Compartilhar

por Vanessa Mazza Furquim

Arcano da quarta semana de junho de 2021: 6 de espadas

O Arcano desta semana é o 6 de Espadas, carta que fala sobre se sentir triste ou “para baixo”, fazendo tudo com pouca energia ou engajamento, sendo, basicamente, apenas funcional no dia a dia.

Isso acontece quando estamos lidando com os efeitos de um trauma ou um grande aborrecimento, ou ainda quando buscamos não perder o controle durante uma época difícil, cheia de pequenos obstáculos.

Assim, diminuir nossa presença nesses momentos de embaraço e vazio interior pode ser salutar, pois permitirá que nos curemos aos poucos e evitemos nos contaminar demais com aquilo que não podemos definir ou resolver.

Carta 6 de Espadas virada para cima

Além disso, esse afastamento serve como uma forma de reencontrarmos nossas metas dentro de determinado cenário, voltando, inclusive, a ter esperança numa vida melhor, depois que todo o caos passar.

É claro que, se tal não for possível (continuarmos funcionando dentro de um ambiente confuso), podemos simplesmente mudar de lugar, fazer um retiro, tirar férias, fazer uma viagem ou, no mínimo, alterar nosso ponto de vista mental e emocional frente ao rumo dos acontecimentos.

O importante aqui é se entregar ao fluxo da vida e não resistir se perdendo em ansiedade e nervosismo.

Afinal, ao sermos levados pela maré, reencontraremos terra firme novamente, começando um novo ciclo. Logo não fique se debatendo, já que, desse modo, correrá um risco maior de se afogar, tornando sua existência muito mais desafiadora.

Mulher caminhando sob a beira do mar

Nos próximos dias, não se incomode com a dúvida e a incerteza. Lembre-se de que a inação é o outro lado da ação, e desistir de agir no momento não significa fracasso, é apenas uma forma de se reorganizar e tentar novamente quando as circunstâncias forem mais favoráveis.

Portanto, em vez de criar problemas para si mesmo, sendo preguiçoso ou negligente, supere o medo do novo e da mudança. Afinal, as fases de transição são muito ricas em aprendizado, e nenhuma fase, por mais desconfortável que seja, é eterna.

> Dúvidas sobre a vida? Encontre respostas com uma consulta de Tarot personalizada

Compartilhar

Vanessa Mazza Furquim

+ artigos

Taróloga há 25 anos, atua profissionalmente desde 2007, com uma abordagem holística para compreender o cliente em sua totalidade. Além disso, escreve sobre o Tarô e ensina outras pessoas a melhor utilizá-lo.