma como a Páscoa é comemorada, o importante é sabermos o significado espiritual e emocional dessa data. Já que Páscoa representa “renascimento”, então precisamos aproveitar essa época para literalmente renascermos.

Matar as ideias, os pensamentos, os sentimentos que não nos fazem bem. Afastar as pessoas, as energias, as coisas frias de amor para longe de nós. É hora de enterrar as lembranças daquilo que não deu certo, é hora de apagar as frases, as palavras, as promessas que não foram cumpridas.

Esse é o momento ideal para dar um novo sentido à sua vida. Acalmando a sua alma, alimentando o seu espírito. É esse o momento de rezar, pedir baixinho pelos amigos, familiares, por você.

Vai, aproveita para agradecer por todas as bênçãos concedidas, não se esquece de pedir desculpas pelos pecados que você cometeu. Chore, chore mesmo. Coloque tudo que está acumulado nesse peito. Quem chora para Deus tem resposta e Ele não suporta ver suas lágrimas e não agir. 

Você precisa aprender que Deus está ouvindo, te vendo, zelando por você. Entende suas lágrimas e se compadece, só que se Ele não mandou a vitória é porque ainda não é o momento certo. Você ainda não está preparado, não aprendeu o que precisa. Não ainda. Pode continuar chorando, rezando, pedindo. Deus está olhando e preparando você porque a sua vitória é certa. Sua benção já está guardada, é só uma questão de tempo para ser entregue em suas mãos. Creia!

Sim, você vai sofrer, vai chorar. Quando estiver maduro o suficiente, essas lágrimas que escorrem dos olhos, serão substituídas por sorrisos, aplausos e dizeres de glória. Você vai precisar sofrer um pouco, mas vai aprender a lição. Acredite, vale à pena. Deus não dá uma cruz que não possamos carregar.

Páscoa é propagação de amor. Um exercício de paz, prosperidade e fé. Aproveite esse momento para cuidar de você. Ficar bem por você e para você. Isso vai se refletir nos outros. Quando estamos bem por dentro, os outros conseguem enxergar isso de fora.

Fé, meus caros, fé. Aproveita a Páscoa para aumentar a sua fé, além de intensificar a demonstração de amor pelos outros. Que tal fazer como cantou certa vez, Zeca Baleiro: “mandar flores ao delegado, bater na porta do vizinho e desejar bom dia. Beijar o português na padaria”.

Aproveite esse espírito de paz que rodeia a Páscoa para ficar perto dos seus entes queridos. Não adianta nada, desejar a mulher alheia, querer se vingar de alguém for arrogante e outras coisas mais, todos os dias do ano e, na semana santa, correr para comer peixe ao invés de carne.

O peixe, o ovo de páscoa, são símbolos que contornam e formam o feriado da Páscoa esteticamente falando. Porém, mais sábio é aquele que consegue enxergar além daquilo que os olhos mostram. Sábio mesmo é aquele que tem olhos lá dentro. Dentro do coração, dentro da alma.

Renasça, renove, reviva. Faça dessa Páscoa a melhor de todas. Ore, reze, clame, faça. Como diria Carlos Drummond de Andrade: “o mundo é grande e cabe nessa janela sobre o mar”.

Feliz Páscoa para todos vocês!

Regine Luise

+ artigos

Jornalista, poeta e romântica nas horas vagas. Regine Luise ama, doa, sonha, dramatiza, sorri, chora e escreve. Não necessariamente nessa ordem.