Arcano da terceira semana de agosto: O Imperador

O Imperador é o Arcano da semana e fala, de modo geral, sobre se proteger e defender aqueles que ama, criando uma direção clara para suas vidas, construindo bases seguras e confortáveis, estruturando e organizando, responsabilizando-se pelo que acontece e sendo racional.

Afinal, ser como esse personagem na prática é se portar como um pilar ou um grande muro de defesa contra todo tipo de inimigo, pois ele evoca características como autoridade, liderança, domínio, comprometimento e estabilidade.

Não à toa, não perde tempo com gentilezas nem passa a mão na cabeça de ninguém, pois o que ele quer mesmo é eficiência e ordem. Assim, acaba não sendo muito agradável de se conviver, podendo passar a impressão, inclusive, de frieza, rudeza ou severidade. Portanto, mesmo prático e eficiente, peca por falta de tato, diplomacia e compassividade.

Arcano da semana.

Também pudera! Tomar decisões no mundo de hoje não é algo fácil, até porque, no esforço de seguir planos à risca e corrigir o caos, acabamos nos excedendo a ponto de um sufocamento emocional de nossos protegidos, perdendo a paciência e agindo com intolerância.

No entanto, desde que se saiba evitar a pressão e o controle exagerados sobre as situações, sua força de realização fará muito bem a todos aqueles que dele dependem, principalmente do ponto de vista material, já que o que querem é manter as coisas como estão, controlando-as como podem, sendo ótimos na hora de resolver problemas.

Logo, nos próximos dias, utilize todo esse lado majestoso dessa carta e coloque em prática aquilo que ficou deixado de lado nas últimas semanas, parando de transferir para os outros o que só você pode cuidar e resolver. Porém evite levar-se muito a sério.

Você também pode gostar:

E, caso se depare com pessoas exigentes e duras como O Imperador, simplesmente continue assumindo a própria vida, sem se impressionar com sua aparente força. Afinal, é ao expressarmos raiva e incômodo que estaremos nos expondo de verdade ao controle alheio, pois quem tem total domínio sobre si mesmo não teme ser controlado por ninguém.